Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como usar a inteligência emocional no ambiente de trabalho?

Usar a inteligência emocional no ambiente de trabalho pode ser uma atitude interessante nas mais diversas situações. Por meio dela você conseguirá ser uma pessoa mais equilibrada e, até mesmo, saudável mentalmente.

Para isso, trouxemos algumas sugestões que podem ser efetivas nesse sentido. Esperamos contribuir com o seu desenvolvimento pessoal. Acompanhe-nos!

Como usar a inteligência emocional no ambiente de trabalho?

Veja algumas formas de usar a inteligência emocional no ambiente de trabalho e assim ser uma pessoa mais autoconsciente:

1- Aprenda a escutar melhor os outros

Comece escutando ativamente o que os outros têm a dizer. Isso é fundamental para garantir que você não aja por impulso ou se deixe levar por interpretações erradas nos mais diversos contextos.

Atente-se para cada palavra enunciada e tudo que é dito pelo outro. Não seja aquela pessoa que interrompe ou completa a falha alheia – aprenda a ouvir!

2- Desenvolva a sua empatia

Coloque-se no lugar do outro mais vezes. Isso também pode lhe ajudar a pôr em prática a inteligência emocional no ambiente de trabalho.

Quando nos colocamos no lugar do outro diminuímos a chance de agir por impulso e deixar que as emoções falem mais alto do que as ações.

Busque sempre analisar os impactos das suas atitudes antes mesmo de colocá-las em prática. Isso fará a diferença nas suas relações interpessoais.

3- Pense sobre o que você sente e não aja por impulso

Pense sobre o que você sente e escute as suas emoções. Saber dar essa atenção para si mesmo também é importante, pois as nossas emoções têm muito poder sobre nós e, dessa forma, se não a escutarmos, elas aparecerão cedo ou tarde, com mais força.

Quanto mais atenção você der para o que sente, melhor será as suas chances de equilibrar essas sensações, emoções e sentimentos, antes mesmo de agir por impulso – impulsionado pelo o que se sente, no caso.

4- Desenvolva a sua comunicação

Saber se comunicar adequadamente também é uma forma de estabelecer a sua inteligência emocional no ambiente de trabalho. Sabe por quê? Porque é por meio da comunicação que expressamos emoções, desejos, medos, etc.

Quando temos uma boa comunicação, conseguimos pôr tudo isso em palavras, de uma forma clara, melhorando as relações e tudo que acontece em nossa volta.

Quem nunca teve algum impasse com alguém que não sabia pedir exatamente o que queria? Pense nisso. 😉

5- Não absorva a negatividade

Sim, a negatividade vai aparecer, cedo ou tarde. Mas você deverá se policiar quando isso acontecer, para não se tornar uma verdadeira “esponja” diante de todos os aspectos negativos do ambiente de trabalho.

Haverá situações que o estresse alheio será intenso, mas nem por isso você deverá absorver essa sensação, concorda? Portanto, esteja atento a isso: saiba diferenciar algo que você está sentindo, internamente, de algo que o outro está provocando em você.

6- Entenda os seus gatilhos emocionais

Por fim, atente-se aos seus gatilhos emocionais. Saiba reconhecê-los e fique atento quando eles aparecerem. Assim você já pode se preparar melhor para momentos específicos no seu trabalho, garantindo ações mais equilibradas e menor chance de você agir impulsivamente.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.