Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

INSS amplia teto dos benefícios em 2022; veja o novo valor

Com o anúncio do índice inflacionário feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) junto ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a margem de bonificação da autarquia foi elevada para R$ 7.087,22.

O Instituto Nacional do Seguro Nacional (INSS) divulga novo teto dos benefícios para este ano. Com o anúncio do índice inflacionário feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) junto ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a margem de bonificação da autarquia foi elevada para R$ 7.087,22.

Veja também: Abono salarial PIS/Pasep: Saiba como consultar a situação e valor do benefício pelo celular

De acordo com as informações, os segurados que recebem um abono acima de um salário mínimo tiveram um reajuste de 10,16%. O índice é quase o dobro dos 5,45% cotados em 2021. Os novos valores devem ser confirmados pelo governo Federal após publicação no Diário Oficial da União.

Importante salientar que há um reajuste diferente para aqueles que passaram a receber a aposentadoria ou pensão a partir de fevereiro do ano passado. Neste sentido, os valores vão variar conforme primeiro mês de concessão do benefício.

Além disso, os aposentados, pensionistas e demais beneficiários do INSS que recebem um abono igual ao piso nacional, tiveram um reajuste um pouco maior, sendo de 10,18%, uma vez que a quantia deve ser, obrigatoriamente, definida com base no reajuste anual do salário mínimo.

A projeção é que o piso nacional de 2022 seja de R$ 1.212,00, segundo a consideração do Governo Federal. Contudo, quem recebe os benefícios do INSS por incapacidade terá o mesmo reajuste de 10,16%.

Empréstimo consignado volta a margem de 35% via INSS

Após a ampliação da margem do empréstimo consignado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para 40%, o percentual retorna aos 35% original. Em abril de 2021, presidente Jair Bolsonaro sancionou uma lei que elevou o limite consignado dos segurados da autarquia, liberando 35% para o empréstimo pessoal e 5% para cartão de crédito.

No entanto, a partir de janeiro deste ano, a margem voltou ao seu percentual tradicional de 35%. Isso porque, a ampliação foi temporária, considerando a segunda onda da pandemia da Covid-19. Agora, os aposentados poderão comprometer até 30% no empréstimo pessoal e 5% com cartão de crédito consignado.

Vale ressaltar que o crédito consignado é um empréstimo bancário com desconto automático na folha de pagamento do benefício do segurado contratante. Desta forma, devido ao desconto direto no benefício ou salário do cidadão, o serviço possui um dos menores juros do mercado. A margem consignável estipula quanto da renda mensal pode ser comprometida.

Enquanto isso, o cartão consignado funciona como um cartão de crédito utilizado no comércio cuja fatura é também descontada automaticamente na folha de pagamento do usuário. Com isso, caso tenha gastado um valor de R$ 50 com a ferramenta, receberá o abono com o valor equivalente já descontado.

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.