Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Imposto de Renda: 2º lote das restituições começa a ser pago HOJE!

Nesta quarta-feira(30) a Receita Federal anunciou que dará início ao pagamento das restituições referentes ao 2º lote do Imposto de Renda de 2021(IRPF). O ressarcimento deverá ser realizado na conta bancária informada pelo beneficiário na declaração do IR. A previsão da Receita é que aproximadamente 4,2 milhões de pessoas irão receber o valor no segundo lote.

O valor total a ser pago neste lote é de R$6 bilhões. O lote irá contemplar contribuintes prioritários e pessoas que entregaram a declaração de Imposto de Renda até o dia 21 de março. Para descobrir se pode receber o abono basta acessar o site da Receita Federal ou verificar por meio do aplicativo da Receita.

Os grupos contemplados neste lote são: idosos com mais de 80 anos (97.082 pessoas); contribuintes que tenham entre 60 e 79 anos(779.763 pessoas); pessoas com alguma deficiência seja ela física ou mental ou doença grave(54.240 pessoas); professores (385.591 pessoas) e contribuintes que estejam fora do grupo prioritário e que tenham entregado a declaração de IR até 21 março(2.906.310 pessoas). O lote também pagará as restituições residuais de outros anos.

Calendário de pagamento das restituições do Imposto de Renda

O pagamento será feito por meio de uma fila por ordem de chegada, sendo assim, o contribuinte que tiver enviado a declaração primeiro será restituído antes. Os únicos com prioridade e que não se enquadram na ordem de envio da declaração são as pessoas dos grupos preferências. Ou seja, idosos, pessoas com deficiência e professores.

O pagamento será realizado em 5 lotes no total, confira o calendário de pagamento do IR no ano de 2021:

  • 1º lote: 31 de maio
  • lote: 30 de junho
  • 3º lote: 30 de julho
  • 4º lote: 31 de agosto
  • 5º lote: 30 de setembro

A pessoa que deseja sacar sua restituição tem que ficar alerta ao calendário disponibilizado pela Receita Federal. Até porque, a data de recebimento não é informada antecipadamente. Sendo assim, é importante conferir o site da Receita Federal para ter certeza de que a restituição será paga naquele lote ou em outro que está citado acima.

Malha fina do IR

O compromisso do cidadão com a Receita Federal não termina na hora da entrega da declaração do Imposto de Renda. Também é papel do cidadão acompanhar todo o processamento da declaração enviada.

Esse período de processamento é o momento onde a Receita Federal poderá encontrar erros ou incoerências nas informações passadas pela pessoa. Uma vez que encontradas as inconsistências o pagamento da restituição é travado ou até mesmo o pode ser cobrado um valor mais alto no imposto.

Caso haja qualquer pendência na declaração de Imposto de Renda, o cidadão tem a possibilidade de corrigir a declaração, arrumando as informações inconsistentes que constarem nela.

Os saques das restituições que ficam presas na malha fina só são liberados após a correção dos erros ser realizada pelo contribuinte. Também há a opção do cidadão apresentar um documento que comprove que a declaração de Imposto de Renda feita por ele está correta, dessa forma o cidadão já poderá sacar o valor pago pela Receita.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.