Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Imposto de Renda: quais regras mudaram em relação a 2021?

De acordo com a Receita Federal, período de declaração do Imposto de Renda termina oficialmente no próximo dia 29 de abril

A Receita Federal segue nesta semana com os recebimentos das declarações do Imposto de Renda dos cidadãos brasileiros. O processo que se iniciou no último dia 7 de março, deve se encerrar no próximo dia 29 de abril. Na última atualização, pouco mais de 7 milhões de pessoas já tinham enviado os documentos.

A maioria, no entanto, ainda não enviou nada. Para tentar facilitar as coisas, a Receita Federal disse que as pessoas não precisam se preocupar com a questão das mudanças de regras. De acordo com eles, oficialmente pouca coisa mudou entre os anos de 2021 e de 2022. Na prática, as regras estruturais seguem as mesmas.

De acordo com analistas da própria Receita Federal, as mudanças que existiram entre os dois anos na verdade vieram para facilitar a vida dos cidadãos. Uma das novidades, por exemplo, é a questão do uso do pix. A partir de 2022, parte dos usuários poderão receber a restituição do Imposto a partir desta forma de pagamento.

Outra mudança foi com relação a declaração pré-preenchida. É uma espécie de documento que o cidadão pode baixar através do app da própria declaração. O ofício já vem com várias informações preenchidas contendo os dados que foram aplicados ainda no ano passado.

Caso a vida do cidadão não tenha mudado muito entre 2021 e 2022, ele só terá o trabalho de atualizar alguns pontos pequenos neste novo documento. Isto é, ele não precisará preencher tudo do zero. De acordo com a Receita Federal, a mudança facilita a vida do indivíduo que necessita enviar tais documentos.

Maioria ainda não enviou

Estamos exatamente a um mês do fim do prazo de envio da declaração do Imposto de Renda neste ano. Como dito, pouco mais de 23 milhões de brasileiros ainda não tinham feito nenhum envio até a última sexta-feira (25).

Dentro da Receita Federal, há um temor de que a grande maioria das pessoas esteja planejando realizar a declaração apenas nos últimos dias. De acordo com analistas, essa pode ser uma escolha perigosa.

Por isso, a Receita Federal começou a aumentar a campanha para que os cidadãos realizem o processo mais cedo. A expectativa é que nesta semana, o número de envios aumente consideravelmente.

Vantagens de declarar o Imposto de Renda mais cedo

De acordo com a Receita Federal, as pessoas que declaram o Imposto de Renda mais cedo possuem uma série de vantagens em relação aos cidadãos que deixam tudo para a última hora neste mesmo processo.

Os cidadãos que declaram mais cedo possuem mais mais chances de receber a restituição mais cedo também. Isso considerando que ele tenha direito de pegar o valor. As restituições acontecerão no segundo semestre.

Além dessa vantagem, os indivíduos que declaram as informações mais cedo possuem uma possibilidade maior de corrigir possíveis erros. Mesmo quem já enviou a declaração, pode realizar as retificações.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.