Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (2 votes)

Idade Média: resolução comentada de questões de vestibular

Confira!

Idade Média: análise de questões de vestibular

A Idade Média é um período da história que se inicia com a queda do Império Romano, no ano de 476 d.C., e que termina no ano de 1453 d.C., com a Queda de Constantinopla.

Eventos do período são abordados com muita frequência por questões dentro das principais provas do país, com um destaque para os vestibulares.

Assim, para que você consiga entender como o assunto pode aparecer na sua prova, o artigo de hoje trouxe a análise de questões de vestibular sobre a Idade Média. Confira!

Questões de vestibular: UFPR

(UFPR – 2017) Para muitos pesquisadores, é correto assinalar que durante a Idade Média foram os árabes, não os cristãos, os herdeiros e sucessores da ciência helênica, uma herança que fez com que toda a extensão dos seus domínios, da Espanha ao Afeganistão, o mundo muçulmano, fosse cenário de uma atividade intelectual intensa, não só em filosofia, mas também em matemática, astronomia e medicina. Nem sempre conhecida ou traduzida no Ocidente, essa produção está preservada em uma grande quantidade de manuscritos.

(BISSIO, Beatriz. O mundo falava árabe. A civilização árabe-islâmica clássica através da obra de Ibn Khaldun e Ibn Battuta. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012, p. 36.)

Com base no texto acima e nos conhecimentos sobre o mundo muçulmano na Idade Média, assinale a alternativa correta.

A) Foi justamente em função do seu caráter religioso fragmentado que o mundo muçulmano e a sua civilização distinguiram-se mais vigorosamente do Ocidente cristão, fortemente homogêneo. A existência, no seio do Império Muçulmano, de numerosas tendências religiosas teve consequências consideráveis na produção de manuscritos.

B) Apesar da sua hegemonia nas ciências durante o período medieval, a civilização muçulmana era, afinal, um simples conjunto díspar de empréstimos culturais, o qual não conseguia refletir o novo universalismo e a nova ordem social que se instaurou com o surgimento do Islã.

C) Durante esse período, cidades como Córdoba, Bagdá e Alexandria, entre outras, se tornaram centros de intercâmbio de conhecimentos. Tratava-se de um circuito cosmopolita do qual a Europa, periférica e tragada por diversas crises religiosas, não participou.

D) A Idade Média foi um período caraterizado pelo domínio efetivo, militar e político, dos países muçulmanos sobre os países cristãos. Um domínio caracterizado, entre outras coisas, pela presença hegemônica da língua árabe nos espaços comerciais, políticos e acadêmicos da Europa.

E) Existe consenso entre a maioria dos historiadores que estudam o período de que a emergência do horizonte renascentista deve muito ao trabalho dos sábios e acadêmicos muçulmanos, conhecidos pelo mundo cristão, sobretudo, através da Península Ibérica.

Análise:

A resposta correta para a questão é a letra E.

O candidato deveria ter em mente que a expansão muçulmana medieval acontecia principalmente por meio do domínio sobre a Península Ibérica.

Assim, ao longo de sua expansão, os islâmicos desenvolviam as suas formas de pensamento e as expandiam para o continente europeu, influenciando em muitos aspectos os intelectuais europeus. A influência islâmica alcançaria também o pensamento intelectual do Renascimento.

Questão de vestibular: UEL

(UEL) Como parte do acervo do Museu do Louvre, as obras Estátua Equestre e Espada Joiosa expressam o período de Carlos Magno, na alta Idade Média europeia (séculos VIII-IX).

Sobre as características da dinastia carolíngia, assinale a alternativa correta.

A) Carlos Magno criou a Escola Palatina reunindo estudiosos de várias áreas e de diferentes regiões da Europa.

B) Sob o domínio dos carolíngios ocorreu uma separação entre o poder temporal e o poder espiritual.

C) O poder central do rei carolíngio se fortaleceu perante o enfraquecimento do poder local dos senhores feudais.

D) O Tribunal do Santo Ofício regulava de forma hegemônica os conflitos entre os senhores feudais carolíngios.

E) Carlos Magno manteve um período de paz permanente em seus domínios territoriais.

Análise:

A resposta correta para a questão é a letra A.

O candidato deveria ter em mente que o imperador Carlos Magno reuniu em sua corte intelectuais de diversos campos do conhecimento, e de regiões variadas.

Devemos nos lembrar que o período em questão ficaria conhecido como “Renascimento Carolíngio”. O Renascimento Carolíngio foi iniciado por Pepino, o Breve, que havia colocado fim à dinastia merovíngia.

A série de reformas que caracterizou o movimento foi elaborada com o intuito de estimular a produção cultural das áreas dominadas pelo Império Carolíngio.

Assim, foi nesse contexto que Carlos Magno, filho de Pepino, passou a incentivar o ensino de disciplinas como literatura, gramática, aritmética e retórica nas instituições de ensino europeias.

As demais alternativas trazem afirmações que não podem ser relacionadas ao período em que Carlos Magno esteve no poder, como o Tribunal do Santo Ofício (que só seria criado anos depois).

5/5 - (2 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.