Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Governo cortou Auxílio Emergencial de mais de 2 milhões em 2021

De acordo com informações do próprio Ministério da Cidadania, mais de 2 milhões de brasileiros tiveram o Auxílio cancelado

Mais de 2 milhões de brasileiros que começaram a receber o Auxílio Emergencial em abril deste ano, não estão recebendo mais o benefício em questão. Quem está dizendo isso é o próprio Ministério da Economia. Os cortes aconteceram por diversos motivos e foi o Dataprev que acabou analisando isso.

É que de acordo com as informações do Governo Federal, o Auxílio Emergencial deste ano está reanalisando a situação das contas do programa. A ideia é evitar que milhares de pessoas recebam o dinheiro do benefício sem ter mais direito a ele. E aqui as reanálises não investigam apenas as possíveis fraudes nos perfis.

De acordo com o Dataprev, eles também analisam a questão da atualização dos dados de cada cidadão. Então se alguém, por exemplo, passou a ter um emprego formal, essa pessoa não vai mais poder receber o dinheiro do benefício. Em regra geral, ela não precisa devolver aquilo que ganhou anteriormente, mas não recebe as parcelas seguintes.

Só entre este os meses de maio e junho, o Governo realizou o corte do benefício de cerca de 1,1 milhão de pessoas. De acordo com o Ministério da Cidadania, essa foi a soma dos bloqueios do Dataprev e da Controladoria Geral da União (CGU). Os dois órgão verificam as irregularidades no recebimento do benefício.

Por causa dessa queda no número de beneficiários, o Governo Federal está gastando cada vez menos com os pagamentos do Auxílio Emergencial. A cada mês que passa, eles passam a fazer repasses menores. De acordo com as informações oficiais, tudo começou com um gasto de R$ 8,9 bilhões em abril e parou com a liberação de R$ 8,5 bilhões agora em junho.

Mães solteiras

Boa parte dos beneficiários que tiveram o corte acabaram indo mostrar indignação nas redes sociais. É que de acordo com essas pessoas, o bloqueio aconteceu por motivos injustos. Eles afirmam que não mudaram de situação nesta pandemia.

O Dataprev, no entanto, afirma que todos os bloqueios acontecem depois de uma rígida reanálise dos dados. De qualquer forma, membros do órgão disseram que as pessoas que passaram pelo bloqueio possuem o direito de fazer a contestação em até dias úteis depois do cancelamento.

No entanto, vários cidadãos afirmam que o botão de contestação não apareceu na hora de consultar os dados da conta do Auxílio Emergencial. É que nem todo mundo que passou pelo bloqueio está tendo direito de contestar o resultado junto ao Dataprev

Auxílio Emergencial

Há exatamente uma semana, o Governo Federal anunciou a prorrogação do Auxílio Emergencial. Agora não se trata mais de uma informação de bastidor. O Palácio do Planalto até editou a Medida Provisória (MP) da medida.

Com a prorrogação, o programa não vai durar mais até julho, e sim até outubro. O Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que existe a possibilidade de uma segunda adição de meses. Isso, no entanto, vai depender do desenvolvimento da pandemia no Brasil.

O que não vai mudar mesmo são os valores do Auxílio Emergencial. Seguem portanto os mesmos. São montantes que variam entre R$ 150 e R$ 375 a depender da pessoa. Essa lógica deve seguir durante os meses adicionais do projeto.

11 Comentários
  1. Marli Diz

    Fui cortada também pois… Trabalhei de contrato na minha cidade no ano passado essa prefeitura que contrata e bota pra fora toda hora passa 2e 3 mês estamos no olha da rua, nada certo, um contrato que eles fazem o que quem com você, infelizmente não tenho trabalho vai fazer um ano agora no mês de outubro. Fui cortada do auxílio era pouco mais me servia agora estou pela misericórdia de Deus.

  2. Márcia Helena dos Reis Diz

    Meu marido tmb foi bloqueado sem justificativa nenhuma e uma vergonha

  3. Rodrigo Diz

    Eu estou em situação de virar morador de rua desempregado o pilantra cortou o meu em novembro agora com 55 anos não tem trabalho nem esperança de arrumar e pensão para pagar aluguel e minha esposa doente precisando de cirugia de urgência para não morrer e cortaram o dela também que Brasil e este ? Falta de governo estamos perdido e tem gente da alta classe recebendo isso e muita indignação

  4. Alessandra Diz

    Dessa última vez não pude receber,sendo que estou desempregada!! Não tive nem como contestar,pois falaram que meu esposo declarou mais de 28 mil,Mas ele fez isso pois foi mandado embora do trabalho,por isso deu esse valor.Ele conseguiu um emprego e ganha muito menos quando eu recebia as primeiras parcelas..Isso é injusto, pois eu continuo desempregada, minhas produções de vendas de chocolate caíram muito, pois para fugir do desemprego fazia sobremesa, docinhos de aniversário .
    Mas agora sem festa,as pessoas não me procuram mais.

  5. Conceição silva Diz

    Brasil país de corruptos, sem vergonha sem caráter, que só pensam em si próprios,fui cortada do auxílio, desempregada pq nesse país vc completa 50 já é inválido, só que para aposentar vc é jovem demais,dividindo aluguel agora,esperando uma oportunidade e misericórdia de Deus, agora tem uns que nem precisam estão la recebendo, quantas pessoas que necessitavam de verdade foram cortadas Brasil país que nunca vai mudar pq cada presidência e uma pior que a outra

  6. Pedro Joner Diz

    O da minha esposa também foi bloqueado, nossa situação não mudou nada do ano passado pra cá, não tive aumento de salário e ela continua desempregada. Nem podemos contestar, pois o aplicativo dizia que já tinha passado o prazo de contestação, e ainda tava no prazo. Tomara que este dinheiro que bloquearam da minha esposa vá realmente pra quem precise mais do que nós.

  7. Débora Diz

    Estou bloqueada desde do dia 11 de junho sou mãe solteira e não tenho emprego. E nem tive o direito de contestar pois não conseguia de jeito nenhum e depois passou o prazo.

    1. Rafaela Duarte Diz

      Também sou mãe solteira e tive o benefício bloqueado mão tenho renda não indendo essas análise do datbrev pq tem pessoas ganhando que não precisam e quem precisa está na espera de um milagre s

    2. Leka Diz

      Eu tb me encontro nessa situação!

  8. Maria Conceição Napoleao Diz

    Boa tarde minha renda não mudo é meu auxilio foi bloqueado é não tive como contesta ele no aplicativo mostra um valor que teria de receber é recebo.outro

    1. Terezinha Vieira Diz

      Fui bloqueada também, e a mensagem diz que eu não tenho CPF. Diz que eu tenho que fazer atualização, porém a Caixa não está fazendo atualização, por causa da pandemia este serviço está suspenso!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.