Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.5/5 - (16 votes)

Governo confirma mais uma vez que não vai prorrogar Auxílio Emergencial

Em entrevista nesta quinta-feira (11) líder do Governo no Senado disse que Palácio do Planalto não vai mesmo prorrogar Auxilio

O Governo Federal deu nesta quinta-feira (11) mais um indício de que não vai mais prorrogar o Auxílio Emergencial. Quem disse isso foi o próprio líder do Planalto no Senado Federal, o Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). De acordo com ele, o objetivo do poder executivo agora é “focar em quem está passando fome”.

“Para manter o auxílio emergencial em 2022, o governo gastaria R$ 140 bilhões. Se este governo pensasse na eleição, não tiraria 20 milhões de pessoas do auxílio. Mas o governo busca atender de fato os que estão passando fome, com cautela e prudência”, disse o Senador em entrevista para a emissora Globo News.

Ao dizer isso, aliás, o líder do Governo passa a considerar que apenas os usuários do Auxílio Brasil é que estão passando fome no país neste momento. Mas acontece que dados de membros do próprio Palácio do Planalto admitem que os vulneráveis que irão ficar de fora do novo programa também correm esse risco.

Em publicação ainda nesta semana, o Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) disse em uma de suas redes sociais que cerca de 20 milhões de pessoas estão passando fome no Brasil neste momento. Mas ele admitiu que o Governo só deverá atender cerca de 17 milhões no novo Bolsa Família.

Também recentemente, o próprio Ministro da Cidadania, João Roma, disse que se o Auxílio Emergencial não for prorrogado, cerca de 25 milhões de pessoas que estavam recebendo alguma ajuda do Governo Federal passarão a ficar sem nada. Ele disse que iria encontrar uma solução para elas. Mas até agora nada.

Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial, aliás, foi um programa criado ainda no ano passado. O objetivo inicial dele era ajudar as famílias de vulneráveis que não estavam conseguindo trabalhar por causa da pandemia do novo coronavírus.

Essa primeira etapa do programa durou apenas até o fim de 2020. De qualquer forma, diante da piora da situação pandêmica no país, o Governo optou por retomar os repasses do projeto ainda em abril deste ano.

Fim do programa

A ideia inicial, aliás,  era seguir com esses repasses até o mês de julho de 2021. Mas como a pandemia ainda apresentava números alarmantes, o Governo preferiu prorrogar o benefício até este último mês de outubro.

Agora, o programa chegou oficialmente ao fim. De acordo com o calendário oficial de pagamentos, o último repasse aconteceu ainda no último dia 31 de outubro. Cerca de 39 milhões de pessoas receberam pelo menos uma parcela do projeto em 2021.

Chances de prorrogação

Existem chances de prorrogação? De acordo com informações de bastidores, sim. A possibilidade fica maior em um cenário de não aprovação da PEC dos Precatórios, que ainda está tramitando no Senado Federal.

De qualquer forma, sabe-se que hoje as chances são muito pequenas. Recentemente, o próprio Presidente Jair Bolsonaro criticou os pedidos pela prorrogação do benefício. “Querem que eu prorrogue o Auxílio Emergencial. Prorrogar até quando? O Governo Federal está no limite”, disse ele durante entrevista para uma rádio do Mato Grosso do Sul.

3.5/5 - (16 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

7 Comentários
  1. Francisco Diz

    Corta auxilio moradia, paletó, Celular, jatinho, bebidas caras e banquetes do STF, tudo isso se for cortando sobra pro povo, porque não o fazem igual ao trabalhador tira do próprio bolso do alto salário que ganha pra manter a vidinha de luxo, essa política podre do Brasil tem que mudar urgente, estou vendo isso aqui virar um háiti, parte do povo tá nem aí enquanto tiver grana pra cachaça tá tudo bem, enquanto outra parte passa fome.

  2. LEIDOKA TOMBA HOMEN DO BALAKOBAKO Diz

    tem que diminuir É O SALÁRIO DESSES POLÍTICOS, E NAO TIRAR DINHEIRO DOS PRECATÓRIOS (POIS ESTES SE DEVEM A PESSOAS QUE POR UM MOTIVO OU OUTRO FORAM INJUSTIÇADAS O DESMERECIDAS EM ALGUA SITUAÇÃO, DE ALGUMA FORMA).
    “JÁ ESTA “CORJA!” EM QUASE SUA TOTALIDADE,RECEBE AUXILIO P QUASE TUDO $$$…E ESTES NÃO É POUQUINHO NÃO…!!!
    DIMINUIR ESSA POUCA VERGONHA …$$$… ELES NÃO QUEREM!
    O POVO QUE PAGUE O PATO!

  3. Mary Diz

    Esse governo não está pensando nas mães solos que ficarão sem o auxílio e sem o auxílio Brasil pq vai tentar fazer inscrição nisso aí….eu não voto nesse Jair nunca mais

  4. Tito Diz

    Em 2022 os que “não passam fome” vão mostrar pra esse GOVERNO PORCO o que a gente achou.

  5. Jack Diz

    Auxilio Brasil e bom para BO Bom para Otario

  6. Iranildo Silva hungria Diz

    Se a eleição fosse hoje ele não ganhava mais ele já estaria fora

  7. Taciana Diz

    Não vai ter prorrogação já teve voltação e se Deus quiser vai ter auxílio Brasil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.