FGTS: Veja como consultar os valores disponíveis para saque extraordinário

No mês de abril, dois grupos terão direito ao saque extraordinário do FGTS. A partir do dia 20, a Caixa Econômica Federal deve liberar o saque de até R$ 1 mil do fundo de garantia, para trabalhadores que possuem contas ativas e inativas. Segundo o governo federal, a medida deve beneficiar mais de 42 milhões de brasileiros. 

“O objetivo da medida é reduzir o comprometimento da renda e endividamento das famílias em função da crise sanitária provocada pela Covid-19”, explicou o governo federal. O crédito do saque extraordinário será feito em Conta Poupança Social Digital na Caixa. 

Confira o calendário do saque extraordinário do FGTS

O saque extraordinário do FGTS será feito de acordo com a data de nascimento dos trabalhadores. Neste mês, os cidadãos nascidos em janeiro e fevereiro poderão sacar até R$ 1 mil. Veja a data de liberação dos recursos:

Nascidos em: Liberação do saque:
Janeiro 20/04
Fevereiro 30/04
Março 04/05
Abril 11/05
Maio 14/05
Junho 18/05
Julho 21/05
Agosto 25/05
Setembro 28/05
Outubro 01/06
Novembro 08/06
Dezembro 15/06

 

Os trabalhadores podem fazer a consulta do saque extraordinário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no site, aplicativo ou em agências da Caixa Econômica Federal. Ao fazer a consulta pelo site, será necessário que o trabalhador informe o NIS (PIS/Pasep) e utilize uma senha cadastrada anteriormente. Vale lembrar que é possível utilizar a Senha Cidadão.

Após o crédito dos valores, os trabalhadores poderão utilizar o dinheiro para pagar contas, boletos, bem como fazer compras por meio do cartão de débito virtual. As compras podem ser feitas em sites, aplicativos e até mesmo estabelecimentos comerciais com o QR Code. 

Como descobrir o número PIS 

Para fazer a consulta do saque extraordinário do FGTS, é preciso ter em mãos o número PIS, que pode estar na Carteira de Trabalho, extratos do fundo de garantia ou no cartão cidadão. É possível ainda descobrir o número PIS ligando para o telefone da previdência social (135) e selecionando o número 5. Desse modo, um atendente confirmará os dados cadastrais do trabalhador. 

O PIS pode ser consultado também por meio do aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” e “FGTS”, disponíveis para download para aparelhos Android e iOS . Nesses casos, é preciso acessar a área dos contratos registrados, onde o número estará disponível. A Caixa Econômica Federal informa que nos aplicativos Caixa Trabalhador e Caixa Tem, também são disponibilizados dados referentes ao PIS. 

Para os cidadãos que preferem descobrir o número PIS por meio de sites, é possível acessar o site do Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis), clicar em “Cidadão” e posteriormente na área “Inscrição”, localizada no canto superior esquerdo. Em seguida, será preciso clicar em “Filiado” e preencher os dados como constam na carteira de trabalho. 

Se todos os dados forem inseridos da forma correta, o site disponibilizará informações do trabalhador. Desse modo, será possível utilizar o NIS para consultar o saque do FGTS e conferir se existem recursos disponíveis. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.