Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Falta de internet na casa dos alunos prejudicou ensino remoto em 86% das escolas, aponta levantamento

Levantamento feito Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic) aponta que falta de acesso à internet na casa dos alunos afetou o ensino remoto na maioria das escolas do país durante a pandemia. Os dados divulgados no início desta semana apontam que 86% das escolas tiveram dificuldade por falta de internet. 

Nesse sentido, 8 em cada 10 escolas foram afetadas pelo problema. O levantamento foi feito com escolas públicas e particulares de todo o Brasil. Ao todo, a pesquisa TIC Educação ouviu 3,6 mil escolas entre setembro de 2020 e junho de 2021.

Na rede pública, o índice de escolas municipais afetadas pela falta de internet, de celular e computador é de 93%. Já entre as escolas estaduais o número chega a 95%. Entre as escolas particulares o número é menor, de 58%.

Falta de apoio dos pais foi o maior problema

Além disso, a dificuldade dos pais e responsáveis prestarem apoio aos alunos durante o período de ensino remoto emergencial também foi um problema muito apontado pelas escolas. Das escolas ouvidas pela pesquisa, 93% relataram enfrentar esse problema. 

De acordo com a coordenadora da pesquisa, Daniela Costa, é importante entender os desafios do ensino remoto para fornecer informações sobre o cenário de acesso, de uso e de apropriação das tecnologias no âmbito educacional para a comunidade escolar.

“Desta forma, alunos, professores e gestores escolares podem usufruir dos dados para analisar a sua própria realidade e gerar ações que contribuam para a sua melhoria”, ressalta Costa. 

Confira mais dados da pesquisa no site da Cetic.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia STF determina a reabertura de prazo para pedidos de isenção da taxa do Enem 2021.

Veja Citação direta e indireta: como citar de acordo com a ABNT.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.