Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Entenda se a prorrogação do Auxílio Emergencial exigirá novo cadastro

Novas parcelas não necessitam que o beneficiário realize o cadastro mais uma vez.

O atual ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou nos últimos dias que ocorrerá uma nova prorrogação do Auxílio Emergencial no ano de 2021. Assim, a extensão se iniciará a partir do mês de agosto. Além disso, Guedes também relatou que a extensão do benefício contará com mais três parcelas pagas em agosto, setembro e outubro. 

Dessa forma, durante sua declaração, o ministro também comentou sobre as possibilidades do programa assistencial se prorrogar até o fim do ano de 2021. 

“Então o auxílio que terminaria em 31 de julho, ele segue agosto, setembro e outubro. Outubro é o mês que todos os governadores tão dizendo que terão vacinado toda a população adulta brasileira. Alguns estados estão inclusive anunciando pra final de agosto e início de setembro”, disse Guedes. 

No entanto, Paulo Guedes não descartou o pagamento das parcelas até o mês de dezembro de 2021. “Quem dirige o auxílio emergencial é a pandemia. Se a pandemia continuasse fora de controle em setembro, outubro, novembro, vamos ter que renovar de novo o auxílio emergencial. Mas não é a expectativa no momento”, relatou o ministro durante um encontro virtual da Comissão Temporária da Covid-19 que o Senado Federal elaborou.

Valor das novas parcelas do Auxílio Emergencial em 2021

Indo adiante, os valorem das parcelas devem ser os mesmo pagos atualmente. Isto é, parcelas de R$ 150, R$ 250 e R$ 375, em que a quantia varia de acordo com a constituição familiar de cada participante. 

Ademais, para a realização do pagamento das novas parcelas, o Governo Federal terá que abrir crédito extraordinário. Isso ocorre já que o teto de R$ 44 bilhões que a PEC Emergencial propôs não será suficiente para a realização do pagamento da quantia a todos os integrantes do benefício.

Dessa forma, a inclusão de novos beneficiários não acontecerá. Além disso, os valores devem se creditar ao grupo atual de 39 milhões de cidadãos que tiveram aprovação para receber as primeiras parcelas do programa. 

Assim, a primeira parcela da extensão tem previsão para se iniciar em agosto e deve seguir os mesmo cronogramas que se utilizaram até o momento. Isto é, com os depósitos dos valores sempre a partir do dia 15 de cada mês.

Contudo, ainda não aconteceu a divulgação do calendário oficial das novas parcelas, mas deve haver publicação no Diário Oficial em breve.

Será necessário se cadastrar novamente para receber a prorrogação do Auxílio Emergencial?

O processo de extensão das parcelas do Auxílio Emergencial já vem sendo pauta de discussão há algumas semanas. Assim, após as declarações do ministro da economia e do presidente da República, o programa assistencial tem a certeza da inclusão de mais três parcelas. 

No entanto, a divulgação desta notícia acabou gerando diversas dúvidas. Uma delas é sobre um possível recadastramento para ter acesso aos novos valores do Governo Federal. 

Nesse sentido, os trabalhadores que já estão recebendo o benefício não precisam se preocupar. Ocorre que o processo de extensão não irá exigir que os participantes atuais do programa realizem algum tipo de recadastro ou atualização de dados. 

Contudo, apesar de não ser necessário a realização de algum procedimento para a renovação do benefício, a fiscalização do Governo Federal continua. Portanto, é possível que ocorra a exclusão e bloqueio de alguns beneficiários que estejam recebendo o benefício de maneira irregular. 

Ademais, é importante lembrar que em todos os meses, antes da liberação de um novo lote de pagamento, o Governo realiza uma varredura. Assim, analisa a situação de todos os inscritos, a fim de encontrar possíveis irregularidades no recebimento da quantia. 

Um dos principais motivos que excluem participantes, por exemplo, é o caso de cidadãos que estavam desempregados, mas que conseguiram um emprego de carteira assinada e continuam recebendo o benefício.

Quarta parcela do benefício se inicia em julho

Contudo, antes do início da nova rodada de pagamentos da extensão do auxílio, o Governo ainda planeja realizar o depósito da quarta parcela do Auxílio Emergencial. Assim, ela ocorrerá a partir do início do mês de julho para os 39 milhões de participantes do benefício. 

Ademais, é possível, ainda, que o Governo antecipe o calendário de pagamento da quarta parcela. Isso porque foi assim que também como ocorreu nas três primeiras parcelas de 2021. No entanto, até agora, o calendário ainda não sofreu nenhuma alteração.

Calendário de pagamento da quarta parcela

Dessa maneira, receberá a quarta parcela do benefício os beneficiários do Cadastro Único, da seguinte forma:

Mês de Nascimento Data de crédito em conta Data para saque em dinheiro 

Janeiro 

23 de julho 

13 de agosto 

Fevereiro 

25 de julho 

17 de agosto 

Março 

28 de julho 

19 de agosto 

Abril 

01 de agosto 

23 de agosto 

Maio 

03 de agosto 

25 de agosto 

Junho 

05 de agosto 

27 de agosto 

Julho 

08 de agosto 

30 de agosto 

Agosto 

11 de agosto 

01 de setembro 

Setembro 

15 de agosto 

03 de setembro 

Outubro 

18 de agosto 

06 de setembro 

Novembro 

20 de agosto 

08 de setembro 

Dezembro 

22 de agosto 

10 de setembro 

 

Contudo, já aqueles que participam do Bolsa Família, terão o valor em suas contas, de acordo com o final de seu NIS (número de identificação social). Além disso, esse grupo de beneficiários sempre recebe nos dez últimos dias úteis do mês. Portanto, o calendário será da seguinte maneira: 

Dígito final do NIS 

Data de pagamento 

1 

19 de julho 

2 

20 de julho 

3 

21 de julho 

4 

22 de julho 

5 

23 de julho 

6 

26 de julho 

7 

27 de julho 

8 

28 de julho 

9 

29 de julho 

10 

30 de julho 

 

Valor do Bolsa Família pode chegar a R$ 300

Além disso, o presidente Jair Bolsonaro relatou que, logo após o fim do pagamento do Auxílio Emergencial o Governo Federal, pretende aumentar a quantia paga pelo Programa Bolsa Família. Nesse sentido, durante entrevista ao canal SIC TV no dia 15 de junho, Bolsonaro afirmou que a intenção do Governo é que o valor do Bolsa Família chegue a R$ 300 mensais em dezembro de 2021. 

Portanto, tudo indica que a modificação dos valores do benefício ainda deve acontecer este ano. Isso porque a lei eleitoral proíbe a realização de reajustes em benefícios sociais em ano de eleições. 

No tocante ao Bolsa Família, tivemos uma inflação de 14% dos produtos da cesta básica, teve item que subiu até 50%. E o Bolsa Família a ideia é dar um aumento de 50% para ele em dezembro“, afirmou. “Passaria em média de R$ 190 para R$ 300, é isso que tá praticamente acertado aí“, disse o presidente.

15 Comentários
  1. Carlos Alberto Diz

    Tudo pilantras safados tem q morrer é tudo tem q jogar uma bomba la dentro o desstruir tudo fora os inocentes

  2. Edileuza Diz

    Ninguém vai receber em julho não uai a quarta parcela.pra quem nasceu em maio..
    Não tô entendo nada viu…
    Me explicar isso aí..

  3. David Diz

    Infelizmente quem deveria estar recebendo o auxílio emergencial nao estar e quem nao precisa receber ta recebendo nao entendo que rastreamento e esse que essa equipe do governo responsavel pelo pagamento desse auxilio ta fazendo.

  4. Goreti Diz

    Eles tem que rever sim o recadastramento, pois nesses 4 meses muitos perderam o emprego, eu mesma não tive direito pq tinha registrado minha carteira em fevereiro deste ano, até aí tudo bem, mas em 8 de maio fui mandada embora, estou desempregada , recebo 170,00 do bolsa família, pago 650,00 aluguel, luz 150 em média, internet 100,00 , mas já vai fazer 2 meses que está tudo atrasado, não tenho ajuda de ninguém, a não ser de Deus, então seria justo fazer uma nova análise pra ver se mais alguém se encaixa no programa

  5. Rita de Cassia Diz

    Como e que pode uma família que viver nas mesma casa só um que receber o auxílio emergência eu sou mãe separada tenho filho não recebo já meu irmão. solteiro que n te filho receber dozento e cinquenta gasta do vício da bebida n da nada a família senhor governo o dinheiro vai ✋ errada

  6. Maria Rosinei da Costa Diz

    Sou chefe de família! Não consigo trabalhar! Estou com câncer e prisiso muito desse dinheiro! Me ajuda a voltar a receber!😭😭😭😭😭

  7. Marcio Benigno Diz

    Governo,lixo só tá dando dinheiro para vagabundos tem um monte de gente, que perdeu seus trabalhos ano passado ai não conseguiu dar entrada no auxílio emergencial,por conta do seguro desemprego,mais o seguro desemprego,acabou ai nem conseguiu fazer o cadastro do auxílio,agora conheço um monte de vagabundos, que recebe esse é governo que os trabalhadores quiz esse lixo.

  8. Leynara Diz

    Acho um absurdo não ter um novo cadastro para quem perdeu o emprego na pandemia, enquanto uns que nunca trabalharam de carteira assinada e nunca contribuíram com INSS recebem a tempos. Um ABSURDO TOTAL E DESRESPEITO COM OS TRABALHADORES! Lamentável.

  9. Adriana Diz

    O meu auxilio foi bloqueado,nao deu para contestar,porque passou do prazo.E um absurdo!!

  10. Caíque Rodrigues Diz

    Só vejo falarem em quem pode perder, mas nunca em quem pode ter upgrade. Até hoje meu filho não aparece adicionado como meu dependente e nem aparece opção de adição.

  11. Adriana Diz

    O meu auxilio foi bloqueado,nao deu para contestar.E um absurdo

  12. Valeria dias paes Diz

    Eu queria saber porque que eu não consegui o auxílio emergencial deste ano ano passado eu tava recebendo auxílio emergencial do BpC aí março desse ano eu fui indeferido pelo INSS eu não tenho renda nenhuma estou desempregada porque que eu não consigo auxílio emergencial

  13. Vitor Diz

    Não fiquem chorando faz arminha

  14. Abraão alves pereira Diz

    Por que eles não presta atenção eu sou pai sozinho não vi opção quando me cadastrei cuido de três adolescente recebo 150 reais difícil viupodia ter uma opção pra consertar isso já que manda atualizar o cadastro aff

  15. Vânia Diz

    Esses governantes são tudo um bando de safados,querem que o povo morra de fome,eita raça que so pensa no bolso deles,pois nós otários que somos prejudicados,bando de ladrões.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.