Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

É melhor pedir demissão antes ou depois das férias?

Será que é melhor pedir demissão antes ou depois das férias? Qual o momento mais oportuno para fazer este pedido de uma forma consciente e tranquila?

Neste texto você verá algumas reflexões que poderão lhe ajudar com essa decisão. Esperamos contribuir com a sua auto reflexão! Vamos lá?

É melhor pedir demissão antes ou depois das férias?

Na realidade, não existe uma regra. Isto é, não podemos dizer se é melhor pedir demissão antes ou depois das férias. É preciso avaliar cada caso.

Por exemplo, se você tem plena certeza de que quer a demissão e, ainda, já tem outro emprego em vista, poderá solicitar o desligamento o quanto antes. Ou seja, sem tirar as suas férias.

Em contrapartida, se você ainda tem muitas dúvidas ou não sabe exatamente aonde vai trabalhar, as férias podem ser um bom momento para pensar no assunto.

Portanto, é fundamental que você analise a sua própria situação. O que será que é melhor para você? Qual momento pode ser mais adequado para tomar uma decisão e uma atitude tão importante? Pense sobre isso.

As férias podem ser um bom momento de reflexão

As férias, normalmente, mexem com o emocional das pessoas que não estão lá muito satisfeitas com o trabalho. Afinal, é neste instante que temos a chance de perceber que existem outras oportunidades e formas de atuar no mercado de trabalho.

Sendo assim, quando se pensa se é melhor pedir demissão antes ou depois das férias, talvez podemos considerar que o recesso é um momento de reflexão. Você pode analisar como está a sua vida profissional, quais são as suas metas para de hoje em diante, aonde você quer chegar, etc.

Todo esse plano de carreira poderá servir de alicerce na hora de tomar a decisão do pedido de desligamento. Até porque você pode estar pensando com a “cabeça quente”, mas, talvez o ideal seja esperar mais um pouco antes de simplesmente aceitar a situação de pedir demissão.

Portanto, essa é a nossa sugestão: se você ainda tem dúvidas e não sabe o que fará quando estiver desempregado, use as férias para pensar no assunto.

Que tal procurar emprego nas férias?

Da mesma forma que as férias podem ser um bom momento de reflexão, elas também podem ser o momento ideal para encontrar um novo emprego.

Sendo assim, se você tem plena certeza de que quer o desligamento, mas ainda não tem um bom e novo emprego em vista, cogite usar as férias para isso.

Assim, você vai enviando o seu currículo, visitando empresas e analisando oportunidades. E caso não seja contratado logo, poderá ainda trabalhar um pouco mais no emprego atual, aguardando as repostas das seleções que você está participando, por exemplo.

Dessa maneira, vemos que pode ser melhor pedir demissão apenas depois das férias. Mas, como mencionamos no começo do conteúdo, tudo depende do seu caso. É você quem deve responder se é melhor pedir demissão antes ou depois das férias. Analise a sua situação para tomar essa decisão. 

O que é melhor para você?

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Genivaldo bolsonaro Diz

    AFF… Perda de tempo ler esse lenga lenga.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.