Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

CONFIRMADO calendário do auxílio emergencial de R$300 AMANHÃ

Segundo o ministro Onyx Lorenzoni, o pagamento ainda deve começar a ser feito ainda este mês. 

O Governo Federal confirmou que vai liberar o calendário do auxílio emergencial de R$ 300 nesta segunda-feira, 28 de setembro. Segundo o ministro Onyx Lorenzoni, o pagamento ainda deve começar a ser feito ainda este mês.

O ministro deu a declaração durante reunião em Palmas, onde liberou recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Tocantins.

“A gente pretende, no máximo até segunda-feira, fazer a publicação. Desde o início a gente sempre manteve o cronograma do Bolsa Família porque são 14 milhões e 274 mil famílias que são as famílias mais vulneráveis do Brasil”, afirmou.

O governo de Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação de mais quatro parcelas de R$ 300 do auxílio emergencial em agosto. Até agora, apenas os beneficiários do Bolsa Família tiveram o calendário confirmado. O calendário desse grupo é o mesmo do Bolsa Família, que foi divulgado no início do ano pelo governo.

Desde semana passada, os beneficiários do Bolsa Família recebem a primeira parcela de R$ 300. Cada dia, seguindo o calendário de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), um grupo tem o pagamento liberado.

Entre os demais beneficiários, os que começaram a receber o auxílio emergencial de R$ 600 em abril atualmente recebem a quinta parcela de R$ 600. “Os demais, que devem já ter o calendário colocado, eu espero que até o final da semana, mas no máximo até segunda-feira vai ser publicado. A equipe está trabalhando fortemente para ver se até o final desta semana ou no máximo na segunda a gente publica no diário oficial para iniciar os pagamentos ainda no mês de setembro”, disse Lorenzoni.

Esse grupo que começou a receber o auxílio de R$ 600 terá o pagamento da quinta parcela encerrado no dia 30 de setembro, quando os nascidos em dezembro recebem o pagamento em conta poupança social digital.

Auxílio prorrogado até dezembro

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação do auxílio emergencial por quatro meses no valor de R$ 300. A extensão do auxílio já foi oficializada por meio de medida provisória e agora terá que ser aprovada por deputados e senadores no Congresso Nacional.

“Não é um valor o suficiente muitas vezes para todas as necessidades, mas basicamente atende. O valor definido agora há pouco é um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família. Então, decidimos aqui, até atendendo a economia em cima da responsabilidade fiscal, fixá-lo em R$ 300”, disse Bolsonaro.

Neste ano, o Executivo depositou cinco parcelas de R$ 600 para os beneficiários do auxílio, visando ajudar os brasileiros de baixa renda, trabalhadores informais, MEIs, autônomos e desempregados.

O presidente Jair Bolsonaro já havia informado sobre a redução do valor do benefício e argumenta que, se o valo pode parecer pouco para os brasileiros afetados pela pandemia, “é muito para quem paga, no caso, o Brasil”.

De acordo com cálculos feitos pela equipe econômica, o custo mensal do benefício foi de R$ 50 bilhões por mês durante a primeira fase do programa.

Veja também: Auxílio BEm: CONFIRA os pagamentos entre R$ 261,25 e R$ 1.813,03

Leia Também:

8 Comentários
  1. Jailton dos santos Barbosa Diz

    Só tem ladrões nesse Brasil,principalmente, os políticos desse Brasil……e povo na bosta…

  2. Antônio Gil Diz

    Então era uma boa isto eles não ver quantos eles gasta por mês juntando todos lá eles não sabem nem somar e café o que eles paga prós brasileiros

  3. Antônio Gil Diz

    Eu fico besta e o presidente e o ministro da economia falar que pagando os 600 por mês são 50’0000 bilhões por mês então vamos aqui só fazer uma pergunta quanto vc presidente gasta por mês e vc ministro quanto vcs gasta por mês e a cambada toda aí quanto vcs todos aí gasta por mês a dispesa e muito alta muito além dos 600 eu fico pensando e as família brasileira o desemprego alimenta todos os dias e vcs fãs o que pelo o povo e uma vergonha vamos supor eu pago 300 reais de aluguel blz recebi o auxílio pago o aluguel e eu vou come o que como pago água e luz porque se não paga a Energisa vem e corta e aí como fica como vou sobreviver Brasil está virando a Venezuela e isso que vcs querem pra nós brasileiros que acordamos sedo fazemos o possível pra paga imposto porque no Brasil e tanto imposto que não acaba agente vive e trabalha só pra paga imposto pra vcs vcs não acha presidente e ministro que não e hora de ajuda o povo de baixa renda neste momento

  4. Aline Diz

    Gente Se Uma Pessoa Recebe Junto Com A Mãe Bolsa Família , Mais Separado Cada Um Recebe Seu Valor , E Esse Mes Só A Mãe Recebeu , A Pessoa Ainda Vai Receber ?

  5. Sandra Alves Da Silva Diz

    convido vc senhor Presidente e o ministro da economia a troca o seu alto salário maravilhoso com as pessoas que vão recebe em ptena pandemia um pais com tanta miséria troca seus salário pago pelo povo pobre miserável que te elegel por esses 300 reais que pra vcs nao da nem pra um cafe

  6. Priscila Diz

    Engraçado….aqui diz que as pessoas do bolca família SAO os mas vuneraveis,. O que?????
    Vuneravel sou eu….minha amiga tá ganhando 1.200 do bolca, o salário do marido e 2.000 e a filha q mora c ela ganha 1.500… soma aí…!!!!
    Eu vivo c meu filho e marido que ganha 1.200 nunca consegui bolca família , pago aluguel….mal sobra p comer…..Agora analizar q e vuneravel????? Palhaçada…..

  7. Hilton Diz

    Tira o salário do Bolsonaro e dá 300 reais pra ele sustentar a família dele,até normalizar a pandemia!

  8. Giseli silva Diz

    Atualmênte valor exato de 600.Portânto Samos todos brasileiros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?