Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

DEVOLUÇÃO do Auxílio emergencial: Governo cobra devolução de mais 1 milhão de pessoas

De acordo com o Ministério da Cidadania, mais de 1 milhão de brasileiros estão recebendo cobranças de devolução do Auxílio

O Governo Federal começou mais um lote de cobranças de devolução do Auxílio Emergencial. Nesta segunda-feira (20), o Ministério da Cidadania começou a enviar a última rodada de mensagens de texto para todos os usuários que precisam devolver a quantia do benefício em questão.

De acordo com as informações oficiais, algo em torno de 1 milhão de brasileiros estão recebendo esse SMS. Os envios estão acontecendo nesta segunda-feira (20) e na terça-feira (21). A mensagem tem apenas a função de cobrança. Então o usuário não precisa responder essa notificação em específico.

Segundo o Ministério da Cidadania, nesta fase a cobrança está mirando nas pessoas que estavam recebendo o Auxílio Emergencial enquanto registravam também outros ganhos. Servidores públicos, por exemplo, passam a entrar nesta lista. Quem recebe seguro-desemprego ou tem vínculo empregatício também.

“Este é o último lote de mensagens a ser enviado no ano de 2021. O objetivo é alcançar um novo público, formado por pessoas identificadas pelos órgãos de controle como indicados a procederem à devolução de recursos do Auxílio Emergencial”, disse o Ministério da Cidadania, que é a pasta responsável pelos envios.

De acordo com órgãos como o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria Geral da União (CGU), o Governo Federal acabou gastando bilhões de reais em pagamentos indevidos do Auxílio Emergencial em 2020. A ideia do Palácio do Planalto, aliás, é conseguir pegar de volta pelo menos uma parte deste montante.

Como reconhecer o SMS do Ministério da Cidadania

Em tempos de tantos golpes pela internet e pelo celular, é importante ter cuidado no processo de reconhecimento das mensagens que se recebe. A boa notícia aqui é que não é tão difícil reconhecer o SMS do Ministério da Cidadania.

De acordo com as informações da própria pasta, o Palácio do Planalto está enviando mensagens através dos números 28041 e 28042. Se você receber um SMS vindo de qualquer outro número, é importante desconsiderar.

A mensagem que eles enviam, aliás, é essa aqui:

“O CPF ***.070.789-** tem parcelas a devolver do Auxílio Emergencial. Devolva as parcelas em gov.br/devolucaoae. Fraude denuncie em gov.br/falabrae”

Como devolver o Auxílio Emergencial

Para fazer a devolução do Auxílio Emergencial o cidadão precisa visitar o site oficial do reembolso. Se não estiver se sentindo seguro para clicar no link do SMS, é só ir até esse endereço por outras vias. Certifique-se de que está entrando em uma conexão segura.

Por lá, aliás, é só seguir o passo a passo e inserir as suas informações básicas como nome completo, data de nascimento, CPF e o nome completo da mãe. Pronto. O próprio sistema vai poder gerar um boleto para pagamento.

Este site oficial da devolução do Auxílio Emergencial chegou a ficar fora do ar por quase um mês completo. Porém, nossa equipe checou e pelo menos na manhã desta terça-feira (21) ele estava normalizado e pronto para ser usado. Logo, o cidadão que recebeu este SMS de cobrança, terá chance de abrir o endereço e realizar o procedimento. Quem não concordar com a cobrança, pode procurar uma Defensoria Pública da União (DPU).

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

4 Comentários
  1. Lima Diz

    Poderia cobrar da minha ex cunhada também! Ela recebeu auxílio de 1200 como mãe solteira, sendo que meus sobrinho mora com a minha mãe e não deu 1,00 para o menino. Enfim, muitas mães precisando e ela recebendo para fazer tatoo😭

  2. Jose alan de araujo valente Diz

    Nem trabalhava nessa época nao recebia nada do governo agora manda mandam eu devolver o dinheiro que eles mim deram do auxilio e brincadeira.o jeito vai ser eu e pra justiça.

  3. Romanielle Diz

    Eu recebi o SMS porém não tinha nenhum outro ganho então não sei o que aconteceu.

  4. Claudiane Diz

    Eu pegava o bousa familia mas agora o meis de dezembro não caiu nem o auxílio e nem o bousa familia tenho um casal de filhos esse 400 ia me ajudar bastante mas fui sacar e só tinha 40 sentados na minha conta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.