Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Desemprego: Como lidar com a ansiedade e estresse

Dados do IBGE referentes ao segundo trimestre de 2021 apontaram que o desemprego recuou para 14,1%. 

Mesmo com os números em queda, a pesquisa aponta que 14,4 milhões de brasileiros ainda se encontram em situação de desemprego.

Para quem está em busca de recolocação profissional, o final do ano é um dos momentos de maiores oportunidades para voltar ao mercado de trabalho. 

A Luandre, uma das consultorias de RH do país, tem 9.870 vagas abertas para suprir as demandas de fim de ano.

“O segundo semestre é marcado pela movimentação nas contratações do varejo, para atender às altas demandas, que têm início com a Black Friday e se estendem às comemorações de Natal” afirma Gabriela Mative, diretora de RH da Luandre.

Mas, até encontrar uma oportunidade, a especialista lista algumas atitudes que ajudam a diminuir a ansiedade causada pelo desemprego.

Cuide da saúde física e mental

Em momentos de dificuldade, é comum que as pessoas se sintam perdidas dentro de seus próprios pensamentos. Nesse caso, Gabriela recomenda buscar ajuda psicológica aliada a uma rotina de vida mais saudável.

“O emocional é um ponto muito importante na busca por emprego. Com um dia a dia mais organizado, nos sentimos mais confiantes e preparados para encarar as adversidades”, afirma.

Invista em cursos

A capacitação profissional não deve ser feita somente quando se tem um emprego. A especialista ressalta que, mesmo durante a situação de desemprego, é importante continuar estudando.

“Hoje em dia existem diversas plataformas, principalmente EAD, que disponibilizam cursos gratuitos. Continuar com o aprendizado amplia horizontes e abre oportunidades”, diz.

Encontre um hobby

Dançar, tocar um instrumento, fazer uma aula de culinária. Hobbies são importantes não somente para a saúde mental, mas para desenvolver habilidades. “As atividades lúdicas são excelentes para diminuir o estresse e a ansiedade desse momento”, comenta Gabriela.

Respire

Outra dica da especialista é criar momentos de descompressão. “Realizar atividades ao ar livre, sejam exercícios físicos ou meditação, é importante para recarregar as energias e não deixar a necessidade da busca por um emprego prejudicar o raciocínio”, diz.

Busque recursos

Caso o motivo da ansiedade esteja relacionado a não ter recursos para sustentar a família, a especialista orienta a procura por ações comunitárias que contribuam nesse sentido.

“Sabemos da dificuldade que muitas pessoas têm enfrentado durante a pandemia e não há vergonha alguma em pedir ajuda. Receber auxílio para necessidades básicas, como comida e abrigo, pode fazer a diferença para que o candidato consiga seguir em frente na sua busca por um emprego” finaliza Gabriela.

Fonte: Assessoria de Imprensa da empresa Luandre.

E então, gostou da matéria? Não deixe de ler também – Auxílio Brasil será “permanente”; entenda

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.