Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Complexo de inferioridade: Como lidar com esse sentimento?

complexo de inferioridade, tanto no trabalho quanto na vida como um todo, pode fazer com que você perca importantes oportunidades de crescimento e desenvolvimento. Por isso, é imprescindível lançar um olhar para esse conceito, a fim de praticar o autoconhecimento e driblar a insegurança sentida. A seguir, daremos alguns detalhes sobre o assunto.

O que é o complexo de inferioridade e quais são os sintomas?

Antes de qualquer aprofundamento, precisamos ter em mente o conceito de complexo de inferioridade. Esse complexo nada mais é do que a necessidade que o sujeito tem de sempre enxergar os seus defeitos; se comparar aos outros; e perceber-se como incapaz de concluir alguma coisa.

Em suma, é uma pessoa uma autoestima muito baixa, que constantemente acredita que os outros são melhores do que ela.

Alguns sinais do complexo de inferioridade são:

  • Baixa autoestima;
  • Comparação excessiva com outras pessoas;
  • Dificuldade para dizer não;
  • O sujeito apenas aponta os seus defeitos e não sabe dizer quais são as suas qualidades;
  • Sente-se incapaz de concluir qualquer tarefa sozinho;
  • Necessita de opinião alheia o tempo todo, para qualquer atividade ou decisão;
  • Não consegue tomar decisões difíceis;
  • Tem medo do que os outros estão pensando;
  • Entre outros sinais neste sentido.

Como lidar com o complexo de inferioridade?

Para lidar com o complexo de inferioridade é preciso mudar o olhar que você direciona sobre as coisas, os acontecimentos e as situações. Assim você conseguirá “burlar” os pensamentos negativos, criando um conceito mais positivo sobre si mesmo. Veja como:

1- Não se compare a outras pessoas

Pare de se comparar com as outras pessoas. E isso vale para qualquer circunstância! Só porque alguém está no mesmo cargo ou no mesmo semestre da faculdade que você, não significa que essa pessoa possui as mesmas oportunidades que você possui/possuiu. Cada um tem uma história, um tempo pessoal de desenvolvimento e crescimento. Comparar-se é extremamente injusto com você e com o outro.

Portanto, sempre que você perceber que está se comparando com alguém, mude o foco do seu pensamento para algo que não tem relação alguma com o assunto. Aos poucos você diminuirá os episódios comparativos em sua vida.

2- Não foque apenas nos “defeitos”

Focar apenas nos defeitos pode minar a sua mente e diminuir expressivamente a sua autoestima. Sendo assim, comece a mudar a perspectiva quando perceber que você está mergulhando no complexo de inferioridade.

Um exemplo seria na hora de apresentar um trabalho: não pense que você “não sabe” falar em público; mas sim, foque na sua organização de ter preparado um trabalho incrível. Essa mudança de perspectiva trará muitos benefícios para você.

3- Pratique o autoconhecimento para combater o complexo de inferioridade

Praticar o autoconhecimento também é fundamental na hora de lidar com o complexo de inferioridade. Assim você saberá, mais a fundo, quais são os seus pontos fortes e fracos, podendo desenvolver ainda mais as suas habilidades e melhorar as suas fraquezas.

4- Comemore as suas pequenas conquistas

Por fim, procure ser uma pessoa que comemora as suas pequenas e grandes conquistas. Não deixe de lado esse tipo de comemoração! Pois quando você põe em cena a importância de uma pequena conquista, percebe o quão grandioso é o seu trabalho e as suas ações. E isso é valioso!

Respeite-se e valorize-se!

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.