Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Como fazer transferências PIX sem taxas através de contas PJ

O PIX, meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, foi lançado em novembro de 2020 com o intuito de democratizar o acesso aos meios de pagamento eletrônicos, buscando trazer eficiência e facilidade nas transações entre diferentes bancos e contas.

No entanto, em muitas instituições bancárias, os empresários são cobrados por transações realizadas e recebidas via PIX. Por isso é tão importante saber quais opções de mercado estão disponíveis para essa modalidade de contas PJ, já que pode gerar uma economia considerável a esses empresários.

Existem algumas contas PJ que não realizam cobranças adicionais na hora de receber transferências via PIX. As principais instituições que oferecem essas contas que não cobram para realização das transferências são, por exemplo, a Caixa Econômica Federal, Linker e Banco Inter. Veja mais algumas opções de bancos onde é possível realizar  e receber PIX de graça.

Instituições bancárias onde é possível realizar e receber PIX de forma gratuita em conta PJ

Para facilitar a pesquisa sobre quais instituições oferecem esse benefício a contas PJ fizemos uma lista dessas instituições.

  • Nubank: O primeiro banco da lista que oferece PIX gratuito a contas PJ. A conta de Pessoa Jurídica do Nubank não cobra taxas de manutenção ou anuidade e não realiza nenhuma cobrança por transferências realizadas pelo método digital criado pelo BC;
  • Banco Inter: Da mesma maneira que o Nubank, o Inter não cobra por transferências realizadas por PIX. Além disso, isenta os clientes de outras taxas referentes a transferências e folhas de pagamento;
  • C6 Bank: Um dos concorrentes do Nubank também entra na lista de instituições que não realizam cobranças por realização de PIX. Nesta fintech, além de não cobrar por transações os demais serviços de transferências também são gratuitos, no entanto, existe um limite de 100 transações mensais;
  • Banco Original: Este banco foi fundado por meio da união do Banco JBS e Banco Matone em 2011. Essa instituição também está na lista das que não realizam cobranças pela transação pelo método digital do BC;
  • Linker: Essa instituição bancária foi criada especificamente para atender pequenas e médias empresas. Por isso, o Linker traz tantas vantagens quando o assunto é conta PJ;
  • Caixa Econômica Federal: Os empresários com conta nesta instituição estão isentos de qualquer taxa por transferências e recebimentos realizados via PIX.

Estas são apenas algumas opções de instituições que oferecem o benefício do PIX gratuito aos empresários. Essa é uma vantagem que traz uma economia significativa no final das contas, assim, é importante que os clientes e usuários dessas instituições possam escolher a melhor alternativa para si.

Como funciona o PIX e suas regras básicas

O PIX é uma modalidade de transferência bancária criada pelo Banco Central. Ele permite que os usuários realizem transferências a qualquer hora do dia e todos os dias da semana de forma inteiramente digital. Com isso, a ação de enviar e receber dinheiro ficou mais fácil e prático do que quando se utilizavam as antigas TED e DOC para essa finalidade.

Além disso, a única informação necessária para se realizar uma transferência via PIX é a chave PIX, seja por QR code, chave aleatória ou a chave cadastrada através do CPF, e-mail e até o número telefônico.

Apesar de simples e prático, ainda existem algumas regras para a utilização desse método de transferência que devem ser respeitadas pelos usuários: a primeira é cadastrar a chave PIX, seja com o CPF, telefone ou e-mail do usuário.

Depois de criada para receber as transferências, o empreendedor precisa informar a chave que cadastrou no app do banco para que os clientes possam realizar os pagamentos. É importante o empreendedor conhecer as instituições que oferecem benefícios a contas PJ e que isentam eles de taxas advindas de pagamentos realizados através do PIX.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.