Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (1 vote)

CDI: você sabe como ele funciona? Descubra tudo

Veja como ele se relaciona com investimentos

Você sabe o que é CDI? Entender como funciona é importante tanto para iniciantes que buscam uma aplicação mais segura quanto para aqueles que já estão investidos e buscam diversificar seu portfólio.

Assim, para descobrir como o CDI funciona, qual sua rentabilidade e taxas, continue com a leitura da matéria deste sábado (30). Você descobrirá com o Notícias Concursos seus impactos nos investimentos.

O que é o CDI?

Um CDI (Certificado de Depósito Interbancário) é um título negociado entre bancos para regular suas finanças internas. Funciona como um CDB (Certificado de Depósito Bancário), exceto que são transacionados apenas entre bancos e não podem ser oferecidos a pessoas físicas.

Para entender melhor, saiba que esses empréstimos são de curto prazo, com duração de apenas um dia útil. Dessa forma, são utilizados para manter o banco livre de saldos negativos.

Funciona mais ou menos assim: os bancos que terminam o dia com caixa negativo, encontram outra instituição com bom saldo. Então, fazem um empréstimo com juros para terminar o dia no azul. Essas transações criaram um sistema interbancário onde um banco ajudava o outro.

Como funciona?

Uma exigência do Banco Central do Brasil é que os bancos sempre fechem com saldo positivo. A medida visa proteger os clientes, o sistema financeiro e evitar problemas cambiais e falência de instituições.

Isso porque se um banco tem mais saques do que depósitos em um dia, quando fica negativo, cria um desequilíbrio financeiro. Portanto, eles usam o CDI para empréstimos e seguem essa regra. No entanto, os bancos também precisam pagar juros, resultando na taxa DI, que será utilizada para calcular o índice de rentabilidade que o CDB repassa para as pessoas.

Taxas: como isso afeta os investimentos?

CDI: você sabe como ele funcCDI: você sabe como ele funciona? Descubra tudona? Descubra tudo
CDI: você sabe como ele funciona? Descubra tudo – Canva Pro

Essa taxa afeta principalmente os investimentos em renda fixa e é um dos mais importantes do mercado. No entanto, não é possível que os investidores apliquem recursos diretamente em CDI.

Um CDB que gera 120% do CDI significa que os juros são calculados diariamente sobre o seu investimento. Essa taxa será igual a 120% do valor do DI, os juros médios cobrados pelos bancos sobre esses empréstimos. Portanto, o CDI serve como taxa de referência para investimentos, por isso, acompanhar essas mudanças é muito importante para quem busca mais retornos.

Vale a pena investir?

Sim, principalmente quando a taxa básica da economia, a Selic, está subindo. O CDI costuma estar muito próximo das taxas Selic, então, investir em aplicações pós-fixadas que utilizam taxas DI, como o CDB, pode ser muito benéfico para o seu bolso. Veja como funciona com um CDB pós-fixado:

  • CDB é o empréstimo solicitado pelo investidor, e o banco utiliza os recursos para o seu negócio;
  • A aplicação tem taxa de juros, que é calculada de acordo com a taxa de juros do CDI;
  • Se a Selic estiver subindo, o Certificado de Depósito Interbancário seguirá, então, os juros desse empréstimo também subirão, e você ganhará mais.

Qual é o retorno do CDI?

Geralmente, a taxa de retorno é anual, mas suas variações são calculadas diariamente. Por exemplo, em 2020, a taxa anual de retorno era de 2,75%. Quem investir R$ 1.000,00 e obter um retorno de 100% do CDI terá um lucro de R$ 27,50 ao final de 12 meses.

Se você quiser saber o crescimento médio mensal do seu investimento, basta dividir o acumulado anual por 12. Mas, atenção: o CDI muda diariamente, dessa forma, esse cálculo deve ser usado apenas como base de referência.

4/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.