Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Caixa não vai cobrar por mensagens que enviar ao WhatsApp

De acordo com o banco, as pessoas não precisam se preocupar com possíveis cobranças nos envios das mensagens pelo WhatsApp

A Caixa Econômica Federal anunciou na última semana que fechou uma parceria com o aplicativo de mensagens WhatsApp. De acordo com o banco, a ideia é enviar informações para os celulares das pessoas que estão recebendo o Auxílio Emergencial do Governo Federal a partir dos próximos dias.

O banco alerta que não vai fazer nenhum tipo de cobrança pelo envio dessas mensagens. Então as pessoas que usam internet por meio de dados móveis, por exemplo, não precisam se preocupar com gastos. Na parceria que a Caixa fechou com o WhatsApp eles acertaram que não irão fazer nenhum tipo de cobrança para os usuários. E isso vale para qualquer operadora.

Vale lembrar também que a Caixa não vai pedir nenhum tipo de informação para os trabalhadores. Dessa forma, se o cidadão receber uma mensagem de alguém pedindo informações como dados pessoais ou senha, é importante não responder, tirar um print da dela e fazer uma denúncia.

A Caixa informa que só vai realizar o envio de algumas informações importantes como as datas de pagamentos e da liberação dos saques do Auxílio Emergencial. É que vale ressaltar que o calendário do programa costuma mudar com uma certa frequência. O objetivo é portanto fazer com que as pessoas se informem sobre essas alterações.

Para receber as mensagens, o cidadão precisa unicamente atualizar o número do telefone no cadastro do aplicativo Caixa Tem. Quem já tem esse cadastro por lá, não precisa fazer mais nada. É por esse telefone que o banco vai entrar em contato com o beneficiário. Do mesmo modo, quem não quiser receber essas notificações vai ter a opção de cancelar o recebimento.

Além do WhatsApp

Nesta semana, aliás, o Caixa Econômica Federal está realizando os pagamentos da quarta parcela do Auxílio Emergencial. E esses repasses passaram por uma antecipação. Isso quer dizer portanto que as datas das liberações mudaram.

Nesta segunda-feira (26), por exemplo, é a vez dos brasileiros que recebem o Auxílio através do Bolsa Família. Nesta data específica é a vez daqueles que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) terminando em 6.

No caso das pessoas que recebem o Auxílio via Bolsa Família, é possível escolher de que modo vai usar o dinheiro. Há a opção de sacar a quantia em um caixa eletrônico. Além disso, o cidadão também pode optar pela movimentação por aplicativo.

Prorrogação do Auxílio

Recentemente o Governo Federal anunciou oficialmente a prorrogação do Auxílio Emergencial por mais três meses. Portanto o programa deverá seguir fazendo pagamentos, pelo menos, até o próximo mês de outubro.

E vai ser justamente durante esta prorrogação que a Caixa deverá entrar em contato com os seus usuários através do WhatsApp. Além desta medida, o banco também está analisando outras propostas para enviar mais informações para essas pessoas.

De acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 37 milhões de brasileiros estão recebendo o dinheiro do Auxílio Emergencial de forma mensal. Esse número chegou a ser de 39 milhões antes dos cancelamentos do Dataprev e da Controladoria Geral da União (CGU).

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.