Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Caixa informará os beneficiários do Auxílio Emergencial por mensagens no Whatsapp

Com nova parceria, a instituição financeira busca chegar aos beneficiários com certa facilidade.

Desde o início do Auxílio Emergencial, em 2020, os beneficiários e demais interessados no benefício buscam se informar sobre a questão.

Desse modo, muitos deles conseguirão perceber que tinham direito aos valores e conseguiram entrar no programa. Ademais, aqueles que já participam buscam se atualizar sobre as datas de pagamentos e outros acontecimentos que influenciam no recebimento.

Nesse sentido, então, recentemente, a Caixa Econômica Federal, instituição financeira que movimenta os valores do Auxílio Emergencial, declarou que passará a informar os beneficiários por meio do aplicativo do Whatsapp. Isto é, por meio do envio de mensagens.

Como funcionará o uso do aplicativo pela Caixa?

Primeiramente, a instituição contará com uma conta oficial e verificada, ou seja, confiável. Assim, os beneficiários poderão identificar que, de fato, trata-se de uma mensagem verídica.

Então, a Caixa pretende utilizar desse canal para atualizar os participantes do programa sobre, por exemplo, o calendário de pagamentos, liberação do saque em dinheiro e demais movimentações. Além disso, é importante lembrar que as mensagens serão genéricas, apenas de cunho informativo.

Portanto, a instituição não usará dessa conta para estabelecer contato com os beneficiários. Isto é, eles não poderão perguntar dúvidas ou conversar com o número, apenas receber as informações.

Desse modo, estima-se que acontecerá o envio de cerca de 500 milhões de mensagens. Além disso, a Caixa garante que o beneficiário não precisará se preocupar com qualquer tipo de custo.

Ademais, segundo a Caixa, apenas o número 0800 726 0207 servirá para enviar as mensagens, ou seja o canal chamado de Caixa Cidadão. Dessa forma, aqueles que receberam a mensagem já possuem uma forma simples de conferir se ela realmente é da Caixa. Basta ver o número do telefone.

Somente aqueles que cadastraram seus números de celular no aplicativo Caixa Tem receberão as mensagens. Portanto, aquele que deseja recebê-las deve conferir se inseriu o número no aplicativo. Então, assim como os pagamentos, o envio também ocorrerá com escalonamento. Além disso, também é necessário que o beneficiário aceite recebê-las.

Presidente da Caixa reafirma importância da medida

Para o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a medida vai além de informar os beneficiários sobre o programa. Nesse sentido, então, o aplicativo também servirá como uma maneira de ofertar os produtos e serviços da instituição bancária.

De acordo com ele, então, “a parceria com o WhatsApp vai melhorar o fluxo de informação para os beneficiários do auxílio emergencial e demais programas sociais do governo federal. Este novo serviço também vai ser muito importante para a estratégia da Caixa de oferecer microcrédito para os clientes das contas poupança digital, que terão condições de obter recursos com uma taxa de juros reduzida, que será a menor do Brasil em microcrédito”.

Além disso, o presidente da instituição bancária entende que o uso do aplicativo poderá ser positivo para garantir que os beneficiários tenham direito à informação. Assim, segundo ele, aqueles beneficiários que possuem pouco acesso à internet se beneficiarão do envio das mensagens.

Nesse sentido, Pedro Guimarães indica que “muitas das pessoas que vão receber essas mensagens de graça são pessoas mais humildes, que não teriam condições normalmente. A parceria vem de ter o Whatsapp, que é o maior programa de comunicação por celular do mundo e a Caixa, um banco com 146 milhões de contas ativas”.

Estudo sobre exclusão digital já demonstrou o impacto no Auxílio Emergencial

Sobre a questão da exclusão digital, ou seja, de pessoas que possuem pouco acesso à internet e outras tecnologias, já há um estudo demonstrando como isso afeta no recebimento do benefício.

Nesse sentido, conforme percebeu o estudo do Centro de Estudos de Microfinanças e Inclusão Financeira, da FGV (Fundação Getulio Vargas), o fato de termos, no Brasil, uma taxa alta de pessoas sem esse acesso tornou a inclusão no benefício mais difícil.

Dessa forma, o estudo identificou que  a falta de celular impossibilitou o recebimento do benefício de 20% daqueles que pertenciam às classes D e E. Além disso, pouco acesso à internet, ou a um sinal de má qualidade causou a não inclusão no programa de 22% do mesmo grupo. Por fim, ainda, 28% tiveram dificuldades de utilizar o aplicativo Caixa Tem.

Ademais, a pesquisadora sobre o assunto Rebeca de Moraes prestou informações ao portal UOL. De acordo com suas explicações, é possível perceber que o próprio valor necessário para se ter internet no Brasil já representa um gasto considerável para os mais pobres. Ela indica que o valor médio de R$ 115 mensais são gastos pelo brasileiro com o serviço de internet. Assim, é possível perceber que são mais de 10% do salário mínimo, ou seja, R$ 1.100.

Representante do Whatsapp entende o envio de mensagens informativas como positivo

O executivo de Políticas Públicas do WhatsApp no Brasil, Dario Durigan, afirma a importância da medida no contexto de pandemia. Para ele, então, essa parceria poderá evitar fatores de disseminação do vírus.

Portanto, ele indica que “o WhatsApp tem muito orgulho de participar de uma iniciativa pioneira e de impacto social tão significativo como essa, contribuindo ativamente para uma comunicação simples, segura e acessível com os beneficiários do auxílio emergencial. Em um momento tão delicado como este, é muito importante que os beneficiários evitem aglomerações e tenham informações confiáveis de forma fácil, na palma da mão”.

Ademais, Dario Durigan também alerta que os beneficiários estejam atentos a golpes. De acordo com ele, então, “não haverá pedido de senha nem de dados pessoais. Apenas informações sobre o auxílio serão enviadas”.

O beneficiário deve estar atento contra golpes

Infelizmente, é muito comum que aconteça golpes por meio do telefone. Seja com telefonemas ou mensagens falsas, criminosos virtuais buscam informações bancárias ou solicitam uma transferência monetária. Dessa forma, é imprescindível que os beneficiários do Auxílio Emergencial estejam atentos com as informações que recebem.

Portanto, para além de conferir o número da Caixa, existem alguma medidas que podem tranquilizar o usuário. Nesse sentido, frisa-se que a Caixa nunca irá solicitar qualquer informação pessoal e senha por meio do aplicativo. Assim, o beneficiário nunca deverá fornecer tais dados.

Então, para se comunicar com a Caixa é importante utilizar das canais oficiais.

Ademais, confira alguns cuidados que o beneficiário deve ter:

  • Verificar o selo de autenticidade que o Whatsapp conferiu com canal da Caixa.
  • Não acreditar em contatos, que pareçam ser da instituição bancária, que peçam informações pessoais ou senhas. A Caixa não irá pedir nada pelo Whatsapp.
  • Verificar que todas as plataformas são canais oficiais da Caixa. Sejam elas o site, o aplicativo Caixa Tem, o número do Whatsapp e demais perfis das redes sociais.
  • Não clicar em qualquer link que receber por SMS ou mensagem do Whatsapp.
  • Estar com o sistema do celular ou computador devidamente atualizado e com antivírus.
5 Comentários
  1. Edson marques pereira Diz

    Estou a cinco mês desempregado cortaram meu auxílio até hoje. Quem pode me ajudar?

  2. Dulceli Franca Carvalho Diz

    Eu ligo na caixa eles fala que meu auxílio foi depositado vou lá É não tem nada oque faço

    1. Carlos Silverio dos anjos Diz

      Porque eu não fui aprovado no programa auxílio emergencial ?já que estou dentro dos quesitos para aprovação !

    2. Luzimeire Almeida Lima Diz

      Estou em tratamento contra o Câncer de mama, afastada do trabalho, até esse mês recebi pelo INSS, só que tive que dar entrada novamente no benefício, será que eu tenho direito ao auxílio emergencial

  3. Marcelo Diz

    Minha ex esposa colocou a filha de 14 no meu CPF porisso não recebi meu alxilio emergência quem pode me ajudar

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.