BOLSA FAMÍLIA paga BENEFÍCIOS EXTRAS em dezembro; Veja quais são

O Governo Federal realizará em breve o repasse dos valores do Bolsa Família à Caixa Econômica Federal. Os pagamentos referentes a novembro chegaram ao fim nesta quinta-feira (30), e agora os segurados esperam pelo início dos pagamentos em dezembro.

O Bolsa Família é o maior programa de transferência de renda do país. Em síntese, o governo repassa bilhões de reais à Caixa Econômica Federal todos meses. Então, o banco fica responsável por repassar esses valores a todos os segurados do programa nacional.

A saber, o pagamento acontece nos dez últimos dias úteis de cada mês, conforme o final do Número de Identificação Social (NIS) dos segurados. Assim, um novo grupo tem acesso ao benefício a cada dia útil. Contudo, isso só costuma acontecer na segunda quinzena de cada mês.

Contudo, em dezembro, o pagamento das parcelas terá início no dia 11, uma semana antes dos repasses habituais, devido às festas de final de ano. Em suma, o governo optou por antecipar o Bolsa Família para todos os beneficiários no último mês de 2023.

Veja quais são os benefícios extras do Bolsa Família

Em primeiro lugar, vale destacar que as famílias inscritas no Bolsa Família possuem características diferentes, como quantidade de filhos e idade de cada um deles, por exemplo. Portanto, cada beneficiário recebe um valor específico do Bolsa Família.

Em resumo, o programa possui diversos benefícios em sua composição que determinam qual será a parcela recebida por cada usuário. Isso acontece porque o governo tenta atender todos os segurados em suas particularidades, promovendo inclusão de todos os grupos.

Confira abaixo os benefícios do Bolsa Família de novembro, que têm o poder de elevar a ansiedade entre os segurados.

Benefícios adicionais elevam valor do Bolsa Família no país
Benefícios adicionais elevam valor do Bolsa Família no país. Foto: Roberta Aline/MDS.

1- Benefício de Renda de Cidadania

A regra garante o pagamento de R$ 142 para cada membro da composição familiar que esteja inscrito no Cadastro Único (CadÚnico). Assim, o valor do benefício é multiplicado pela quantidade de indivíduos da família.

Por exemplo, uma família composta por cinco pessoas recebe R$ 710 por mês (R$ 142 x 5 = R$ 710). Caso haja dez pessoas, o valor da parcela chega a R$ 1.420 (R$ 142 x 10 = R$ 1.420). Isso mostra que o valor do Bolsa Família pode superar um salário mínimo vigente (R$ 1.320), dependendo da composição familiar.

2- Benefício Complementar

Ao considerar o Benefício de Renda de Cidadania, as famílias unipessoais (compostas por um indivíduo) receberiam apenas R$ 142 no mês. Entretanto, o governo definiu a parcela mínima do Bolsa Família em R$ 600.

Para garantir o pagamento mínimo de R$ 600 a todos os inscritos, o governo federal complementa o valor do benefício a milhares de segurados. Isso acontece nas famílias compostas por até quatro pessoas, que teriam direito a, no máximo, R$ 568 (R$ 142 x 4 = R$ 568) no mês, através do Benefício Complementar.

3- Benefício Primeira Infância

Desde março de 2023, o governo vem realizando o pagamento de R$ 150 por criança de até seis anos de idade. Dessa forma, as famílias que possuem crianças com sete anos incompletos estão recebendo esse benefício adicional, que ajuda a elevar o valor da parcela mensal do Bolsa Família.

4- Benefício Variável Familiar

O governo federal assegura o pagamento de um valor adicional de R$ 50 a crianças e jovens de sete a 18 anos, bem como a gestantes e lactantes integrantes da composição familiar.

5- Benefício Variável Familiar Nutriz

Desde setembro, o governo vem pagando um adicional de R$ 50 para os indivíduos das famílias que possuem até sete meses incompletos. Dessa forma, as famílias terão um benefício a mais para aumentarem os cuidados com os bebês.

6- Benefício Extraordinário de Transição

Esse benefício tem como principal objetivo garantir que nenhum usuário do Bolsa Família receba uma parcela menor que o programa anterior (Auxílio Brasil).

Os repasses de todos esses benefícios ocorrem na mesma data de pagamento do Bolsa Família. Assim, os usuários que tiverem direito aos benefícios irão receber os valores conforme o calendário do principal programa social do país.

Pagamento do Auxílio Gás em dezembro

Além dos benefícios extras citados, existe o Auxílio Gás, que volta a ser pago aos usuários agora em dezembro, após a sua paralisação neste mês.

A saber, o governo pagou o auxílio a cerca de 5,5 milhões de beneficiários em outubro, e isso deve acontecer novamente neste mês. Assim, as famílias poderão ter direito a todos os benefícios já citados, e o valor do Bolsa Família será acrescido com a parcela do Auxílio Gás, que deve seguir acima de R$ 100.

Cabe salientar que o repasse de todos esses benefícios ocorrem na mesma data de pagamento do Bolsa Família. Assim, os usuários que tiverem direito aos benefícios irão receber os valores conforme o calendário do principal programa social do país.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.