Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsa Família: fila de espera cresce mais uma vez e chega a 1,2 milhão

De acordo com dados do próprio Ministério da Cidadania, fila de espera para entrar no Bolsa Família chegou a 1,2 milhão de pessoas

A fila de espera para entrar no Bolsa Família cresceu mais uma vez. Agora, de acordo com dados do próprio Ministério da Cidadania, o Brasil registra neste momento a marca de 1,2 milhão de pessoas nesta situação. Para muitos especialistas, esse é um grande problema para cada um desses beneficiários.

De acordo com o Ministério da Cidadania, nós estamos falando exatamente de 1.186.755 famílias. Todas essas pessoas atendem a todos os critérios para entrar no programa. No entanto, por algum motivo, eles ainda não entraram de fato na lista de beneficiários. E é justamente aí que reside o problema.

É que o próprio estado está reconhecendo que existe essa massa de trabalhadores que precisam de ajuda do governo mas que não estão sendo atendidos pelo mesmo. Entende-se, no entanto, que pelo menos uma parcela desse número esteja neste momento recebendo o Auxílio Emergencial na condição de informal.

Recentemente, uma denúncia do jornal Folha de São Paulo mostrou que pelo menos 400 mil brasileiros que estavam na fila do Bolsa Família não estavam recebendo nem o Auxílio Emergencial. Dá para dizer portanto que eles não estavam ganhando o dinheiro nem de um programa nem de outro.

E neste caso, nem dá para dizer que eles são invisíveis. Esse é o nome que se dá para as pessoas que não estão sendo encontradas pelo Governo para receber benefícios. Nesta situação, entende-se que os indivíduos que estão na fila de espera do Bolsa Família possuem obrigatoriamente cadastro ativo no Cadúnico. Então eles estão sim no radar do Palácio do Planalto.

Sem prazo

Além de todo esse problema, vale lembrar que as pessoas que estão nesta fila de espera não possuem uma expectativa de entrada no benefício. Isso pode acontecer agora, ou pode ser que a espera dure pelo menos mais alguns meses.

Hoje, de acordo com as informações do Ministério da Cidadania, a versão atual do Bolsa Família paga uma média de R$ 189 por mês para algo em torno de 14,6 milhões de pessoas em todo o país.

É verdade que esse número está passando por uma distorção agora. É que destes, algo em torno de 10 milhões estão recebendo as parcelas do Auxílio Emergencial. No entanto, eles ainda estão submetidos ao crivo do Bolsa Família. É o programa original.

Novo Bolsa Família

De acordo com o Governo Federal, esse programa deverá passar por uma grande reformulação em breve. O texto da Medida Provisória (MP) do novo Bolsa Família, aliás, está em tramitação no Congresso Nacional.

A tendência natural é que esses 1,2 milhão de brasileiros que estão na fila de espera acabem tendo prioridade na entrada do novo programa, que deve entrar em cena a partir do próximo mês de novembro. Isso, no entanto, é apenas uma teoria.

De fato, o Governo Federal não deu maiores informações sobre a quantidade de usuários do novo projeto. O texto da MP, por exemplo, não trás esse dado. Por isso, a única coisa que pode ser feita agora é esperar por novos detalhes.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.