Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Blitzkrieg: a guerra-relâmpago da Alemanha Nazista

Blitzkrieg: aquilo que você precisa saber

A Blitzkrieg foi uma tática de guerra utilizada pela Alemanha Nazista durante os primeiros anos da Segunda Guerra Mundial.

O tópico pode ser abordado por algumas provas de história geral, em especial aquelas dos vestibulares.

Blitzkrieg: definição

Blitzkrieg significa, em alemão, guerra-relâmpago. Esse termo é utilizado para classificar a tática responsável pelo sucesso da Alemanha Nazista nos anos iniciais da Segunda Guerra Mundial.

Blitzkrieg: características

Já no início da Segunda Guerra Mundial, o exército alemão era formado por quatro grupos: os Wehrmacht, composto pela infantaria; o Kriegsmarine, formado pela marinha de guerra; a Luftwaffe, o grupo de aviação de guerra; e, a Panzer, que eram os veículos blindados, ou seja, os tanques de guerra.

A Blitzkrieg se utilizava justamente dessa divisão para coordenar os seus ataques, em que a infantaria, os veículos blindados e a aviação abriam as linhas de defesa do inimigo para, posteriormente, cercar os mesmos, forçando a rendição. 

Blitzkrieg: As táticas de guerra

A partir da tática do Blitzkrieg, o exército alemão utilizava a Luftwaffe com o objetivo de atacar as linhas de defesa do inimigo de maneira extremamente veloz, destruindo, dessa maneira, a comunicação e dificultando a transmissão das informações entre as bases.

Já a infantaria e os blindados, por sua vez, faziam parte da Blitzkrieg e da estratégia chamada de Schwerpunkt, também chamada de estratégia de ponto focal. Nela, o exército alemão marcava um ponto específico no exército inimigo e direcionava ataques constantes à esse. Com isso, era possível abrir brechas na defesa do inimigo.

Blitzkrieg: Usos

Essa tática do exército nazista foi se aprimorando a partir dos primeiros combates e é considerada o fator decisivo para a sequência de vitórias da Alemanha que ocorreu nos dois primeiros anos da Segunda guerra. A estratégia foi usada contra a Polônia, em 1939, e contra a Noruega, a Dinamarca, a Holanda, a Bélgica e a França, em 1940. Porém, devemos destacar que a vitória sobre a França foi também resultado do despreparo do exército francês.

A Blitzkrieg foi utilizada também contra o exército da União Soviética, mas, ao contrário do que se esperava, a URSS conseguiu reverter o quadro da guerra. Foi justamente contra os soviéticos que a tática Blitzkrieg não funcionou, iniciando uma sequência de derrotas dos nazistas, a partir de 1942.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.