Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (2 votes)

Banco Central: Proagro, Linhas de Liquidez e outros recursos

Confira dados do Banco Central sobre o Proagro, as Linhas de Liquidez e outros recursos. Saiba mais detalhes relevantes para a economia!

As operações com títulos públicos federais se destacaram dentro das análises oficiais do Banco Central. Confira dados divulgados pela instituição na data desta publicação, 28 de abril de 2022.

Banco Central: títulos públicos federais

No sentido expansionista atuaram as operações do setor externo (R$6,2 bilhões), as com títulos públicos federais (R$10,3 bilhões, resultado de colocações líquidas de R$76,8 bilhões no mercado primário e compras líquidas de R$87,1 bilhões no mercado secundário).

Banco Central: Proagro, Linhas de Liquidez e outros recursos

As operações de Redesconto e de Linhas de Liquidez (R$18,1 bilhões, resultado de operações de redesconto, R$174 milhões, e Linhas de Liquidez, R$17,9 bilhões), e os depósitos de instituições financeiras (R$9,9 bilhões, compostos por liberações de recolhimento de recursos de depósitos a prazo, +R$7,2 bilhões; de depósitos voluntários a prazo, +R$2,1 bilhões; de recursos do Proagro, +R$309 milhões; de depósitos de garantia em espécie vinculadas a Linhas Financeiras de Liquidez – LFL, +R$255 milhões; e o recolhimento de recursos à vista não aplicados em operações de microfinanças, -R$155 milhões).  

M1 e a diminuição do papel-moeda

De acordo com o Banco Central do Brasil (BCB), em fevereiro, os meios de pagamento restritos (M1) atingiram R$592,6 bilhões, expansão de 0,4% no mês, resultado da elevação dos depósitos à vista, 1,1%, e da diminuição do papel-moeda em poder do público, 0,3%. Considerando-se dados dessazonalizados, o M1 avançou 0,9% no mês.

M2 e os depósitos da poupança

O M2 cresceu 0,8% no mês, totalizando R$4,2 trilhões. O saldo dos depósitos de poupança recuou 0,1% no período, somando R$1,0 trilhão, após registrar resgates líquidos de R$5,4 bilhões. 

Títulos emitidos

O saldo dos títulos emitidos por instituições financeiras avançou 1,3%, totalizando R$2,6 trilhões, após captações líquidas de R$14,7 bilhões nos depósitos a prazo. 

A variação do M3 e as quotas de fundos 

Segundo o Banco Central do Brasil (BCB), o M3 não registrou variação no período, totalizando R$8,7 trilhões. O recuo de 1,0% no saldo das quotas de fundos do mercado monetário no período, que totalizou R$4,2 trilhões, foi contrabalançado pelo aumento do M2. 

A variação do M4 em 12 meses

O M4 cresceu 0,3% no mês, totalizando R$9,5 trilhões. Em 12 meses a variação alcançou 11,5%, destaca a instituição através de publicação oficial realizada na data desta publicação.

Dados oficiais e os fatores que impactam a economia

Acompanhe as informações oficiais divulgadas pelo Banco Central do Brasil (BCB) e conheça os fatores diretos e indiretos que impactam a economia de forma abrangente, ocasionando a elevação da inflação e suas consequências no fluxo de oferta e demanda.

5/5 - (2 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.