Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Banco Central anuncia que PIX estará disponível em carteiras digitais

O Banco Central acaba de anunciar mais uma funcionalidade do PIX e que irá entrar em vigor muito brevemente. Trata-se de um serviço que será ofertado por instituições financeiras ou de pagamentos que estejam cadastradas no Open Banking.

O objetivo do BC com a nova funcionalidade será permitir que os pagamentos e transferências realizadas com o PIX fiquem ainda mais práticos, com pequenas mudanças para o serviço confirmadas nesta quinta-feira (22). Entre as novidades, o órgão anunciou que irá criar uma modalidade de participação, o iniciador.

O que muda a partir de agora no PIX?

A partir de agora as provedoras de serviços de pagamentos (como PayPal), além de marketplaces e carteiras digitais, também terão a liberdade de começar a transação PIX. Até então, essas entidades apenas podiam receber um PIX.

A ferramenta será destinada exclusivamente para as empresas prestadoras de serviço de iniciação de transação de pagamento. As Instituições vão precisar estar cadastradas na nova ferramenta do BC, o Open Banking.

De acordo com o que foi passado pelo BC, as Instituições financeiras têm até 30 de agosto de 2021 para cumprirem com todos os requisitos técnicos e procedimentos necessários para o compartilhamento de informações das transações que foram feitas com o PIX. A partir de novembro também será possível realizar agendamentos a partir da iniciação.

O que será a modalidade iniciação?

O serviço de iniciação no PIX ocorrerá sempre que a instituição prestar o serviço de iniciação e que seja diferente da instituição que detém a conta do usuário que realiza o pagamento.

Para que o PIX seja feito a partir do serviço de iniciação, será preciso que o usuário tenha o consentimento do serviço que está sendo compartilhado, sendo que esta etapa terá toda a explicação nas regras públicas do Open Banking.

Outro ponto que irá ficar regulamentado é o novo meio em como se irá iniciar uma transação PIX para um serviço de iniciação. A partir de agora a transação de pagamentos terá todos os dados do seu pagador.

O BC reforçou que além de facilitar as operações de pagamentos e transferências, o serviço de iniciação de transação de pagamentos do PIX irá ser positivo para o aumento da concorrência, fortalecendo o uso do PIX nos casos que envolvam empresas, principalmente no comércio eletrônico.

PIX já figura no pódio da preferência de transação dos brasileiros

Com menos de um ano após o lançamento feito pelo Banco Central, o PIX já está entre os métodos de pagamento preferidos dos brasileiros. O PIX somente não figura ainda na frente das transações com cartão de débito e crédito, porém com tamanho avanço em tão pouco tempo, não é de se duvidar que ocupe em pouco tempo o primeiro posto.

O PIX também já é tido como confiável pelos brasileiros, sendo que em pesquisa recente, 66% dos brasileiros afirmaram que confiam no PIX como método de pagamento seguro, muito na frente do dinheiro em espécie e menos da metade afirmam que têm mais confiança no cartão de crédito online do que com o PIX.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.