Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pix fora do ar: veja os passos a seguir para que o problema se resolva

Algumas pessoas já passaram pela dificuldade de encontrar o sistema sem funcionamento

É normal encontrar usuários das contas bancárias reclamando sobre as falhas na hora do envio e do recebimento do dinheiro por meio do sistema das transações criado pelo BB (Banco Central) ano passado. Por tal razão, é comumente alta também a busca pela solução do problema do Pix fora do ar. Nesta segunda (19) falaremos sobre como proceder nessa situação.

Pix fora do ar e os procedimentos para solucionar o problema

A situação do Pix fora do ar é algo novo, tão novo quanto o sistema está ativo para o uso dos cidadãos brasileiros. Portanto, desde sua criação, em novembro de 2020, já se passaram nove meses em que existem operações financeiras com sistema de transação no Brasil. Mesmo com pouco tempo, o Pix já pode ser considerado o método principal de transferências de dinheiro do Brasil, deixando o DOC e o TED de lado.

Por funcionar com um modo simplificado, ágil, seguro e gratuito, o Pix conquista clientes dos mais diferentes tipos. Afinal, os quesitos de ofertar praticidades e não cobrar nenhuma taxa, são os diferenciais que põe o serviço na frente de outros serviços para transferências, que fazem ainda a cobrança das taxas e têm prazos de no máximo um dia útil.

Em compensação, o Pix tem exclusivamente a função digital sendo que, desse modo, tem gerado dúvidas quanto a problemas e possíveis indisponibilidades no serviço. Como evidenciado anteriormente, este serviço opera de forma 100% online e digital. Dessa forma, é usual ocorrer instabilidades.

A situação do Pix fora do ar é algo novo, tão novo quanto o sistema está ativo para o uso dos cidadãos brasileiros
A situação do Pix fora do ar é algo novo, tão novo quanto o sistema está ativo para o uso dos cidadãos brasileiros – Foto: Nubank

Certas falhas podem estar ligadas ao sistema integrado ao Banco Central, tal como também podem ser por conta dos erros no app do banco no qual se está utilizando o serviço. Em ambos os casos, o cliente não tem o que fazer. Entretanto, há algumas soluções possíveis para tal ocorrido.

  • Reiniciar o app e acessar a conta novamente;
  • Reiniciar a conexão da Internet;
  • Alternar entre a rede da conexão Wi-Fi pela 4G, mas vice-versa.

Apesar de a oscilação ser no serviço do Pix, bem como no aplicativo da conta bancária, é recomendado não se afligir. O serviço tende a ser reparado em poucos instantes.

Desse modo, tente realizar o processo da transação novamente pelo Pix após algum tempo. Assim, muito provavelmente estará funcionando normalmente.

Como proceder em caso do cidadão se sentir prejudicado com a falha?

Por certo, ocorreram relatos de clientes que afirmam ter realizado a transferência, bem como o valor não ter sido creditado na conta do destino, mesmo que tenha sido debitado. Caso isso ocorra, é indicado contatar diretamente a instituição responsável por essa conta que enviou o montante. Assim, é possível fazer a verificação de qual é o problema, questionando se o Pix fora do ar é mesmo o responsável pelo problema.

3 Comentários
  1. Yeda Diz

    Desde o início do pix tenho usado mas não tenho do que reclamar sempre perfeito trabalho com vendas sempre deu certo espero que a funcionalidade não se acabe e que evolua cada vez mais a tecnologia sobre o pix.

  2. JOSÉ QUITERIO DOS SANTOS Diz

    QUERO FAZER UMA TRANSFERÊNCIA E NÃO ESTOU CONSEGUINDO.ESSA TRANSFERÊNCIA É VIA PIX.

  3. JOSÉ QUITERIO DOS SANTOS Diz

    QUERO FAZER UMA TRANSFERÊNCIA E NÃO ESTOU CONSEGUINDO.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.