Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.9/5 - (21 votes)

Auxílio emergencial: Saiba quando começam os pagamentos retroativos

Embora o programa tenha sido encerrado oficialmente em outubro de 2021, ainda possui algumas parcelas a serem distribuídas.

O Ministério da Cidadania deve iniciar, em breve, os novos repasses do Auxílio Emergencial. Embora o programa tenha sido encerrado oficialmente em outubro de 2021, ainda possui algumas parcelas a serem distribuídas.

As cotas extras se referem a um pagamento retroativo destinado aos pais solteiros chefes de família monoparental que não tiveram direito ao benefício duplo concedido nas primeiras cinco parcelas do programa em 2020.

Veja também: Auxílio Emergencial terá novas parcelas em 2022; confira quem recebe

Por meio da Medida Provisória (MP) 1.084, publicada no dia 24 de dezembro de 2021, o Governo Federal disponibilizou R$ 4,1 bilhões a equipe da Cidadania para realizar os pagamentos. Vale ressaltar que não se trata se uma nova prorrogação do Auxílio Emergencial.

Quando começa os pagamentos?

O Ministério da Cidadania ainda não sabe como e quando os pagamentos serão efetuados. A pasta informou que um ato deve ser publicado com o detalhamento de como serão feitas as operações.

Quem tem direito as novas cotas?

Devido ao veto do presidente da república que impediu os pais solo receberem as parcelas duplas do Auxílio Emergencial, apenas as mulheres solteiras chefes de família monoparental tiveram acesso ao benefício de R$ 1.200. Para receber o retroativo complementar, o cidadão precisa:

  • Ser chefe de família;
  • Responsável por pelo menos um menor de 18 anos;
  • Não possuir cônjuge ou companheira;
  • Ter recebido a cota simples do Auxílio Emergencial em 2020;
  • Não ter outro membro familiar que tenha recebido a cota dupla no valor de R$ 1.200 em 2020.

Quais os valores?

A MP publicada garante o pagamento complementar, somente, das primeiras cinco parcelas concedidas pelo Auxílio Emergencial em 2020. Desta forma, aqueles que tiveram acesso às parcelas de R$ 600 na época, receberão um retroativo complementar de R$ 3 mil.

Como consultar?

Para consultar se terá direito aos valores, basta:

  • Acessar o aplicativo ou site do Auxílio Emergencial;
  • Informar CPF, nome completo e nome da mãe;
  • Se não souber o nome da mãe, marque a opção “Mãe desconhecida”;
  • A data de nascimento também deve ser informada;
  • Para consultar, basta clicar em “Enviar”.
3.9/5 - (21 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

11 Comentários
  1. Eva de oliveira soares Diz

    Tem problema de saúde coração enxado plumao enxado sinto muita falta de ar não sou aposentada meus remédios são caros este auxílio mi ajuda muito moro sozinha

  2. luciano delfino oscar Diz

    1 para de mentir se o titulo da matéria e ´´Saiba quando começam os pagamentos retroativos´´ cade as datas ? so quer clic ne .
    2 não da pra consultar nada na dataprev , antes estava la disponível a consulta agora não da para ver mais . então faça uma matéria honesta pergunte na dataprev pq esta disponível a consulta e agora não esta mais . ajudaria mais a população se fossem mais verdadeiros .

  3. Antonia América de de lima Diz

    Eu tenho 65 anos não consigo serviço sou cuidadora de idosos estou fazendo tratamento de angina uso medicamentos diária alguém usos meu cadatro do auxílio coloco nome e número de. CPF de alguém e broquiarao meu auxilio

  4. Sandra da silva Andrade Diz

    Eu moro sozinha e recebir 2020 600reais e agora vou receber

  5. Jayme Cesar Diz

    É no dataprev! Eu fui lá um dia e estava monoparental , agora saiu e não voltou mais

  6. DANIEL Diz

    A minha tem 17

  7. Humberto Butti Diz

    Por que colocam como destaque no título da matéria? Isso se chama engana leitor e falta de respeito

  8. Humberto Butti Diz

    Se vocês não sabem as datas, porque colocam como destaque no título da matéria? Isso se chama engana leitor e falta de respeito

  9. Celio Diz

    Lá no caixa tem não dá pra saber se tenho direito.
    Como vou saber se vou receber ???

  10. Elza de almeida Diz

    Sou mãe solteira e pago aluguel,estou desempregado e tenho problemas sérios de coluna e osteoporose,esse dinheiro será meu sustento.obg

  11. José Paulo Barbosa Diz

    Eu gostei muito do comentário, eu sou pai solteiro, tenho uma filha com 14 anos , e espero receber este dinheiro, vai me ajudar bastante. 👍

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.