Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: Quando começará o pagamento da 7ª parcela?

A liberação de saques e transferências da sexta parcela já está chegando ao fim, dando espaço para os depósitos da última rodada começarem.

Auxílio Emergencial, programa assistencial que iniciou em 2020 com o surgimento da pandemia, está chegando ao fim. Quando começou, o benefício acabaria no mesmo ano. Contudo, com o agravamento da crise sanitária e aumento de casos da doença, o suporte governamental seguiu necessário.

Por esse motivo, então, depois de algumas extensões em 2020, os beneficiários tornaram a receber novas parcelas neste ano. Estas terminariam em julho, no entanto, receberam nova prorrogação de mais três rodadas. Dessa forma, o programa termina neste mês com a sétima parcela de 2021.

O primeiro grupo a receber a sétima e última parcela será o de participantes do Bolsa Família com NIS (Número de Identificação Social) de final 1. Estes receberão o valor no dia 18, próxima segunda-feira. Já aqueles que não participam do Bolsa Família recebem a parcela no dia 20, quarta-feira, começando por quem nasceu em janeiro.

Por enquanto a liberação de saques e transferências seguem ocorrendo.

Beneficiários que nasceram em agosto podem sacar sexta parcela

Aqueles que fazem parte do público geral possuem dois calendários: o primeiro de depósito da parcela na Poupança Social Digital e um segundo para a liberação de saques em dinheiro e transferências. Isto é, estes beneficiários apenas conseguem realizar pagamentos de contas e boletos pelo aplicativo Caixa Tem até o momento de saque.

Trata-se daqueles que não fazem parte do Bolsa Família, ou seja, que se inscreveram no programa pelo Cadastro Único ou pelo próprio aplicativo da Caixa.

Dessa maneira, hoje, 14 de outubro, é o dia de liberação de saques e transferências da sexta parcela para quem nasceu em agosto. Este valor já havia sido depositado anteriormente, no dia 29 de setembro para este grupo.

Até então, o valor somente poderia ser movimentado através do aplicativo Caixa Tem para o pagamento de contas de água, luz, telefone e gás, por exemplo, além de de boletos. Ademais, também era possível prosseguir com compras em lojas virtuais ou por meio do QR code (um tipo de código de barras que pode ser lido pela câmera de celulares). Os pagamentos aconteciam por meio de um cartão de débito digital que o próprio aplicativo gera automaticamente.

Por outro lado, os participantes do Bolsa Família recebem o depósito já com a possibilidade de sacar e transferir os valores no mesmo dia.

Calendário de saques da sexta parcela

Até a próxima quarta-feira, 19 de outubro, o público geral do Auxílio Emergencial aguarda pelas liberações de saques e transferências de seus valores. Até o momento, todos que nasceram entre janeiro e agosto já puderam realizar as movimentações. Contudo, os beneficiários que fazem aniversário entre setembro e dezembro ainda precisam aguardar as seguintes datas:

  • 14 de outubro, hoje: podem sacar e transferir a sexta parcela aqueles que nasceram em agosto.
  • 15 de outubro: poderão sacar e transferir a sexta parcela aqueles que nasceram em setembro.
  • 18 de outubro: poderão sacar e transferir a sexta parcela aqueles que nasceram em outubro.
  • 19 de outubro: poderão sacar e transferir a sexta parcela aqueles que nasceram em novembro e dezembro.

Calendário de depósitos da sétima parcela para beneficiários do Bolsa Família

Primeiramente, os participantes do Bolsa Família receberão os valores da sétima e última parcela do Auxílio Emergencial. Além disso, é importante lembrar que, enquanto as parcelas foram pagas, este grupo teve o Bolsa Família suspenso. Portanto, ao fim do Auxílio Emergencial, estes tornarão a receber seu benefício original.

O pagamento ocorre assim como sempre receberam, ou seja, nos dez últimos dias úteis do mês, de acordo com o final de seu NIS (Número de Identificação Social).

Desse modo, a última parcela do Auxílio Emergencial chegará aos participantes do Bolsa Família nos seguintes dias:

  • 18 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 1.
  • 19 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 2.
  • 20 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 3.
  • 21 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 4.
  • 22 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 5.
  • 25 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 6.
  • 26 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 7.
  • 27 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 8.
  • 28 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 9.
  • 29 de outubro: recebem aqueles de NIS com final 0.

Calendário de depósitos da sétima parcela para beneficiários do público geral

Por outro lado, aqueles do público geral terão o depósito da sétima parcela da seguinte maneira:

  • 20 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em janeiro.
  • 21 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em fevereiro.
  • 22 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em março.
  • 23 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em abril e maio.
  • 26 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em junho.
  • 27 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em julho.
  • 28 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em agosto.
  • 29 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em setembro.
  • 30 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em outubro e novembro.
  • 31 de outubro: recebem os beneficiários que nasceram em dezembro.

Calendário de saques da sétima parcela

Por fim, depois de poder movimentar os valores pelo aplicativo Caixa Tem, os beneficiários do público geral terão acesso ao saque em dinheiro e à possibilidade de transferir. Estas liberações acontecerão nas seguintes datas:

  • 1º de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em janeiro.
  • 03 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em fevereiro.
  • 04 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em março.
  • 05 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em abril.
  • 09 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em maio.
  • 10 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em junho.
  • 11 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em julho.
  • 12 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em agosto.
  • 16 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em setembro.
  • 17 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em outubro.
  • 18 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em novembro.
  • 19 de novembro: podem sacar e transferir quem nasceu em dezembro.

Auxílio Emergencial pode ter nova prorrogação?

Inicialmente, prevê-se que o término do Auxílio Emergencial acontecerá com a sétima parcela. Além disso, o avanço da vacinação contra a Covid-19 auxiliou na diminuição do número de casos. Portanto, a necessidade da medida assistencial não é tão mais urgente.

Contudo, com a dificuldade de lançamento do Auxílio Brasil, novo Bolsa Família, a possibilidade de prorrogar o Auxílio Emergencial retorna. O Governo Federal ainda não divulgou sua decisão, assim, será necessário aguardar.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.