Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial: prazo para a contestação da negativa está acabando

De acordo com as informações do Dataprev, quem não fizer a contestação do Auxílio não vai poder reclamar depois

O Governo Federal realizou mais de 2 milhões de cortes no Auxílio Emergencial desde o início dos pagamentos do programa ainda em abril deste ano. De acordo com o Dataprev, pelo menos uma parte dessas pessoas está tendo nesta semana a oportunidade de contestar o resultado da negativa.

Como dito, não é todo mundo que pode fazer isso. Essa possibilidade vale apenas para as pessoas que tiveram o cancelamento neste mês de julho. E mesmo assim não são todos os cidadãos. São apenas aqueles que não passaram pelo bloqueio definitivo. Eles terão até o próximo dia 24 para fazer isso.

O Dataprev alerta que quem não respeitar esse prazo não vai poder reclamar depois. Acontece que a ideia do órgão é justamente estabelecer essa data para evitar se concentrar neste problema muito tempo depois. É justamente por isso que é importante ficar de olho no site oficial da consulta do benefício na internet.

É que é justamente este site que vai mostrar essa informação do cancelamento ou não do programa. Ao entrar na página inicial, o trabalhador vai precisar inserir os seus dados pessoais básicos. Logo depois, o Dataprev vai informar se a conta está cancelada ou não. No caso do bloqueio, eles informam o motivo para tal decisão.

Se o trabalhador não concordar com a justificativa, ele vai poder fazer a contestação. Para isso, basta clicar no ícone i, para obter mais informações. Logo depois, ele vai perceber que vai aparecer um botão de contestação. Aí é só clicar nele, seguir o passo a passo e esperar pela reanálise do Dataprev. Não há uma previsão de datas para o novo resultado.

Contestação

Nas redes sociais, no entanto, muita gente está reclamando desse processo de contestação. É que esses trabalhadores estão alegando que esse botão de questionamento do resultado simplesmente não está aparecendo para eles.

Quando isso acontece, não é um problema do computador ou da internet do usuário. É que acontece que o Dataprev considera que alguns bloqueios são definitivos. Por isso, eles afirmam que essas pessoas não possuem o direito de contestar.

Apesar de muita gente reclamar dessa lógica, o órgão afirma que não vai mudar o seu posicionamento quanto a isso. Por isso, a tendência é que muitas pessoas tenham o cancelamento sem a possibilidade de questionar o resultado.

Auxílio Emergencial

E essa lógica do Dataprev deve seguir pelos próximos meses. Vale lembrar que o Governo Federal anunciou há algumas semanas a prorrogação do benefício por mais três meses. Assim, o projeto deverá durar até, pelo menos, o próximo mês de outubro.

De acordo com o Governo Federal, a ideia desses bloqueios do Dataprev é justamente evitar que fraudes sigam acontecendo. Segundo informações oficiais, o Planalto gastou bilhões de reais em pagamentos indevidos do Auxílio no passado.

A ordem dentro do Ministério da Economia neste momento é justamente evitar que esse cenário se repita. Por isso, eles afirmam que irão continuar com as reanálises até o fim do Auxílio Emergencial, independente do tamanho da prorrogação do projeto.

14 Comentários
  1. Lorena Diz

    Queria sabe como coloca meu bebê de 9 mês pq só recebo 150 de auxílio

  2. Maria de lourdes maciel dos Santos Diz

    Eu aperto o botão só fica girando e nada acontece,o prazo está a acabando e eu não estou com seguindo,e eu sei que tenho o direito de receber!

  3. Anderson Gomes De Lima Da Silva Diz

    Eu deixei contestatdo

  4. Vânia de Carvalho Pinto Diz

    Eu não recebi nenhuma das 3 parcelas eu recebi qndo saiu no começo recebi todas mas qndo saiu as 3 parcelas do auxílio eu não recebi e sou mãe solteira tenho 3 filhos

  5. Zeneide Diz

    Não sei porque prorrogar a contestação, se ninguém consegue contestar, a justiça deveria averiguar isso direito.

  6. Suellen Cristina Tavares Diz

    Não tenho nada no meu nome sou desempregada e diz que não me encaixo 😞

  7. Ariana Sousa Rodrigues Diz

    O meu tbm ta bloqueado e não pode contestar

  8. Ana Paula dos Santos Sucupira Diz

    Estou completamente indignada, pois bloquearam o meu auxílio e alegam que eu não tenho direito a contestação… Eu com três filhos menores sendo uma bebê de um ano, sem gás já a mais de um mês, cozinhando com uma resistência, vivendo de doações de alimentos, aqui até o básico de higiene falta… Estou procurando emprego mais até agora nada e a única coisa que eu tinha era essa ajuda do auxílio! Eles falam que de muitos estão assim por fraudes, só se for deles por que a única coisa que mudou na minha situação do início do auxílio foi que a minha bebê nasceu!

  9. Joel Diz

    Eu fui bloqueado pq minha esposa ganha 1200 reais eles cortaram dizem q da meio salario minimo pra cada um so q eles nao pergunta c VC paga aluguel agua luz despesa de casa sera q esses corrupito vivem so com 1200 reais???

  10. Eliene Diz

    Pra mim sempre fala q já expirou o prazo não entendo isso.gente sou mãe solteira chefe de família não tenho nada não estou trabalhando,não tenho renda alguma

  11. Verônica Vidal Diz

    Como é que vou contestar se não existe esse opção?

  12. Rayssa Diz

    Boa tarde!
    Essa opção também não está aparecendo para mim.
    Por favor gente tenho 3 filhos sou mãe solteira e meu auxílio foi bloqueado sem motivos.
    Já compareci a uma caixa econômica mais eles não resolveram.

  13. Luzia alves Pinheiro Diz

    Sou mãe solteira, estou desempregada e não tenho como contestar o corte do auxílio, parabéns bolsonario

  14. Morais Diz

    Como é que vou contestar se não existe esse opção?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.