Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.4/5 - (7 votes)

Auxílio emergencial: pagamentos avulsos podem acontecer em 2022

De acordo com informações do próprio Ministério da Cidadania, alguns pagamentos do Auxílio Emergencial este ano

O Governo Federal anunciou que já depositou o pagamento retroativo do Auxílio Emergencial. Esse depósito, aliás, aconteceu ainda na última quinta-feira (13). Pelo menos é isso o que se sabe oficialmente. O repasse aconteceu em parcela única para cerca de 800 mil pais solteiros.

Em tese, esse é o último pagamento que o Governo Federal fez do Auxílio Emergencial. De acordo com as informações oficiais, os repasses do programa chegaram ao fim ainda no último mês de outubro de 2021. Desta vez, no entanto, eles abriram uma exceção e decidiram abrir um crédito de R$ 4,1 bilhões para essas liberações.

A partir de agora, o Governo Federal não tem mais planos de abrir mais nenhuma brecha no orçamento para pagar Auxílio Emergencial. Entretanto, neste caso específico, querer não significa necessariamente poder. Acontece que existem milhares de casos específicos de pessoas que não concordaram com os bloqueios e entraram na justiça.

Não dá para saber oficialmente quantos usuários estão buscando esse benefício de forma atrasada. Mas imagina-se que não poucos. De acordo com relatos nas redes sociais, muita gente está tentando receber esse dinheiro por meio de um contato com a Defensoria Pública da União (DPU).

Também não há informações sobre um possível tempo médio de espera para essas pessoas. Há relatos de cidadãos que esperaram quatro meses para poder receber o dinheiro. Porém, isso não é uma regra. Tudo vai depender de como as coisas se movimentam. Então esse período de tempo pode ser maior ou menor a depender do caso.

Administrativamente não dá mais

Vale lembrar que não é mais possível pedir um recurso pelo não recebimento do Auxílio Emergencial. Pelo menos não de forma administrativa. O que isso quer dizer? Significa que o Ministério da Cidadania não aceita mais esses pedidos.

Durante os pagamentos do Auxílio Emergencial, pelo menos uma parte dos cidadãos que passavam pelo bloqueio tinham um prazo de 10 dias para pedir uma contestação do resultado. Agora, nem isso eles podem fazer mais.

De qualquer forma, o cidadão que se sente lesado pelo Governo Federal pode pedir ajuda da Defensoria Pública da União (DPU). Neste caso, não há prazo mínimo para se fazer o pedido. Mas também não há uma estimativa do recebimento do dinheiro.

Auxílio Brasil segue sendo o foco

De acordo com informações de bastidores, o foco total do Governo Federal neste momento é mesmo o Auxílio Brasil. O programa que veio para substituir o Bolsa Família deve atender cerca de 17,5 milhões de pessoas neste mês de janeiro.

Ainda de acordo com essas informações, eles não querem mais saber dessa história de retorno do Auxílio Emergencial. E isso está se traduzindo na prática. Só nesta semana, o Ministro da Cidadania, João Roma, falou sobre isso duas vezes.

Em uma das duas oportunidades, ele disse que não faz sentido o retorno do Auxílio Emergencial neste momento. O próprio João Roma disse em outra oportunidade que cerca de 25 milhões de pessoas ficaram sem nada desde o fim do programa. E assim continuam.

4.4/5 - (7 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

15 Comentários
  1. Wanderley Jorge chagas Diz

    Gostaria de saber se vou receber auxilio emergencial em 2022.

  2. Marcos de Azevedo santos Diz

    Gostaria de saber se tenho direito de receber o auxílio emergencial 2022 estou desempregado tenho 62 anos não só aposentado

  3. Jessica Oliveira Ramos Diz

    Vou pode reseber o auxílio emergencial estou precisando tenho crianças pequenas

  4. Deize Diz

    Olá

  5. Leiliani Diz

    Queria sabe se vou ter direito no auxílio eu tô grávida de 6 mês e não trabalho e preciso muito

  6. 06999038949 Diz

    Bom dia quero saber se vou receber o auxílio emergencial.sou desempregada já a dois anos.e preciso muito desse auxílio.

  7. Janete Fontes da Silva Diz

    Bom dia eu vou ter direito ao auxílio emergência ou auxílio de doença estou precisando eu moro de aluguel tô desempregada há vai fazer três anos que eu tô desempregada deixa dessas pandemia peguei coronavirus duas vezes

  8. Renan Sidinei Alves da silva Diz

    Boa noite, sou pai solteiro, gostaria de saber como fazer o cadastro pois estou precisando muito no momento grato.

  9. Osnei Aparecido Dias Diz

    Boa noite me chamo osnei quero saber porque nos pais solteiros nao temos mais direitos de receber o auxilio emergencias eu estou desempregado nao consigo emprego em lugar nenhum to trabalhando com reciclagem e mal da pra mim pagar aluguel agua e luz e colocar comida na mesa ou eu pago aluguel ou eu compro comida e ai se eu compra comida eu sou despejado porque nao consigo pagar o aluguel e se eu pagar o aluguel eu moro de fome entao a pergunta que eu faco e serto isso nos pais solteiro sermos despresados e termos menos direitos so porque somos pais solteiros nao temos beneficios nenhum e nem emprego e dai oque fazemos vcs governantes vejam nosso lado somos todos trabalhadores mas estamos sem emprego e sem auxilio pra nos colocar comida na mesa ou pagar o aluguel entao perante vcs governantes nao somos ninguem pra vcs olhem nosso lado governantes tambm precisamos somos pais eu falo por mim e por muitos pais que estao na mesma situaçao desempregado nao conseguem trabalho e nao conseguem pagar o aluguel com digninidade e tambem colocar comida na mesa Obrigado

  10. FRANCEELEN DA SILVA Diz

    Sou mãe solteira tenho direito a esse áuxilio emergencial?

  11. Ediana André Salviano Diz

    Gostaria de saber se tenho direito ao auxílio pois,ano passado não recebi. só em 2020.

  12. Thiago Henrique Diz

    Sou pai solteiro e nao recebi nem os 600 reais não consigo fazer meu cadastro até hj

  13. Silvia Diz

    Sou mãe solteira nunca recebi auxilio emergencial nem em 2020 nem 2021 em 2021 passei fome passei por situações que só Deus mesmo q me fortaleceu esse governo é uma vergonha

  14. Roseli Bernardo de Oliveira Diz

    Sou mãe solteira e sempre passei por muitos conflito sobre pensão alimentícia dos meus filhos menores

  15. Wagner Diz

    A defensoria pública da união tinha enviado um ofício pedindo para o governo pagar para os pais solteiros não só as cinco parcelas do auxílio emergencial, mais também as últimas quatro parcelas do auxílio extensão e a diferença das sete parcelas do auxílio emergencial de 375.00 que foram pagas só para mães solteiras! Pois violação do princípio da isonomia é crime e feri o que está escrito em nossa constituição federal!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.