Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial negado: Veja quem tem mais chances

O relatório divulgado na última semana, indica os grupos com o maior índice de negativas na inclusão ao programa, cerca de 30% da população com a mesma faixa etária não foi aprovada.

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria revelou os critérios de concessão ao auxílio emergencial. O relatório divulgado na última semana, indica os grupos com o maior índice de negativas na inclusão ao programa, cerca de 30% da população com a mesma faixa etária não foi aprovada.

Ser incluído na folha de pagamentos do auxílio emergência tem sido uma tarefa desafiadora para uma boa parte dos cidadãos. Segundo os últimos levantamentos, os jovens entre 16 e 24 anos são o grupo com o maior índice de reprovação do benefício, uma vez que 54% de suas solicitações foram rejeitadas.

Detalhes da pesquisa

Para alcançar os resultados da pesquisa, a Confederação Nacional da Indústria entrevistou cerca de 2.000 pessoas por telefone, durante os dias 12 e 16 de julho. Do total de entrevistados, cerca de 30% dos cidadãos mais novos afirmaram não ter sido contemplados.

Ainda no mesmo grupo, apenas 14% tiveram aprovação para receber o benefício do Governo. A região nordeste é a que mais possui beneficiários atualmente, sendo a maior parte o público feminino, com 26%, e a menor homens jovens, com 15%.

Conforme o relatório, 20% dos cidadãos escutados fizeram a solicitação e foram aceitos no coronavoucher, estando recebendo até os dias de hoje.

No grupo feminino, 76% do abono recebido é destinado a compra de produtos para alimentação, já na população masculina, 81% do benefício é referente ao pagamento de despesas. Entre ambos os grupos, apenas 1% guardam ou poupam parte do dinheiro.

Quais os critérios de inclusão ao auxílio emergencial em 2021?

Para ser atendido pelo programa do Governo, o cidadão precisa:

  • Ter renda familiar per capita igual ou inferior a meio salário mínimo (R$ 550);
  • Ter renda bruta familiar de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Ser o único contemplado pelo programa no grupo familiar;
  • Ter mais que 18 anos;
  • Não ter emprego formal;
  • Não ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019 ou rendimentos isentos acima de R$ 40 mil no ano de apuração;
  • Não ser dono de bens de valor superior a R$ 300 mil no fim de 2019;
  • Não ser residente médico, multiprofissional, beneficiário de bolsa de estudo, estagiário ou similar;
  • Não receber qualquer tipo de benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de transferência de renda do governo em 2020, com exceção do Bolsa Família e abono salarial.

Veja também: Auxílio Emergencial: Caixa libera saques da 4ª parcela para nascidos em janeiro

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
9 Comentários
  1. Ana Cláudia Da Silva Diz

    Eu estou separada tenho 2 filhos, meu bolsa família foi cancelado pq não consegui cadastrar a tempo, já recadastrei mais ainda não consta novo cadastro já tem 3 meses que recadastrei e até agora nada tem 6 meses que não recebo nada e eu preciso pra comprar fraldas pra minha filha

  2. Ana Cláudia Da Silva Diz

    Meu bolsa família foi cancelado pq não consegui cadastrar logo, estou separada e tenho dois filhos fui lá e recadastrei mais até agora passado 3 meses ainda não consegui receber nada e ainda consta meu ex marido no cadastro e ainda não avaliaram já estou a 6 meses sem receber

  3. JOSEMIRA GONÇALVES Ramos Diz

    Meu auxílio foi negado eu sou beneficiária do bolsa família estou desempregada e preciso muito não tenho renda nenhuma

  4. Marta Diz

    Meu é Marta Maria dos Santos não recebi o auxílio emergencial por não consegui tirar o CPF do meu esposo estou divorciada e preciso deste dinheiro

  5. Marcelo Wictor Ferreira da Silva Diz

    eu também meu auxílio emergencial não foi aprovado sendo que eu estou desempregado isso não é justo eu tenho direito sim ao auxílio se não vou procurar meus direitos e cancelar definitivamente minha conta digital do caixa tem

  6. Maria Izanete Diz

    Sou separada o ex ganha pouco tem outra esposa nós não mora junto a anos soubesse oque nós passa nessa vida até pra comprar um gás pagar água e luz não e fácil cadê nós bota nas eleições pra vê se alguém ajuda nos principalmente maé solteira. Anda arrume isso o auxílio ajuda pagar água e luz pelo menos daõ as coisa pra nós e retirado nem sabe o quanto precisamos nem sabem as dificuldades de cada um.

  7. Maria Izanete Diz

    eu quero meu auxilio de vta se fomos aprovados o dinheiro e nosso sou maē solteira dois filhos demenor cortaram meu auxilio oque e nosso nao deviam mexer o pais inregular ja nao basta ser pouco e ainda ficam regulando coisa feia em
    Desbloqueia isso pho e nosso por direito nos vota ta

  8. Valdecy Diz

    Eu gostaria de saber porque fui negada depois da quarta parcela sou doente não posso trabalhar meu esposo desempregado não sei o que fazer o dinheiro é pouco mais ajudar muito é muito difícil essa análise

  9. Rosângela De Fátima Da Silva Diz

    Eu gostaria de saber pq eu não consegui era aprovado na auxílio emergencial,sendo q estou desempregada tenho 2 filhos de menor,fui ao banco e lá me alegaram q meu pai recebe mais q 2 salário,mais aí vem a questão eu não moro debaixo do mesmo teto com ele,tenho minha casa separada só e no mesmo lote não tenho renda nem uma e estou passando dificuldade com meus filhos principalmente agora nessa pandemia,

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.