Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio Emergencial: Governo libera consulta extra do benefício

Os novos pagamentos não se tratam de uma prorrogação do programa, mas de apenas repasses retroativos. Serão beneficiados os pais solteiros que são chefes de família.

As consultas para saber se foi ou não contemplado com as novas parcelas do Auxílio Emergencial já foram liberadas pela Dataprev. A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência é vinculada ao Governo Federal é responsável pela análise de dados dos cidadãos.

Veja também: Auxílio Brasil: com veto, cerca de 5 milhões poderão ficar de fora

De antemão, vale ressaltar que os novos pagamentos não se tratam de uma prorrogação do programa, mas de apenas repasses retroativos. Serão beneficiados os pais solteiros que são chefes de família.

Este grupo não teve direito de receber as duplas do Auxílio Emergencial durante os pagamentos em 2020. Desta forma, aqueles que se encaixam nas mesmas condições que as mulheres que receberam as parcelas dobradas do programa, podem fazer a consulta na Dataprev.

Consulta na Dataprev – pais solteiros podem fazer

O possível contemplado pode acessar o site para ter acesso às informações. Na ocasião, serão solicitados dados como:

  • Número do CPF;
  • Nome completo;
  • Data de nascimento; e
  • Nome da mãe.

Após informar os dados citados, basta clicar em “Consultar” para ter acesso as considerações do Ministério da Cidadania. Mas vale ressaltar que para ter acesso a nova cota é preciso se encaixar em alguns requisitos, como:

  • Estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal;
  • Não possui cônjuge ou companheira(o);
  • Ser provedor de um lar com filho(s) menore(s) de 18 anos;
  • Ter recebido as parcelas no valor de R$ 600 em 2021;
  • Não ter registro de recebimento por ex-mulher do benefício tida como mãe solteira chefe da mesma família como monoparental.

Governo divulga calendário oficial de janeiro do Auxílio Brasil

Beneficiários do Auxílio Brasil já podem consultar quando receberão a mensalidade referente a janeiro de 2022. Isso porque, o Governo Federal acaba de divulgar o cronograma dos novos pagamentos, previsto para ter início no dia 18.

Os pagamentos do programa para o ano que vem contam com um financiamento de R$ 89 bilhões. A expectativa é possibilitar a entrada de mais 2 milhões de famílias no programa, totalizando cerca de 17 milhões de beneficiárias.

Vale lembrar que após a aprovação da PEC dos Precatórios, a mensalidade média do programa será de R$ 400. Além disso, os contemplados terão acesso ao novo auxílio gás nacional, que será repassado aos cidadãos de direito junto ao abono do novo Bolsa Família.

O vale gás contemplará cerca de 5,5 milhões de famílias cadastradas no CadÚnico. O benefício terá valor inicial de R$ 52, conforme os 50% do preço médio do botijão de gás de 13kg. A nova iniciativa também será gerenciada pelo Ministério da Cidadania.

Calendário do Auxílio Brasil em janeiro

A equipe técnica do programa decidiu manter o mesmo padrão de distribuição do benefício utilizado no Bolsa Família, que considerava os dez últimos dias úteis de cada mês para conceder o abono. Lembrando que a distribuição segue a ordem do dígito final do NIS. Confira:

Final do NISData de pagamento
118 de janeiro
219 de janeiro
320 de janeiro
421 de janeiro
524 de janeiro
625 de janeiro
726 de janeiro
827 de janeiro
928 de janeiro
1031 de janeiro

 

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

18 Comentários
  1. Nadia Maria dias ribeiro Diz

    Tenho 60 anos e sou sozinha não recebo nada alguém se importa

  2. Cristina Diz

    Moro sozinha mais também faço tratamento do coração será que ainda recebo o auxílio porque não tá fácil de pagar meu aluguel

  3. Adelaide Sonia Vilas Boas Pires Diz

    SOU DO CADASTRO ÚNICO SEMPRE RECEBI MEU AUXÍLIO CERTINHO ATÉ 30
    DE OUTUBRO, MAIS NÃO RECEBI MAIS NADA, NÃO TRABALHO PELA DEPRESSÃO E MEU ESPOSO SÓ TEM UMA DOENÇA RARA ACALAZIA DA CARDIA, MEGA ESOFAGO DA DOENÇA DE CHAGAS QUE OBSTRUIU O CANAL DO ESOFAGO, NÓS ESTAMOS COM 60 ANOS E PRECISO MUITO DO MEU AUXÍLIO DE VOLTA

  4. Silmar Xavier Pittigliani Diz

    Tive direto em todos os auxílio emergencial, agora meu CPF não consta no auxílio Brasil, sendo que ja fui no Cras e está tudo em dia,estou desempregada a 3 anos e tenho 60 anos, o que eu faço?

  5. Maria Aparecida Diz

    Separei no final de2020 nao tive direito a nada ate hoje meu ex me colocou como despendente dele na declaraçao do imposto de renda mudei meus dados no cras em novembro de 2020 mais ate hoje o nome dele ainda consta na dataprev o que eu faço

  6. José Diz

    Eles tinha liberado no site Dataprev a informações que receberia o retroativo depois tirou.

  7. Juliana Diz

    Sou mae solteira e quando fiz o cadastro não coloquei meus filhos então não recebi mil e duzentos como faço ? Alguém pode me ajudar por favor?

  8. Edson de Souza Corrêa Diz

    Sou pai solteiro e moro só não tenho emprego vou ter direito a esse Aux do governo federal

  9. Márcia Diz

    Sou mãe solteira solo tenho 3 menores e do mãe e pai ao mesmo tempo 2 menores tem pai no e 1 não tem pai e só eu que e o par das 2 criança só dar 150 reais de pensão eu gostaria de saber s tenho direito

  10. Luiz Delfino percilio Diz

    Estão de brincadeira essa Dataprev de 600 no começo não vi nem a cor do dinheiro depois veio o de 300sim recebi 4 parcelas depois veio o de 150*250×375 recebi o sndeb250 chegou em novembro nada até agora nada

  11. Valmira Santos Borges Diz

    Recebi o auxílio até outubro 21. Mas queria saber se vou receber este ano. Pq preciso. Sou sozinha não estou trabalhando.

  12. Fábio Diz

    Estou desempregado,fui atualizar o meu cadastro pra auxílio Brasil,mas não consegui,eles colocaram a minha renda de 533.00 sem eu receber esta quantia a minha renda é de 200.00,tem semanas que trabalho sim e outras não

  13. Cristina gomes da silva Diz

    Quero saber se eu vou mim encaixa no auxílio Brasil recebe a última parcela em outubro de 2021 e nao tenho renda tenho 52 anos sou diabética tenho pressão alta é sofro de fibromialgia tenho direito meu zap é 988433432 meu nome é Cristina gomes da Silva sou do RN municipio de extremoz

  14. Raquel Gonçalves Da Silva Diz

    Eu só mãe solteira moro de aluguel eu e minha filha

  15. Anderson Maurício Diz

    Aínda não está atualizado até porque o governo federal não divulgou ainda uma data específica quando vai começar apagar os pais solo,no meu caso la na Dataprev, está com informações antiga das parcelas antigas

  16. Madair Diz

    Obrigada excelente matéria explicação clara e objetiva.

  17. Maria Aparecida Silva Diz

    Sou mãe chefe de família, tenho problema nos 2 braços ,estou fazendo tratamento, e necessito dessa ajuda,é tudo tão estranho que acontece que ñ entendemos ,como funciona nada,uma moça aqui de 22 anos tem auxilio aluguel, e quem te problema de saúde 2 filhos menores com 47 anos ,ñ tem. B9lsa família, aux.vai entender

  18. Alexandre Carlos Benedetti Diz

    Fui consultar meu status na dataprev e não aparece nada lá.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.