Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: 5ª parcela já tem calendário para ESTE grupo

O cronograma é diferente para os demais beneficiários, que se inscreveram via site, aplicativo e CadÚnico

O Governo Federal já liberou o calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial para os cidadãos inscritos no Bolsa Família. O cronograma é diferente para os demais beneficiários, que se inscreveram via site, aplicativo e CadÚnico.

De acordo com o calendário, aproximadamente 14,69 milhões de famílias receberão o benefício entre o dia 18 de agosto a 31 do mesmo mês. Confira o cronograma a seguir:

Calendário da 5ª para os segurados do Bolsa Família

Número final do NIS 5ª parcela
NIS 1 18 de agosto
NIS 2 19 de agosto
NIS 3 20 de agosto
NIS 4 23 de agosto
NIS 5 24 de agosto
NIS 6 25 de agosto
NIS 7 26 de agosto
NIS 8 27 de agosto
NIS 9 30 de agosto
NIS 0 31 de agosto

 

Quem pode receber?

Os cidadãos que irão receber as parcelas da prorrogação serão os mesmos que já recebem pelo programa. Diante disso, cerca de 9 milhões de famílias que recebem pelo auxílio emergencial devem receber as parcelas até outubro.

Outras parcelas da extensão

Além da 5ª parcela, os segurados do Bolsa Família já têm acesso aos próximos calendários da extensão, correspondendo a 6ª e 7ª parcela do auxílio emergencial. Um deve ser liberado em setembro e o outro em outubro.

Quem não tem direito ao auxílio?

  • Trabalhadores ativos com carteira assinada;
  • Beneficiários previdenciários, assistenciais, trabalhistas ou de programa de transferência de renda federal, exceto o abono-salarial e o Bolsa Família;
  • Cidadãos que é membro de família cuja renda mensal per capita é acima de meio salário-mínimo;
  • Sujeitos membros de famílias com renda mensal acima de três salários mínimos;
  • Residentes no exterior;
  • Tenha recebido, em 2019, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Tinha, em 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive a terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00;
  • Tenha recebido, em 2019, rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40.000,00;
  • Tenha sido incluído, no ano de 2019, como dependente de declarante do Imposto sobre a Renda de Pessoa Física na condição de: a) cônjuge; b) companheiro com o qual o contribuinte tenha filho ou com o qual conviva há mais de cinco anos; c) filho ou enteado com menos de 21 anos de idade ou com menos de 24 anos de idade que esteja matriculado em estabelecimento de ensino superior ou de ensino técnico de nível médio;
  • Detento em regime fechado ou que receba auxílio-reclusão;
  • Tenha menos de 18 anos de idade, exceto no caso de mães adolescentes;
  • Possua o CPF vinculado, como instituidor, à concessão de pensão por morte de qualquer natureza;
  • Esteja com o auxílio emergencial cancelado no momento da avaliação da elegibilidade para a rodada de 2021;
  • Não tenha movimentado os valores do auxílio de 2020 no Caixa Tem;
  • Seja estagiário, residente médico ou residente multiprofissional, beneficiário de bolsa de estudo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes, de bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq ou de outras bolsas de estudo concedidas por órgão público municipal, estadual, distrital ou federal.

Veja também: Auxílio-inclusão: entenda o benefício regulamentado pela lei 14.176/2021

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
13 Comentários
  1. SINOIR MARA RODRIGUES Diz

    E um apurado o povo desempregado. E os governantes. Cortando o auxílio. Esse auxílio tinha que fica pra sempre .já é pouco .Esse é o nosso Brasil. Votaram no Bolsonaro tá aí.☺🙂🤔

  2. Sirlei Aparecida Rodrigues Garcia Diz

    eu preciso urgente do meu auxílio emergencial esse último não recebi nem uma parcela preciso comprar remedio e não tenho me ajude

  3. Vânia Lúcia Soares De Paiva Diz

    Estou,, também na esperança de receber,,,e tomara que seja um pouco,,mais,,, né 🤔 porque o valor de 150,00,, tenho que pensar pago a luz,,,ou compro o gás,,, que já está custando 104,00reais,,,minha luz 167,,00,,,cada mês um valor deferente,,,,só eu,,,morro,,,olho um um parente doente,,, não tenho renda,,, nem um tipo de auxilio,,,😒

  4. Nildes Nunes da Cruz Ribeiro Diz

    O meu foi cancelado tenho filho pra sustentar estou desempregada ele pede leite pão não tenho como comprar é a maior tristeza isso

  5. Carlos Diz

    Ei bolsonaro vai toma no seu cu seu filha da puta do krl vai ti fuder seu fudido dos inferno

  6. Raquel Diz

    Foi emergencial o ano passado que realmente ajudou quem estava desempregado esse ano tá parecendo mais bolsa família , só mulher com filho que pega ridículo o que esse governo de merda fez .

  7. Márcia Mateus dos santos Diz

    Pesso resposta e não encontro não recebi mais auxílio por imprudência pois alegam que sou casada basta ver que do primeiro cadastro consegui e agora me cortaram já desisti mais digo como eu cheio de injustiça

  8. Nicoli dias florencio alves Diz

    Sou mãe famila so recebo 150

  9. Sonia maria brum taylor Diz

    Eu sonia maria brum taylor com 3 contas de luz para pagar. Oq faço com 150. Reas pago as contas passo fome ou faço compras e deixo cortar agua e luz. Não sei oq faço com 64 anos ninguém me da trabalho.

  10. Carlos Diz

    Não terá mais o auxílio emergencial.

  11. Rejane Diz

    Eu Rejane quero saber quando vai sair a quinta parcela do auxílio emergencial

  12. Rejane Diz

    Rejane .quero saber quando vai sair o calendário da quinta parcela do emergencial.

  13. LEONICE Aparecida Vicente Diz

    Quando vai ser a quinta parcela d auxilio emergencial ❓

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.