Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Novo Bolsa Família: Governo avalia mudar estratégia de pagamento

De acordo com informações de bastidores, Governo avalia mudar estratégia de pagamento do novo Bolsa Família

O novo Bolsa Família, do Governo Federal, ainda não entrou em cena. No entanto, o Palácio do Planalto avalia mudar a estratégia de pagamentos do programa. De acordo com informações de bastidores, parte do Ministério defende que o dinheiro para pagar o projeto não venha da Reforma Tributária.

Essa, aliás, era a proposta número um do Ministro da Economia, Paulo Guedes. De acordo com o chefe da pasta, a ideia é aprovar o programa somente depois da aprovação da Reforma Tributária no Congresso. Isso porque ele quer usar o dinheiro da taxação dos lucros e dividendos no novo projeto.

Acontece que esse texto da Reforma Tributária ainda está em discussão no Congresso. Hoje, de acordo com parlamentares, não há sequer uma previsão de votação. Então isso estaria levando a crer que o novo Bolsa Família poderia passar por um novo atraso. Isso porque o Governo não teria como pagar o programa.

Agora, membros do Ministério da Economia acreditam que o melhor a se fazer é mesmo mudar essa estratégia. Dentro do Governo Federal, há a ideia de que o Bolsa Família novo comece a fazer pagamentos com dinheiro de um fundo extraordinário. Isso, no entanto, só funcionaria nos primeiros repasses do programa.

Hoje, a previsão do Governo Federal é começar a fazer os pagamentos do novo Bolsa Família até, no máximo, o próximo mês de novembro. Esse é o prazo central que eles definiram depois de uma série de adiamentos. A ideia original era começar os repasses desse benefício no próximo mês de agosto.

Novo Bolsa Família

De acordo com as informações oficiais, o novo Bolsa Família deve entrar em cena somente depois do fim do Auxílio Emergencial. Então um programa vai começar imediatamente no mês seguinte ao fim do outro projeto.

Recentemente, o Governo Federal anunciou oficialmente que o Auxílio Emergencial vai passar por uma prorrogação de três meses. Com isso, o benefício vai fazer pagamentos até o próximo mês de outubro, pelo menos.

Dessa forma, o novo Bolsa Família tem previsão de início dos repasses a partir do mês de novembro. Tudo isso, no entanto, ainda pode mudar a depender do decorrer da pandemia do novo coronavírus. Pelo menos foi isso o que disse o Ministro da Economia, Paulo Guedes.

Valores

O Governo Federal ainda não definiu qual vai ser a nova média de pagamentos do novo Bolsa Família. O Presidente Jair Bolsonaro vem garantindo, por meio de entrevistas, que essa valor médio vai subir para a casa dos R$ 300, no mínimo.

No entanto, membros do Ministério da Economia estão preocupados com essa projeção do chefe do executivo. Eles temem que esse valor médio possa acabar quebrando o teto de gastos. Por isso, eles querem apostar em um montante um pouco menor.

Hoje, de acordo como Ministério da Cidadania, o Bolsa Família paga uma média de R$ 190 por mês para cerca de 14 milhões de famílias. Esses números devem aumentar a partir de novembro. Só não se sabe para quanto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.