Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.1/5 - (7 votes)

Auxílio Emergencial 2022: Novo lote está sendo liberado em junho

O Auxílio Emergencial tem pagamentos confirmados para o mês de junho. O Governo Federal já editou uma Medida Provisória (MP) para liberação dos valores. No entanto, é importante destacar que não se trata de uma prorrogação, mas sim de liberações retroativas para um grupo específico.

O Auxílio Emergencial tem pagamentos confirmados para o mês de junho. O Governo Federal já editou uma Medida Provisória (MP) para liberação dos valores. No entanto, é importante destacar que não se trata de uma prorrogação, mas sim de liberações retroativas para um grupo específico.

É importante frisar que os novos repasses do auxílio emergencial consideram apenas as primeiras cinco parcelas concedidas pelo programa entre abril e agosto de 2020. Na época, o valor concedido era de R$ 600.

O público alvo trata-se dos pais solteiros, chefes de família monoparental, que durante os pagamentos do programa não receberam as parcelas duplas de R$ 1.200, concedidas apenas para as mães solteiras também chefes de família. Isso ocorreu devido ao veto do presidente Jair Bolsonaro, que impossibilitou o pagamento das cotas duplas ao público masculino. Todavia, o Congresso Nacional derrubou o veto, o que possibilitou os repasses dos valores retroativos.

Pagamentos da parcela retroativa do Auxílio Emergencial

Como mencionado, o pagamento só está sendo realizado aos homens chefes de família monoparental que receberam ao menos uma das cinco primeiras parcelas concedidas pelo programa entre os meses de abril e agosto de 2020.

Além disso, o Ministério da Cidadania verifica algumas informações para disponibilizar os valores. Tais como:

  • Se o chefe de família que recebeu o benefício não tem cônjuge ou companheira;
  • Se há pelo menos uma pessoa menor de 18 anos na família;
  • Se não houve pagamento de cota dupla (R$ 1.200) para outra pessoa (mãe solo) do mesmo grupo familiar.

Como consultar?

Para verificar se tem direito ao benefício, o cidadão deve acessar o portal Dataprev. Veja os passos a seguir:

  1. Acesse o portal de Consulta ao Auxílio Emergencial;
  2. Preencha o campo com o seu Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  3. Com o seu nome completo; e
  4. Com o nome da sua mãe completo (ou selecione a opção “mãe desconhecida);
  5. Coloque sua data de nascimento no campo solicitado;
  6. Selecione o reCAPTCHA para provar que é humano;
  7. Clique em “ENVIAR”.
4.1/5 - (7 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

2 Comentários
  1. José de Souza Diz

    tenho direito de receber porque já estou parado mais de um ano

  2. João Paulo de Sousa Diz

    SE tenho direito a receber estou desemprego sou solteiro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.