Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial 2021: CAIXA faz liberação de NOVO pagamento

De acordo como calendário oficial do Auxílio Emergencial, mais um grupo de usuários pode sacar 6ª parcela nesta sexta-feira (8)

A Caixa Econômica Federal retomou nesta sexta-feira (8) as liberações dos saques da 6ª parcela do Auxílio Emergencial. Desta vez é a hora daqueles informais que nasceram no mês de maio. De acordo com as informações oficiais, o dinheiro em espécie está na conta destes beneficiários desde as primeiras horas da manhã.

Veja também: NOVO GOLPE do WhatsApp assusta os usuários do aplicativo

Os informais que nasceram em maio receberam o dinheiro desta 6ª parcela do Auxílio Emergencial ainda no último dia 25 de setembro. Só que naquele primeiro momento, eles tinham apenas algumas possibilidades limitadas de movimentações. Para usar a quantia, eles precisavam usar o app do Caixa Tem ou mesmo o sistema Internet Banking.

De acordo com as regras oficiais do programa, era possível realizar pagamentos de boletos de maneira digital. Além disso, era possível também fazer algumas compras online e presenciais. Neste segundo caso, no entanto, é importante lembrar que apenas alguns estabelecimentos podiam aceitam este tipo de dinheiro.

A partir de agora, no entanto, isso muda. Os informais de maio que não gastaram nada da 6ª parcela do Auxílio Emergencial poderão pegar o dinheiro todo em espécie. Por outro lado, quem gastou tudo usando o app do Caixa Tem ou o Internet Banking não vai ter nada para sacar a partir desta sexta-feira (8).

Logo depois dessa liberação de saque para os nascidos em maio, a Caixa Econômica Federal vai fazer mais uma pausa nas liberações. De acordo com o calendário oficial do programa, essas permissões voltam na próxima segunda-feira (11), quando os nascidos em junho poderão sacar o dinheiro da sexta parcela.

Auxílio Emergencial

Depois de um hiato de três meses sem pagamentos, o Governo Federal decidiu retomar os repasses do Auxílio Emergencial ainda no último mês de abril deste ano. Só que desta vez, o benefício retornou em uma versão menor.

No ano passado, no início dos pagamentos, o Governo Federal chegou a repassar parcelas que podiam chegar até a R$ 1200 por mês. Hoje, o máximo que eles estão pagando é R$ 375. De acordo com o Ministério da Cidadania, no entanto, a maioria recebe R$ 150.

Oficialmente o que se sabe é que o programa ainda vai ter mais um pagamento. E ele vai acontecer na parte final deste mês de outubro. Os repasses desta 7ª parcela deve acontecer a partir do próximo dia 18.

O auxílio emergencial será prorrogado?

Parte do Governo Federal, no entanto, não está disposta a abrir mão do programa. De acordo com informações de bastidores, a prorrogação do Auxílio Emergencial já é dada como certa em alguns setores do Palácio do Planalto.

Apesar de o Ministério da Economia ser contra a prorrogação do benefício, fontes afirmam que o Governo já estaria acertando os últimos detalhes desse processo. Ainda falta saber, por exemplo, quantos meses a mais eles pagarão.

Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, o Auxílio Emergencial chega na casa de algo em torno de 35 milhões de pessoas. A tendência, no entanto, é que esse número caia durante a prorrogação do benefício.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

1 comentário
  1. Lucimara Diz

    Lucimara Fátima de Freitas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.