Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio Brasil: entenda os valores retroativos

Quem esperava receber os valores retroativos do Auxílio Brasil – uma espécie de reformulação do Bolsa Família – pode ter uma decepção. Isso porque, mesmo com o pagamento médio inferior a R$ 300 no mês de novembro, o governo não anunciou até agora que liberará cota a mais referente a novembro.

O que se tem até agora é que em dezembro o benefício deverá ser de pelo menos R$ 400, sendo que o valor só está, por enquanto, garantido para este mês. Para os próximos meses o governo precisa liberar espaço no orçamento de 2022 – o que ainda não foi confirmado.

A aposta do governo federal é que o benefício social, sem a marca Lula, ajude a impulsionar a campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) para 2022. A ideia que deve ser vendida é que o programa social foi o maior da história do Brasil, além de mencionar o Auxílio Brasil – onde muitas famílias reclamam até hoje de não terem recebido, mesmo atendendo a todos os critérios.

Se de fato a estratégia vai funcionar ainda não se sabe, mas, de acordo com últimas pesquisas o brasileiro não está otimista quanto a crise econômica e a atual situação do Brasil – veja mais detalhes no artigo Economia é considerada ruim ou péssima pela maioria”.

Auxílio Brasil: o que é?

O Auxílio Brasil é direcionada para as famílias em vulnerabilidade social e tem intuito socorrer essa população. O público atingido deve ser pessoas que antes recebiam o Bolsa Família ou aqueles que recebem até R$ 100 por pessoas mensalmente.

Pessoas com renda de entre R$ R$ 100,01 e R$ 200 per capita podem receber desde que tenham integrantes de até 21 anos de idade incompletos. Além disso, as famílias também precisam estar com os dados atualizados no CadÚnico. 

O CadÚnico é utilizado para acesso deste e diversos outros benefícios sociais e para ter direito é necessário atualizar pelo menos a cada dois ano ou a cada nova solicitação para atualização.

Importante ficar atento aos seus dados, mesmo que você já receba o benefício, uma vez que serão feitas revisões mensais, que podem gerar o cancelamento do Auxílio Brasil, por inconsciência de dados, por exemplo.

Confira o calendário completo clicando aqui. 

Como saber se vou receber?

Basta baixar um dos aplicativos abaixo no seu celular e consultar com seus dados:

  • Aplicativo Caixa Tem;
  • Aplicativo Caixa Econômica Federal;
  • Ou pelo aplicativo Auxílio Brasil.
Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Cristiano Diz

    Eu sou inscrito no bolsa família minha renda era de 91 reais agora auxílio Brasil a renda é 102 reais eu não recebi os 400 tá 292 por quê

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.