Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (3 votes)

Bolsa Família reformulado: veja como se inscrever no programa

Você sabia que é possível se inscrever para receber o Auxílio Brasil de cerca de R$ 300 mensais? As inscrições não têm data definida, mas o quanto antes forem realizadas melhor. A  previsão é que o benefício se inicie em novembro, com o Bolsa Família deixando de existir e o auxílio emergencial sendo pago só até outubro.

Importante dizer que de acordo com o ministro da Cidadania, João Roma, aquelas pessoas que recebem o Bolsa Família devem provavelmente receber também o Auxílio Brasil. Tudo isso vai depender da atualização de dados Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Ou seja, quem deseja receber o Auxílio Brasil precisa se inscrever no CadÚnico o quanto antes e quem já é escrito precisa verificar se o seu cadastro foi atualizado pelo menos nos últimos dois anos. A recomendação é atualizar sempre que uma mudança acontecesse e pelo menos a cada dois anos (mesmo que as informações se mantenham iguais).

Como verificar se o meu cadastro no CadÚnico está atualizado?

Para verificar se o seu cadastro está atualizado, você deve acessa o aplicativo  Meu CadÚnico -disponível para android o iOS. No aplicativo é possível ver há alguma pendência ou então algum dado incorreto e que precisa ser atualizado.

Importante lembrar que a cada dois anos, mesmo que nenhuma informação mude, é necessário realizar a atualização de dados junto ao governo federal.

·         Bolsonaro entrega novo Bolsa Família e PEC dos Precatórios à Câmara

·         Reformulação do Bolsa Família trará novos direitos

Como atualizar os dados no CadÚnico?

A atualização do CadÚnico é feita no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua cidade – você pode consultar todos os endereços nos Mops – Mapas Estratégicos para Políticas de Cidadania.

No site, basta clicar na parte superior da tela em “Alterar local” e depois selecionar o seu munícipio.

Feito isso, você pode encontrar os locais do Cras de duas maneiras:

  • A primeira é buscando visualmente um ícone de uma casinha na cor verde;
  • Já a segunda é clicar do lado esquerdo em serviços e depois selecionar “Centro de Referência de Assistência Social” – geralmente um dos primeiros ícones de cima para baixo na tela.
  • Se você clicar em cima do Cras que você deseja, é possível visualizar o telefone, endereço e até e-mail em alguns casos.

IMPORTANTE: Quem não atualizar os dados depois de dois anos, corre o risco de ser excluído do Cras.

Como se inscrever no Cadastro Único?

A inscrição é feita no mesmo local que de atualização de dados – o Cras. Caso você não saiba um endereço na sua cidade, veja acima como descobrir no Mops.

Caso já saiba o endereço do Cras, vamos as informações necessárias antes do cadastro

  • “A inscrição no Cadastro Único deve ser feita por uma pessoa da família chamada de Responsável Familiar, que precisa ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher”, a informação é da Secretaria Especial de desenvolvimento Social.
  • Entre os documentos a serem apresentados estão o CPF ou título de eleitor, além de algum documento dos outros integrantes da família;
  • Aqueles integrantes de famílias quilombolas devem também apresentar o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI).
  • É possível que a entrevista para cadastro dure mais de uma hora, por isso é recomendável que separe este tempo, no mínimo.
4.3/5 - (3 votes)
2 Comentários
  1. Maisa Michelle Silva Santos Diz

    maisamchlle5551@gmail.com

  2. Cristiely Dias Diz

    Diascristiely69@gmail.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.