Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.5/5 - (2 votes)

Auxílio Brasil: depois de janeiro, não há garantia de aumento nos usuários

De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, número de usuários do Auxílio Brasil pode não subir durante o ano

O Ministério da Cidadania anunciou no início deste mês que aumentou o número de usuários do Auxílio Brasil. Até o final do ano passado, o programa em questão atendia algo em torno de 14,7 milhões de pessoas. A partir de janeiro, o número de usuários deve crescer mais 3 milhões, chegando assim ao patamar de 17,5 milhões.

Esta não é mais nem uma novidade. O próprio Governo Federal vinha afirmando que faria isso desde o final do ano passado. Mas o que é ainda é uma dúvida é o que acontecerá com o programa depois deste mês de janeiro. O número de usuários vai seguir subindo ou irá permanecer neste mesmo patamar?

O Ministério da Cidadania já respondeu essa questão. De acordo com a pasta, o número de usuários vai variar muito a cada mês, pelo fato de estarmos falando de um programa de caráter volátil. Isso quer dizer, portanto, que todos os meses, eles irão retirar e inserir  novos usuários. Formando assim um equilíbrio.

Mas de acordo com informações de bastidores, o Governo não tem mais nenhuma intenção de aumentar o número de usuários neste nível que eles estão fazendo agora em janeiro. A ideia agora é apenas aumentar e abaixar levemente a quantidade de usuários. Nada de colocar 3 milhões de uma só vez.

Isso leva a crer que a quantidade de usuários do Auxílio Brasil vai sempre se manter em um patamar de 17,5 milhões durante os próximos meses. Às vezes um pouco mais, às vezes um pouco menos, mas sempre algo em torno disso. É claro que esta situação vai poder mudar, mas pelo menos é essa a informação que se tem até o momento.

Isso quer dizer que não vou poder receber?

Não. Isso não quer dizer que uma pessoa não possa receber o Auxílio Brasil no decorrer dos meses. De acordo com o Ministério da Cidadania, novas entradas e saídas acontecerão durante este ano de 2022.

Isso significa portanto, que mesmo que um cidadão não consiga entrar agora em janeiro, ele vai ter chance de entrar depois. Isso não mudou. Foi uma promessa do Governo Federal e segue valendo normalmente.

A questão é que quem não conseguir entrar agora, certamente vai ter mais dificuldade de entrar no programa posteriormente. Isso porque se entende que a quantidade de usuários do projeto vai seguir quase sempre no mesmo nível.

Quem entrou agora está garantido no Auxílio até o final do ano?

Não. Por esses mesmos motivos, dá para dizer também que os usuários do programa que entram agora em janeiro não estão garantidos até o final deste ano, pois do mesmo jeito que as pessoas irão entrar, outros irão sair.

Para evitar que isso aconteça, é importante prestar atenção nas chamadas condicionalidades. Na prática, são condições que o Governo Federal traça para que o cidadãos siga recebendo o benefício.

Podemos citar, por exemplo, a questão da frequência escolar, da obrigatoriedade do cumprimento da carteira da vacinação e até mesmo a questão da realização do pré-natal. Tudo isso pode fazer diferença.

3.5/5 - (2 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.