Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Brasil: Atualização do CadÚnico garante benefício

O novo projeto de distribuição de renda será o substituto do Bolsa Família. Segundo informações, a proposta serve como estratégia para reeleição do atual presidente da república, Jair Bolsonaro.

Famílias atendidas pelo Bolsa Família devem atualizar a sua inscrição do Cadastro Único (CadÚnico). Isso porque, a partir de novembro um novo programa social será implementado e, contemplará o atual público do BF e mais alguns cidadãos, totalizando cerca de 16 milhões de famílias.

O novo projeto de distribuição de renda será o substituto do Bolsa Família. Segundo informações, a proposta serve como estratégia para reeleição do atual presidente da república, Jair Bolsonaro.

Auxílio Brasil

Já está em trâmite no Congresso Nacional o texto para viabilizar o novo programa. Com previsão para início em novembro, o Auxílio Brasil promete ser uma versão turbinada do Bolsa Família, aumentando o valor de suas mensalidade e número de pessoas atendidas.

A expectativa é que o projeto contemple cerca de 16 milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Além disso, a média do salário mensal deve ser em torno de R$ 300, ainda a ser definido pela comissão responsável.

Atualização obrigatória do Cadastro Único

Embora o Governo Federal ainda não tenha divulgado o procedimento de entrado no Auxílio Brasil, já se sabe que é necessário obter as informações no CadÚnico atualizadas. Além disso, os interessados em participarem do programa que ainda não possuem a inscrição deverão realiza-la o quanto antes.

Os cidadãos também terão que comprovar que a renda mensal dividida pelos integrantes da família não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 550), e ainda que a renda bruta mensal seja inferior a três pisos (R$ 3.300).

A concessão do Auxílio Brasil será automática para os atuais beneficiários do Bolsa Família. No entanto, os que ainda recebem pelo BF, terão que passar pelo processo seletivo do Ministério da Cidadania.

Documentos para atualizar CadÚnico

  • O responsável familiar deve levar, ao menos, o seu título de eleitor ou CPF;
  • Comprovante de residência atual;
  • Para os demais membros: CPF, RG, certidão de nascimento, certidão de casamento, carteira de trabalho ou título de eleitor.

Quem pode se inscrever no CadÚnico?

Famílias que:

  • Possuem renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa;
  • Possuem renda mensal total de até três salários mínimos;
  • Pessoas que moram sozinhas podem ser cadastradas, ou famílias unipessoais;
  • Pessoas que vivem em situação de rua, sejam elas sozinhas ou com a família;
  • Famílias que não se encaixam nas situações mencionadas anteriormente, mas que sejam público alvo de programas, benefícios e serviços específicos.

Quais os benefícios do Auxílio Brasil?

Para atingir uma remuneração mensal maior, a equipe técnica do programa promete a implementação de nove novos benefícios, sendo eles três do núcleo básico e seis do núcleo complementar. Confira na sequência:

  • Benefício Primeira Infância: Contempla famílias com crianças com até 36 meses incompletos;
  • Benefício Composição Familiar: Destinado a famílias com jovens de 18 a 21 anos incompletos, com o intuito de incentivar esse grupo a concluir ao menos um nível de escolarização formal;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: Disponibilizado as famílias que após receber os benefícios anteriores a renda mensal per capita familiar não superou a linha da extrema pobreza;
  • Auxílio Esporte Escolar: Direcionado a estudantes com idades entre 12 e 17 anos incompletos, membros de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil e que se destacarem nos Jogos Escolares Brasileiros;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: Pago em 12 parcelas para estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas e que sejam beneficiários do Auxílio Brasil;
  • Auxílio Criança Cidadã: Destinado ao responsável por família com criança de até 48 meses incompletos que comprove emprego formal, mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: Pago por até 36 meses aos agricultores familiares inscritos no Cadastro Único.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: Contempla beneficiários do Auxílio Brasil que conseguirem um emprego formal;
  • Benefício Compensatório de Transição: Disponibilizado as famílias beneficiadas pelo Bolsa Família que perderem parte do valor recebido após o enquadramento no Auxílio Brasil. Será concedido no período de implementação do novo programa até regularização do salário.

Veja também: Auxílio Emergencial: usuários reclamam de filas em agências da Caixa

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
8 Comentários
  1. Soraia Diegues Diz

    Procure um CRAS da sua cidade, eles podem te orientar e ajudar. Explique sua situação. E se você sempre trabalhou com carteira assinada, com 62 anos e 15 de recolhimento, você poderá pedir uma aposentadoria por idade. Mesmo que seja um salário, será bom.

  2. Michel Silva Oliveira Diz

    Muito bom

  3. Marilene Maria dos Santos Diz

    Posso fazer em casa

  4. Pamela Diz

    Eu já atualizei . marcaram pra o novo atualizar no ano 2023. Eu fiz atualizei em janeiro…será que eu preciso ir de novo.🥺🧐🙄

  5. Maurício Diz

    OLA SO PRECISO RENOVAR MEU CADASTRO EM FEVEREIRO DE 2022….ENTRA AUTOMÁTICA MENTE ISSO.OBRIGADO

  6. Tássia Diz

    Seu Alderico procure um Cras no seu bairro e faça seu cadastro.

  7. Isabel da silva Neto Diz

    Só pode cadastrar do CRAS ou pode se cadastrar de casa mesmo

  8. Alderico Homero Amaral Raiol Diz

    Como faço para me cadastrar no CADUNICO , ESTOU DESEMPREGADO E TENHO 59 ANOS

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.