Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.7/5 - (10 votes)

Auxílio Brasil 2021: mais 3 milhões poderão entrar no programa

Questão ainda não está definida, mas Governo pode inserir mais 3 milhões para além dos previstos no Auxílio Brasil em dezembro

O Governo Federal começou, na última semana, os pagamentos do seu mais novo Auxílio Brasil. Para quem não sabe, esse é o programa que está substituindo o Bolsa Família já a partir deste mês de novembro. Só que neste primeiro momento, os repasses ainda não estão turbinados como prometido.

Veja também: Bolsa Família com o valor menor? Saiba o que pode ter acontecido

De acordo com as informações oficiais, cerca de 14,5 milhões de brasileiros estão recebendo o dinheiro do programa neste primeiro repasse. Todos eles estavam no Bolsa Família até o último mês de outubro. Isto quer dizer portanto que ninguém mais entrou nesse projeto até aqui.

O plano do Governo Federal é mudar isso a partir de novembro. Em caso de aprovação da PEC dos Precatórios, o plano do Palácio do Planalto é fazer com que algo em torno de 2,4 milhões de pessoas entrem no benefício em questão. Seriam portanto os novatos. Os indivíduos que não faziam parte do Bolsa Família.

Só que agora abriu-se uma ideia de inserir mais gente já em dezembro. Nos bastidores do Palácio do Planalto, já se fala na ideia de inserir mais 3 milhões de brasileiros para além desses 2,4 milhões de cidadãos. Pelo menos é o que se sabe até aqui. Então no total o número de novos beneficiários poderia chegar a 5,4 milhões de pessoas.

De acordo com analistas, isso ainda não seria suficiente para atender todo mundo que precisa dessa quantia neste momento. Mas não deixa de ser fato que quanto mais vagas eles abrirem mais chances cada um dos brasileiros vulneráveis terão de passarem a ser assistidos pelo Governo Federal de alguma forma.

Ideia do Senado

A ideia de inserir mais 3 milhões de pessoas para além das que estão previstas não é do Governo Federal, e sim do Senado Federal. Por lá, a ideia é mesmo fazer algumas alterações na PEC dos Precatórios, que foi aprovada recentemente na Câmara dos Deputados.

Esses parlamentares estão dizendo que o tamanho do Auxílio Brasil pode aumentar e aí eles passariam a atender cerca de 20 milhões de brasileiros e não 17 milhões como quer o Palácio do Planalto até este momento.

Governo não gosta

Em entrevista recente, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, já deixou claro que não gosta nada desta ideia. De acordo com ele, essa proposta poderia causar ainda mais instabilidade no mercado brasileiro neste momento.

Vale lembrar que caso os senadores aprovem a PEC dos Precatórios com mudanças, então o texto precisa voltar para a Câmara dos Deputados. Isso porque esse tipo de documento exige que deputados e senadores concordem entre si.

Auxílio Brasil

Como dito, os pagamentos do Auxílio Brasil começaram ainda na última semana. Nesta semana, os repasses estão seguindo apenas para aqueles brasileiros que já faziam parte do Bolsa Família até o último mês de outubro. É o que se sabe até aqui.

Apesar do plano do Senado Federal, a ideia do Governo Federal segue a mesma. Eles querem aprovar a PEC dos Precatórios do jeito que está e aumentar o benefício para 17 milhões a partir do próximo mês de dezembro.

3.7/5 - (10 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

5 Comentários
  1. Lia Diz

    Esse governo quer priorizar alguns e ferrar com outros tantos brasileiros.Eleicao vem aí.Aguarde nas urnas

  2. Egna Hermelindo Diz

    Preciso tanto desse auxílio.

  3. Adila Simões Diz

    Obg

  4. Doraci Diz

    Dq adianta se o. CRAS de São Vicente do vai agendar pra fazer o. Cadastro em fevereiro do ano que vem oq faço c meus filhos até la

  5. Manoel Gustavo Araújo Santos Diz

    kaelgustavo832@gmail.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.