Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Autoconceito negativo: O que é? Como lidar?

autoconceito negativo, muitas vezes, aparece de maneira silenciosa na vida das pessoas. Podemos passar por algumas fases negativas, que fazem com que o nosso olhar, sobre nós mesmos, não seja tão positivo assim. Por isso, saber o que é este autoconceito e buscar conhecimento sobre como lidar com isso é um bom caminho.

E para lhe ajudar nessa missão, fizemos este conteúdo com algumas sugestões, reflexões e considerações. Acompanhe-nos!

O que é o autoconceito negativo?

O autoconceito negativo nada mais é do que uma visão negativa sobre si mesmo. Normalmente, essa visão pode estar deturpada – é o caso de pessoas que não conseguem enxergar qualidades em si mesma. Embora o indivíduo possa até estudar e ter habilidades louváveis, ele ainda assim se diminui e se vê como insuficiente.

Esse tipo de visão pode estar associada a uma série de fatores, como: autocobrança excessiva; sobrecarga de trabalho; relacionamentos tóxicos; dificuldades para lidar com as emoções; etc. Por isso, ficar atento ao autoconceito que temos sobre nós é um passo interessante para cuidarmos da saúde mental.

Como lidar com o autoconceito negativo?

Para lidar com o autoconceito negativo é necessário, antes de qualquer coisa, reconhecê-lo. Isto é, muitas pessoas que têm um autoconceito ruim podem não perceber isso.

Afinal, elas simplesmente acreditam que são pessoas ruins e insuficientes, não se dando conta de que isso se trata de um conceito que pode estar afastado do real.

Contudo, algumas ações podem ser colocadas em prática a partir do momento em que o indivíduo tem uma certa percepção sobre o que está acontecendo. Veja quais são essas ações:

1. Pratique o autoconhecimento

O autoconhecimento, por mais clichê que ele possa parecer, auxilia-nos nesta jornada de reconhecer e lidar com o autoconceito negativo. Afinal, passamos a saber um pouco mais sobre nossas qualidades, habilidades e pontos positivos.

No começo, devido à visão deturpada sobre si mesmo, pode ser difícil conseguir listar as próprias qualidades. Porém, não desistir é muito importante.

Ir se aprofundando em quem você é, experimentando coisas novas e descobrindo habilidades são ótimos caminhos para serem perseguidos.

2. Atente-se aos gatilhos envolvidos com a visão deturpada

Os gatilhos que podem estar provocando este autoconceito negativo, muitas vezes, podem ser interrompidos.

É o caso de cobranças externas: pessoas que cobram excessivamente os seus resultados, sem ter nenhum tipo de responsabilidade sobre a sua vida. Isto é, quando um amigo fica cobrando um resultado seu, ou quando os seus pais querem que você faça algo que eles têm vontade, você está se expondo a uma cobrança desnecessária.

Ignorar as cobranças e julgamentos alheios também ajuda a melhorar o autoconceito que temos.

3. Procure a psicoterapia

Por fim, não podemos deixar de mencionar o acompanhamento psicoterapêutico. Por meio dele você poderá expressar o que sente, irá conhecer novas esferas da sua vida e entenderá alguns dos gatilhos por trás do autoconceito negativo.

Também poderá entender quais são os seus limites, suas forças, defeitos e qualidades, buscando formas de lidar cada vez melhor com cada traço seu. Experimente!

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.