Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Atualidades: o fenômeno das Fake News

Fake News: definição e principais características 

Todos nós já ouvimos falar das famosas fake news. O termo ocupa as páginas dos jornais praticamente todos os dias, assim como aparece sempre nas revistas e nas redes sociais. Dessa maneira, é muito provável que esse tema apareça nas questões de atualidades da prova do ENEM, de um concurso ou de um vestibular. Ainda, as fake news podem aparecer também dentro do tema de uma redação.

Fake News: definição 

O termo “fake news” possui origem na língua inglesa e significa “falsas notícias” ou “notícias falsas”. Analisando cada termo, temos:

Fake = palavra de língua inglesa que significa “falsa”ou “falso”

News = igualmente vinda da língua inglesa e quer dizer “notícias”

Fake News: origem

As notícias falsas sempre existiram e, em determinados momentos, foram decisivas para beneficiar um ou outro lado dos que estavam em batalha, seja ela física ou política. Na Idade Média, por exemplo, o rei francês Felipe, o Belo teria divulgado fake news sobre os Templários, objetivando prejudicar esse grupo.

O que teria mudado, ao longo da história da humanidade, seria o seu nome, a maneira como ela é divulgada e o quanto ela é capaz de persuadir aquele que a recebe. É válido destacar que esse fenômeno conseguiu se expandir consideravelmente com o advento da Globalização e, consequentemente, do desenvolvimento dos meios de comunicação, internet e tecnologia. Isso porque, que lembrar que as notícias falsas chegam ao seu destinatário final através da compra ilegal de endereços de e-mail e números de telefone obtidos por quem conhece e sabe manipular os sistemas de comunicação e funcionamento das redes sociais.

Fake News: no mundo

No ano de 2018, o termo ganhou força com a eleição presidencial dos Estados Unidos. Isso porque, Donald Trump, candidato a presidente, foi acusado de ter lançado uma série de notícias falsas sobre sua concorrente: Hilary Clinton. Trump teria, ainda, se aproveitado do alcance das redes sociais e da falta de controle das informações por ele publicadas esse tipo de plataforma. 

Porém, devemos destacar que fake news também foram criadas para atacar Donald Trump e prejudicar a sua campanha. 

Fake News: no Brasil

Em 2019, após os acontecimentos nos Estados Unidos, as campanhas para presidente no Brasil também sofreram acusações relacionadas à divulgação de fake news. 

Os candidatos Jair Bolsonaro e Fernando Haddad trocaram acusações, afirmando que um lado e outro teriam contratado especialistas na divulgação de fake news, prejudicando as campanhas.

Fake News: hoje

A prática de fake news ainda persiste no ano de 2021. Devemos destacar que a divulgação de notícias falsas pode ser extremamente prejudicial para as pessoas, principalmente quando as fake news se relacionam à assuntos da área da saúde.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.