Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

América Latina lidera o uso de tecnologia nas universidades 

A Instructure, criadora do Canvas, divulgou seu segundo relatório anual de pesquisa sobre os fatores que determinam o sucesso e o engajamento dos alunos do ensino superior. 

O relatório identifica as seis principais tendências em todo o mundo e destaca maior tendência na América Latina quanto ao uso da tecnologia na educação. Leia o relatório global.

No geral, praticamente metade dos entrevistados afirma ter uma percepção positiva da aprendizagem online. 

A saúde mental dos alunos é cada vez mais importante para as instituições, com 92% delas considerando o bem-estar psicológico dos alunos como um fator socioeconômico que influencia significativamente o sucesso do estudante.

Com base nos dados do estudo, destacamos aqui as percepções representativas de cinco países da América Latina (LATAM), incluindo México, Colômbia, Peru, Chile e Brasil. 

Os números indicam uma importante tendência no uso da tecnologia para a educação, apesar das limitações de infraestrutura e do acesso à Internet.

  • As instituições educacionais da LATAM, quando comparadas com outras regiões, são mais propensas ao uso de sistemas de gestão de aprendizagem para comunicação (83%) e para ministrar aulas (82%). No Brasil estes números são: uso para comunicação 86% e aulas on-line 80%, sendo este o maior índice da região.
  • Na LATAM 74% dos usuários do LMS (Learning Management System ou Sistema de Gestão de Aprendizagem) relatam que frequentemente acessam cursos por meio de aplicativos móveis, em comparação com 61% na América do Norte (NORAM) e 63% na Europa/Oriente Médio (EMEA). (Com 71%, o Brasil tem o menor porcentual da região, enquanto o Peru tem a maior porcentagem com 83%).
  • Na LATAM, 66% das instituições de ensino utilizam ferramentas tecnológicas para gerenciar aulas, mais do que nas outras regiões, e 69% usam sistemas de comunicação por vídeo pararealizar conferências, enviar mensagens de texto e webinars, em comparação com 60% em EMEA.
  • Com 40% de aderência, a LATAM lidera o uso de ambientes virtuais de aprendizagem em comparação com os 29% em EMEA e os 35% em NORAM.
  • Entre os fatores para aumentar o engajamento e a motivação dos alunos, 50% dos entrevistados na LATAM consideram importante a integração com recursos de tecnologia educacional, em comparação com os 22% em EMEA e os 29% em NORAM.

Embora as notas continuem importantes, gestores, professores e alunos estão determinando o sucesso de forma mais holística e ajustando o apoio institucional de acordo com essa definição. 

As instituições também estão trabalhando ativamente para melhorar as competências digitais dos professores e desenvolver cursos online para ajudar os alunos a terem sucesso em qualquer ambiente. 

Na LATAM, 95% dos alunos e 92% dos gestores acreditam que o acesso à tecnologia tem um alto impacto no sucesso dos alunos.

“Este estudo ilustra o forte impacto que a pandemia teve sobre as instituições e os alunos na América Latina, mas também nos mostra uma região focada no uso da tecnologia para empoderar professores e alunos”, disse Steve Daly, CEO da Instructure. 

“Em particular, o uso de aplicativos móveis para acessar o conteúdo tem sido um poderoso motivador entre nossos clientes na região. Também estamos vendo mudanças em áreas como inovação pedagógica e transformação digital de universidades inteiras”, completou.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Instructure.

E então, gostou da matéria? Não deixe de ler também – Governo define Auxílio com dados defasados. Veja o que muda para você.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.