Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3/5 - (2 votes)

Agências do INSS fecham nesta quinta e sexta; veja como reagendar os atendimentos

Segundo informações do próprio INSS, agências da autarquia não abrirão na próxima sexta-feira (17), por causa do ponto facultativo

Cidadãos que agendaram algum tipo de atendimento físico nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (NIS) para a próxima sexta-feira (17), precisam reagendar o serviço. Quem está dizendo é a própria autarquia. Não há previsão de abertura dos pontos físicos do Instituto nem na quinta-feira (16) e nem na sexta-feira (17).

Na quinta (16), o movimento já era esperado em decorrência do feriado de Corpus Christi. Os agendamentos para esta data já estavam bloqueados. No entanto, existia uma indefinição sobre a situação da sexta-feira (17). Assim, algumas pessoas acabaram agendando algum tipo de procedimento nas agências para esta data.

No entanto, o cidadão não será prejudicado. De acordo com o próprio Instituto, ele pode reagendar o serviço para outra data, sem precisar sair de casa. Este procedimento pode ser realizado através do número 135. Por meio deste telefone, o indivíduo pode seguir o passo a passo indicado pelo sistema de voz e marcar a sua consulta para outro dia.

Outra forma de realizar o reagendamento é através do site ou app Meu INSS. Vale lembrar que pelas regras atuais, o cidadão que espera por uma aposentadoria por invalidez ou auxílio-doença, precisa reagendar a perícia no máximo um dia antes da data marcada. Para quem marcou para a sexta (17), a remarcação precisa acontecer até esta quinta (16).

Para verificar a data da sua perícia, basta abrir o app do Meu INSS, clicar em Agendamentos/solicitações e verificar a data e o local indicados. Também é necessário abrir o app do Meu INSS, clicar em Agendar Perícia e selecionar a opção de Remarcar perícia. Pronto. O próprio sistema indicará novas possibilidades de datas.

Greve do INSS

Vale lembrar que os servidores do INSS acabaram de realizar uma greve nacional. Eles pediam, entre outros pontos, melhorias nas condições de trabalho, reajuste salarial e a realização de novos concursos públicos para que mais funcionários pudessem ajudar no atendimento.

Depois de uma série de reuniões, os servidores do INSS e os peritos médicos decidiram voltar ao trabalho ainda no último dia 23 de maio. Dessa forma, eles se comprometeram a acelerar o processo de atendimento aos cidadãos neste retorno.

Hoje, estima-se que mais de 1 milhão de brasileiros estejam na fila de espera para o recebimento de algum benefício social do INSS. A conta considera apenas os pedidos iniciais. De modo que as solicitações de revisão, não entram na lista.

Fila de espera

Em entrevista recente, o presidente do INSS, Guilherme Serrano, disse que o Instituto segue com o plano de zerar a fila de espera até o final deste ano. Ele disse ainda que pretende cumprir todas as promessas feitas aos servidores no período de negociação pelo fim da greve.

“É claro que não depende totalmente de mim, mas a gente vai lutar e utilizar o peso do Ministério do Trabalho para que a gente honre aquilo que foi acertado para o fim da greve”, disse ele quando participou de uma reunião no Congresso Nacional.

Ainda no final do ano passado, o então Ministro do Trabalho e da Previdência Social, Onyx Lorenzoni, garantiu que a fila de espera do INSS seria totalmente zerada até o último mês de março. Todavia, ele já entregou o cargo, e a fila aumentou.

3/5 - (2 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Quenia Diz

    Fiz uma perícia tem mais de noventa dias e o juiz ainda não me deu uma resposta. Espero que sair logo con boas notícias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.