Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Aceitar que não temos controle de tudo: por que é importante?

A verdade é que conseguir aceitar que não temos controle de tudo não é tarefa fácil. Muitas vezes, sentir que somos impotentes em algumas situações é algo extremamente difícil. Por isso, neste texto nós trouxemos algumas reflexões importantes sobre o assunto, a fim de lhe ajudar a enxergar novas e interessantes perspectivas sobre a vida. Acompanhe e saiba mais!

Por que é importante aceitar que não temos controle de tudo?

Simplesmente porque, dessa forma, nós estaremos respeitando a nossa saúde mental. Afinal, querer ter o controle de todas as coisas não é algo saudável. Acabamos nos expondo a excessos desnecessários, que prejudicam o nosso equilíbrio emocional.

Ao ter consciência de que não temos controle de tudo, percebemos que situações negativas farão parte da vida – e tudo bem. Paramos de cobrar uma postura perfeccionista e impecável de nós mesmos, abrindo caminhos para uma vida com mais respeito por quem somos.

Abaixo, você encontra outras considerações que caminham lado a lado com isso que acabamos de mencionar. Veja:

1. Evitamos sobrecargas nas mais diversas áreas de nossas vidas

Aceitar que não temos controle de tudo nos ajuda a perceber que, nesta vida, nem tudo será como queremos. Isso evita que acabemos sobrecarregando a nossa vida de diversas formas.

Por exemplo na vida profissional, quando queremos ter o controle de todas as coisas, acabamos caindo no erro do microgerenciamento. Isto é, tentamos gerenciar mil e uma áreas que, na verdade, poderiam ser delegadas. Essa atitude de tentar gerenciar tudo sozinho pode fazer com que fiquemos sobrecarregados, a ponto de desgastar a nossa saúde física e mental.

Em contrapartida, aceitar a ajuda de outras pessoas, e compreender que nem tudo pode ser controlado por nós, evita que esses excessos façam parte da nossa história.

2. Respeitamos os nossos limites

Respeitar que temos alguns limites e que nem tudo está ao nosso alcance também evita que acabemos nos expondo a situações muito negativas. Logo, estaremos protegendo o nosso bem-estar de uma forma relativamente simples.

Isso porque ao aceitar que não temos controle de tudo você percebe que não tem problema não saber todas as coisas, bem como cria a consciência de que nem tudo será ultrapassado da noite para o dia. E isso evita exposições a situações de estresse que causariam malefícios de uma forma geral.

3. Entendemos que situações ruins fazem parte da vida

Por fim, aceitar que não temos controle de tudo faz com que possamos compreender que situações ruins aparecem ao longo da jornada que vivemos nesta vida. Afinal, situações negativas não são 100% evitáveis. Estar triste, deprimido ou irritado faz parte da nossa história. E tudo bem!

Ter essa consciência pode quebrar com aquela ideia de ser sempre feliz e disposto, todos os dias – já que isso não existe.

Como aceitar que não temos controle de tudo?

Não existe fórmula mágica. Aos poucos é possível compreender que algumas situações fogem do nosso controle, e tudo bem.

Começar a focar no que está ao seu alcance, mentalizando que existem limites em sua vida, pode ser uma forma de enxergar que há o autocontrole, mas não há o controle de tudo.

Essa construção é gradativa – respeite o seu tempo quanto a isso. E quando perceber que a falta de controle está frustrando, pense um pouco mais sobre o que lhe aflige. Inclusive, a psicoterapia pode ser interessante nessa jornada.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.