Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4 razões para estudar História

Qualquer assunto de estudo precisa de justificativa: seus defensores devem explicar por que vale a pena atenção. Os assuntos mais amplamente aceitos – e a história certamente é um deles – atraem algumas pessoas que simplesmente gostam das informações e dos modos de pensamento envolvidos.

Entretanto, o público é menos atraído espontaneamente pelo assunto e tem mais dúvidas sobre por que se preocupar e ainda precisa saber qual é o propósito.

O que acha de conhecer algumas das razões para estudar história bem além da escola ou da preparação para vestibular? Veja!

A história nos ajuda a compreender as pessoas

Em primeiro lugar, a história oferece um depósito de informações sobre como as pessoas e as sociedades se comportam. Compreender as operações de pessoas e sociedades é difícil, embora várias disciplinas façam essa tentativa.

A confiança exclusiva nos dados atuais prejudicaria desnecessariamente nossos esforços. Como podemos avaliar a guerra se a nação está em paz – a menos que usemos materiais históricos?

Como podemos entender a genialidade, a influência da inovação tecnológica ou o papel que as crenças desempenham na formação da vida familiar, se não usarmos o que sabemos sobre as experiências do passado?

Alguns cientistas sociais tentam formular leis ou teorias sobre o comportamento humano.

Mas mesmo esses recursos dependem de informações históricas, exceto em casos limitados, muitas vezes artificiais, nos quais experimentos podem ser planejados para determinar como as pessoas agem.

A história ajuda a compreender as mudanças na sociedade

A segunda razão pela qual a história é inevitável como um assunto de estudo sério segue de perto a primeira. O passado causa o presente e, portanto, o futuro.

Sempre que tentamos saber por que algo aconteceu, temos que procurar os fatores que levaram forma mais cedo.

Às vezes, um acontecimento bastante recente é suficiente para explicar um grande desenvolvimento, mas frequentemente precisamos olhar mais para trás para identificar as causas da mudança.

Somente estudando a história podemos compreender como as coisas mudam; somente através dessa área podemos começar a compreender os fatores que causam mudanças. Além disso, só através dela podemos entender quais elementos de uma instituição ou sociedade persistem apesar das mudanças.

Tem importância em nossas próprias vidas

A história bem contada é linda. Muitos dos historiadores que mais atraem o público leitor em geral sabem a importância da escrita dramática e habilidosa – bem como da precisão.

A biografia e a história militar atraem em parte por causa dos contos que contêm. A história como arte e entretenimento serve a um propósito real, em bases estéticas, mas também no nível da compreensão humana.

As histórias bem feitas são histórias que revelam como as pessoas e as sociedades realmente funcionaram e que suscitam pensamentos sobre a experiência humana em outras épocas e lugares.

Os mesmos objetivos estéticos e humanísticos inspiram as pessoas a mergulhar nos esforços para reconstruir passados ??bastante remotos, muito distantes da utilidade imediata dos dias de hoje.

Contribui para a compreensão moral

A história também fornece um terreno para a contemplação moral.

O estudo dos indivíduos, assim como das situações do passado permite que um estudante de história teste seu próprio senso moral, para aprimorá-lo contra algumas das complexidades reais que os indivíduos enfrentaram em ambientes difíceis.

Pessoas que enfrentaram adversidades não apenas em alguma obra de ficção, mas também em circunstâncias históricas reais, podem servir de inspiração.

“Ensino de história pelo exemplo” é uma frase que descreve o uso de um estudo do passado – um estudo não apenas de heróis comprovados, os grandes homens e mulheres da história que trabalharam com sucesso através de dilemas morais, mas também de pessoas mais comuns que fornecem lições de coragem, diligência ou protesto construtivo.

E então, você gosta de estudar história ou nem tanto assim?

Não deixe de ler também – 4 formas eficientes de estudar História

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.