Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Vestibular 2021: UEL abre inscrições para vagas remanescentes

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) abriu nesta quarta-feira, dia 7 de julho, o período de inscrição para o preenchimento das vagas remanescentes do Vestibular 2021. As inscrições para disputar na 1ª seleção para as vagas serão recebidas até o dia 14 de julho, próxima quarta-feira.

De acordo com o edital, as inscrições devem ser feitas por meio do site da COPS (Coordenadoria de Processos Seletivos). O pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 50 deve ser feito até o dia 15 de julho. Estão isentos todos os candidatos que participaram da seleção do Vestibular 2021. 

Ao todo, a oferta da UEL é de 300 vagas em cursos de graduação. Conforme o quadro de vagas, no ato da inscrição, o candidato deve indicar um único curso, um turno e habilitação.

Seleção e resultado

A seleção de novos alunos para essas vagas será feita a partir das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A universidade irá usar os resultados das provas objetivas e da redação do Enem 2020 para fins de classificação dos candidatos.

De acordo com o edital, a UEL deve considerar candidatos com o mínimo de 400 pontos, efetuada a média aritmética das notas das cinco provas do Enem.

A universidade deve liberar o resultado da seleção para o preenchimento das vagas remanescentes do Vestibular 2021 no dia 22 de julho. Conforme o edital, a partir das 12 horas a UEL divulgará a lista de classificados no site da COPS.

A pré-matrícula dos aprovados deverá ser feita on-line, enquanto a matrícula deverá ser regularizada junto à UEL presencialmente com o retorno das aulas presenciais. A universidade ainda não divulgou as datas para os procedimentos. 

Clique aqui e confira mais detalhes na página eletrônica da UEL.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Enem 2021: Justiça nega isenção de taxa para quem não justificou falta na última edição.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.