Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Veja qual será o valor do salário mínimo a partir de janeiro de 2022

O novo piso nacional no valor de R$ 1.147, será definido para os pagamentos do abono salarial PIS/Pasep, seguro desemprego, benefícios do INSS e outros.

A previsão do piso nacional para 2022 já chegou no Congresso Nacional. De acordo com a projeção do Ministério da Economia, o salário mínimo para o próximo ano será de R$ 1.147, sendo o terceiro ano sem ganhos reais e abaixo da inflação.

O valor do salário mínimo além de definir quanto um trabalhador receberá com o mês de trabalhado, é utilizado como base para vários outros recursos, como os benefícios governamentais, por exemplo.

Diante disso, o novo piso nacional no valor de R$ 1.147, será definido para os pagamentos do abono salarial PIS/Pasep, seguro desemprego, benefícios do INSS e outros. Em alguns casos, o salário mínimo é o valor teto repassado pelos projetos.

Salário mínimo de 2022

Como ressaltado, o valor do salário mínimo para 2022 enviado ao Congresso não apresenta ganho real. Desta forma, esta será terceira vez consecutiva que o reajuste não acompanha a inflação. Para definir o novo piso, o Governo considerou apenas 4,3% da inflação.

Entretanto, atualmente o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) se encontra em 8,35% no acumulado de 12 meses. A correção definida pelo Governo Federal é procedente a projeção na Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO).

Desde 2019, já no governo do atual presidente da república, Jair Bolsonaro, os trabalhadores deixaram de receber um salário com ganhos reais, como acontecia na gestão do PSB e PT. Em razão disso, 2022 será o terceiro ano ininterrupto que o piso não será reajusta com base na inflação.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 1.100, definido através de uma previsão do Governo utilizando o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Para o cálculo foi considerado o percentual de 5,29%, embora o ano tenha fechado em 5,45%.

Apesar da projeção ter sido ultrapassada, o Governo Federal decidiu permanecer com a previsão estabelecida anteriormente, ficando com R$ 1.100. Diante disso, mais uma vez o piso nacional ficou abaixo dos índices inflacionários.

Contudo, o reajuste anual do salário mínimo tem como objetivo garantir e manter o poder de compra do cidadão brasileiro. Por isso, para estabelecê-lo deveria ser considerada a inflação acumulada nos últimos 12 meses.

Veja também: Abono salarial PIS/PASEP em duas parcelas em 2022

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
5 Comentários
  1. CLEIDE MARIA PAZ Diz

    Congelar nesse absurdo que está continuaremos na mesma, infelizmente somos a classe mais humilhada por esses tais.o importante é que eles dormem bem comem bem e entre outros.e nós

  2. CLEIDE MARIA PAZ Diz

    Mas isso os gravatados não vê.enqunato eles comem Pandeló nós comemos fubá..eita desigualdade imensa sobre nossa nação

  3. CLEIDE MARIA PAZ Diz

    Uma vergonha o salário mínimo desse país,ainda tem os descontos. Como sobreviver pq é sobreviver não ter uma vida digna para os assalariados ,aí vc vê as contas de energia, água entre outros.o nossos

  4. Renato Anjos Diz

    …acho mesmo impressionante como o salário do Trabalhador Brasileiro, nunca bate com seu gasto básico mensal. infelizmente não vivemos, e sim sobrevivemos! 😔 a Triste Realidade é que vendemos o almoço para comprarmos o jantar!!

  5. Adriana Diz

    Não sei se é o momento de comentar….mas os alimentos, gás de cozinha deveria congelar até dezembro no mínimo porque ta difícil de por as coisas no lugar tipo as contas vencidas😔💔

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.