Veja o que é preciso para abrir uma franquia

Saiba quais são os passos para entrar neste negócio já consolidado

Franquia é uma forma de empreendedorismo avançado, pois combina o desejo de ser seu próprio patrão com um plano de negócios comprovado. Ainda assim, exige o mesmo nível de atenção aos detalhes que qualquer outro tipo de empreendimento financeiro. Por isso que hoje nós vamos indicar o que é preciso para abrir uma franquia.

O que devo fazer se quiser abrir uma franquia, mas não tenho certeza se tenho o perfil certo?

O sucesso do investimento começa com a promoção de uma mentalidade empreendedora. Aliás, não há como manter o negócio funcionando sem ele. Outra característica importante é ter um perfil semelhante ao que a franquia de escolha busca em seus parceiros.

As marcas costumam buscar investidores que vão aderir estrategicamente às regras do franqueador. Também tem preferência por quem já tenha desenvolvido planos de vendas, marketing, operações, atendimento ao cliente, entre outros.

Os franqueadores também procuram candidatos com espírito empreendedor, altos níveis de energia, habilidades de gerenciamento de crises, fome de conhecimento e disposição para fazer horas extras nos fins de semana.

Apesar disso, vale dizer que todos os suprimentos da empresa virão dos fornecedores especificados no contrato da rede, e assim, o franqueado não terá voz nesta questão.

E por se tratar de contratos, mesmo que as redes não imponham exigências ou cláusulas a respeito, elas esperam que os franqueados tenham um perfil colaborativo. Ou seja, que sugira formas de lidar com eventuais problemas que possam surgir durante as operações.

Ademais, ter um perfil pessoal que combine bem com o público-alvo também é benéfico. Para os franqueadores, é uma grande vantagem se o candidato já estiver familiarizado com o mercado em que atuará.

Consultores especializados em franquia também aconselham que um franqueado em potencial aprenda o máximo possível sobre os processos de gerenciamento da franquia. Como, por exemplo, sistemas, suporte e as perspectivas e opiniões dos franqueados da marca, a fim de chegar a uma imagem precisa e transparente do negócio.

Como abrir uma franquia, se não sei qual mercado vai me interessar mais?

Atualmente, existem mais de 3.000 marcas diferentes de franquias em operação no Brasil. A ABF (Associação Brasileira de Franchising) classifica o escopo das atividades dessas redes em categorias:

  • Alimentação;
  • Casa e Construção;
  • Comunicações;
  • Tecnologia da Informação e Eletrônica;
  • Lazer e Entretenimento;
  • Turismo e Hotelaria;
  • Moda;
  • Serviços e outros negócios;
  • Saúde, Beleza e Bem-estar;
  • Serviços Educacionais.

Por isso, conheça os detalhes de cada modelo de negócio, produtos e serviços do mercado selecionado, bem como suas tarefas rotineiras, antes de assumir qualquer compromisso. A propósito, os consultores, geralmente, aconselham a realização de pesquisas extensas no setor relevante.

Como posso ter a franquia se não sei nada sobre o modelo de negócio?

Desde sua criação, em 1994, a Lei n. 8.955 é a única fonte oficial de informações para que os franqueados conheçam e entendam seus direitos. Assim como, saibam das suas obrigações, os requisitos da rede e o bom funcionamento de seus negócios.

Nela, o franqueador é obrigado a entregar ao futuro franqueado uma cópia da Circular de Franquia ou COF. Pois, ela contém todas as informações relevantes do negócio (preços, impostos, prazos, obrigações, exclusividades e fornecedores). A sua análise deve ser feita prazo acordado entre as partes.

Pergunte a eles sobre os prós e contras de trabalhar com a marca, quaisquer desafios que você possa encontrar e quais são as rotinas que você deve seguir, pois são importantes para o sucesso do seu negócio.

Por fim, você também pode consultar um advogado ou contador para ajudá-lo a entender o COF e suas implicações para a circular. Certifique-se de que servirá como uma ferramenta para proteger sua riqueza.

Antes de investir em uma franquia, é importante entender o que é uma este ramo de negócio, como ela funciona e as centenas de diferentes redes que já atuam no mercado brasileiro.

De fato, requer esforço e dedicação. E não se engane, pensando que o franqueador cuidará de tudo. Na verdade, o sucesso de sua franquia, em última análise, depende de você.

Por isso, procure reunir todo o conhecimento necessário antes de adentrar neste negócio. Pois o seu dinheiro precisa ser valorizado, e afinal de contas, será nela que você irá permanecer por um bom tempo.

Reforçando, ao investir em abrir uma franquia, apesar de ter a certeza de que é um negócio que já está consolidado no mercado e possui grande visibilidade, é preciso que você tenha conhecimento sobre ela. Pois após de abrir uma unidade franqueada, ela dependerá exclusivamente do franqueado para ter sucesso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.