Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Veja dicas para não cair na lábia de golpistas que querem obter vantagens financeiras

A cada dia, os estelionatários ampliam sua criatividade

Comumente, datas comemorativas movimentam a economia brasileira em relação ao aumento de consumo. Nesse sentido, não são apenas empresários de todas as esferas que estão de olho no montante de dinheiro gasto, mas também os golpistas.

Claro que muitas pessoas já ouviram falar, conhecem alguém ou já foram vítimas de golpes na Internet. Infelizmente, o Brasil se tornou o paraíso dos golpistas e o inferno da segurança cibernética de todos os outros. Portanto, pensando nisso, o Notícias Concursos, na matéria desta sexta-feira (29) vai te mostrar quais são os tipos de “enganação” mais comuns no momento e como evitá-las.

O que os golpistas vêm fazendo na Internet

Quem opta por comprar pela Internet precisa ter cuidado. Os ataques de phishing são as tentativas mais comuns de roubar dados nos dias que antecedem as datas especiais. A datas especiais, chamamos os feriados e promoções de lojas.

Golpe das mensagens e promoções

Promoções são geralmente enviadas por e-mail, mensagens de texto e principalmente WhatsApp. Com isso, os consumidores podem ser induzidos a entrar em links falsos. Para estar no lado seguro, antes de tomar qualquer ação, você deve acessar o site oficial da empresa mencionada na mensagem e verificar se a promoção é real.

Mas, como saber se o site é seguro? Bom, um site seguro pode ser identificado das seguintes formas:

  • Um cadeado na barra do navegador;
  • A letra S em HTTP (ou seja, HTTPS);
  • Um selo de segurança, geralmente fixado no rodapé de uma página.

Brinde surpresa (Golpe do Presente)

Outra tentativa de golpe, principalmente em datas especiais, é por meio de brindes surpresa. O popular “Golpe do Presente” acontece quando os ladrões simulam entregas surpresa na residência ou no endereço comercial do consumidor-alvo.

O entregador pede para tirar selfies da vítima e documentos para confirmar oficialmente o recebimento. Com base nessas informações, os criminosos solicitam empréstimos ou abrem contas em nome da vítima. Nesses casos, a recomendação é que você só forneça essas informações se tiver certeza de que tais ações fazem parte do processo da loja da qual você recebeu o presente. Em caso de dúvida e se o entregador insistir, informe-o que entrará em contato com o e-commerce apropriado ou com a polícia.

Veja dicas para não cair na lábia de golpistas que querem obter vantagens financeiras
Veja dicas para não cair na lábia de golpistas que querem obter vantagens financeiras – Canva Pro

Golpe do Amor

Outro número crescente de golpes são os “golpes de amor”, ou fraudes emocionais, como têm sido vistos em alguns tribunais. O termo abrange diferentes tipos de golpistas, mas todos incluem envolver emocionalmente a vítima para obter vantagem financeira dela.

A fraude emocional sempre existiu, mas está sendo promovida por meios virtuais, onde as pessoas criam contexto sem conhecer as vítimas pessoalmente. Para que a enganação aconteça, comumente seguem-se alguns padrões:

  • Atrair vítimas em redes sociais ou aplicativos de namoro;
  • Usam fotos de outras pessoas, muitas vezes alegando ser estrangeiras;
  • No WhatsApp, o número costuma ser internacional, dificultando o rastreamento da polícia;
  • Tratam bem suas vítimas, demonstram interesse em relacionamentos sérios e estão dispostos a viver com a vítima;
  • Dificultam videochamadas ou contato físico;
  • Eles falam sobre dinheiro, falam sobre uma situação dramática (como uma doença), solicitam um empréstimo ou convidam a pessoa a investir;
  • Em golpes mais sofisticados, eles criam páginas da web falsas.

Para não cair em golpes de amor, além de algumas dicas – nunca confie na outra pessoa, conheça a segurança do app, não clique em links suspeitos – tem uma muito importante: não fale de dinheiro. Jamais compartilhe dados bancários, realize quaisquer transações (como PIX) e transfira ou invista fundos com pessoas que apenas estabelecem um relacionamento pela Internet. Em alguns casos, em vez de se apressar, os golpistas conversam com as vítimas por meses para ganhar confiança.

Em geral, os idosos têm boas projeções sociais e boa situação financeira. Manipuladores conquistam suas vítimas, apesar dos avisos daqueles ao seu redor de que algo está errado. Além do distanciamento dos familiares, causado pelos golpistas, a vítima entra em dissociação cognitiva. Muitas vezes, eles não percebem e, quando o fazem, perdem parte ou toda a sua fortuna.

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.